domingo, 5 de julho de 2009

CCB (Congregação Cristã no Brasil): Uma Seita Herética e Pseudo-Cristã.


por Eduardo França

Bem, através deste artigo, quero deixar claro que meu propósito não é ferir ninguém pelo prazer de ofender as pessoas, mas declarar a verdade que há em Cristo, e não estar sujeito aos homens, como que agradando a homens (Gl 1:10). Faço como Paulo: Porque nada podemos contra a verdade, senão pela (ou em outras palavras a favor) da verdade. (II Co 13:8). Vemos que uma seita herética e pseudo-cristã como a CCB tem achado espaço no nosso meio evangélico-cristão, por falta de conhecimento e postura de alguns líderes e porque não dizer de maturidade cristã. Precisamos estar atentos à advertência do apóstolo João: AMADOS, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. (I João 4:1).
Espero no Deus Triúno (pois não sou unicista), que esse artigo seja de aviso aos desavisados e alerta os dispersos nas questões fundamentais do Evangelho que são insubstituíveis e extremamente necessárias à nossa salvação. Vejamos os pontos que constituem e/ou tornam a CCB (como será chamada doravante a abreviação da Congregação Cristã no Brasil).

1º) Dizem que a propagação do evangelho só pode ser feita dentro dos templos e chama qualquer que violar tal mandamento de hipócrita distorcendo o sentido ao qual Jesus falou em Mateus 6:5 e 6, fazendo assim uma eisegese em vez de uma séria e bíblica exegese.

2º) Dizem que o ósculo santo é mandamento e quem não pratica comete pecado, tornando o supérfluo fundamental e o fundamental supérfluo (Isaías 5:20).

3º) Não aceitam a ordenação de pastor, com isso desfazendo da organização bíblica da igreja tão comentada no livro de Atos e nas epístolas de Efésios e Coríntios.


4º) Cometem um erro legalista terrível ao dizer que o Deus Onipresente (Sl 139; Hb 4:13) só ouve orações se estivermos de joelhos, reduzindo a capacidade infinita de Deus
(Sl 147:5) de ouvir todas as orações que são feitas nos mais variados idiomas ao mesmo tempo no mundo e assim Deus fica ”preso” à obra humana pois só pode agir mediante o esforço humano e isso é condenado em e por toda a Bíblia, pois qualquer que seja o esforço humano, por trás dele existe o agir de Deus.

5º) São exclusivistas e consideram a salvação reduzida as suas denominações violando o mandamento-mor do Evangelho dizendo que a salvação está em Cristo (João 3:16; Atos 4:12) e não na CCB, Testemunhas de Jeová, Adventistas do Sétimo Dia e os Mórmons, isso só para citar as maiores e mais notáveis seitas pseudo-cristãs.

Por isso considero baseado na Santa e Infalível Palavra de Deus a CCB uma seita herética e pseudo-cristã e muitos infelizmente tem caído no erro de considerá-los como irmãos. Tomemos cuidado, pois nem tudo que parece, é (Provérbios 14:15)

Apologeta E.F.O.
(Pentecostal, Fundamentalista e Apologista-Polemista)

141 comentários:

Ricardo Coriolano - A Unção Atrai! disse...

Paz do Senhor,amados em Cristo Jesus, pela graça que nos foi revelado, amém.
Com relação a CCB, digo isto pela palavra do Senhor que nos últimos dias como diz Paulo em 2ª Timóteo 3.1-13, tempos difíceis sobrevirão, mas a resposta as seitas e heresias que estão se estabelecendo em nossos dias, são os versículos 13 a diante onde Paulo nos apresenta a Salvação pela fé em Cristo Jesus.
Além do mais eles (ccb) não consideram as outras igrejas como irmãos e dizem que a música é exclusividade deles, meu Deus somente cegos espirituais para seguir um lobo em pele de cordeiro, O SANGUE DE CRISTO TEM PODER, que Deus levante nestes últimos dias alguns MARTINHOS LUTERO para ir as praças e anunciar que somente Cristo salva e que Deus não se limita a invencionices. Que Deus em Cristo nos abençoe. http:\\ricardo-coriolano.blogspot.com
PS.: Sou novo convertido, tenho apenas quatro anos que aceitei a fé em Cristo Jesus e Ele tem me prometido coisas inefáveis que não é lícito contar.rsrs.

Valdivan Nascimento disse...

Parabéns ao apologeta Eduardo pelo texto esclarecedor. São muitos os cristãos evangélicos que desconhecem as doutrinas heréticas da chamada igreja do véu.

http://valdivannascimento.blogspot.com/

Gideões da ccb disse...

Meu caro irmãos Eduardo a paz esteja contigo, eu já fiz um esclarecimento a você por Email e agora vou te dar três dias pra você retirar esta matéria do ar ou você será processado por "difamação e calúnia" por denegrir a imagem da CCB em rede mundial sem conhecimento do que disse; eu vou ser bonzinho com você, porque vc é uma criança.

Aqui em Campinas SP, se levantou um dos vossos irmãos com esta guerra besta, criou um livreto chamado: ferramenta, as cem respostas contra a CCB, o caro vai pra cadeia, ok? Mais a vc eu vou te dar três dias, hoje é 10/07/2009, no dia 13/07/2009 se esta acusação ainda estiver aqui no seu blog, pode providenciar um bom advogado, se é que podes pagar um, que vc será processado, entendeu?

Adriano disse...

Sempre louvarei ao Senhor por levantar vaso como o irmão Eduardo França, para combater todas as frontas maliquinas que estar por trás de quatro paredes como, por exemplo, “A Igreja do véu” CCB. Que Deus seja Louvado.

Apologeta E.F.O. disse...

Ao Gideão da CCB:

Em primeiro lugar: Não sou seu irmão, pois demonstrei através do meu artigo, que a CCB é uma seita herética e perigosíssima para a genuína fé cristã e que não os tenho como tais (pela Palavra de Deus: II Jo 10 e 11). Mas não entendi porque você não quis se identificar! De que tem medo? Pelo que eu saiba quem não gosta de se identificar é o Maligno, e, com esse, parafraseando Jesus: Ele (O Maligno) nada tem em mim (João 14:30).
Jesus disse: Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas. (João 3:20). Ao contrário de sua pessoa me identifico, para mostrar que: Quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque são feitas em Deus. (João 3:21).
Em segundo lugar: Que esclarecimento foi esse que me fez? Que eu saiba, você não me mandou nenhum e-mail. Acho que você deve ter “sentido de Deus” (ou deveria chamar de histeria?) ou então, teve alguma “revelação” (ou deveria chamar de revelamento?) e estar me confundindo com outra pessoa....
Cuidado, pois: Quando o profeta falar em nome do SENHOR, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o SENHOR não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele. (Deuteronômio 18:22).
Em terceiro lugar: Você me ameaça dizendo que vai me processar? Essa não é a maneira cristã de resolver as coisas, pois caso você seja um cristão e confia nas “armas poderosas em Deus e não nas carnais” (II Co 10:4), como disse Paulo, deveria me responder com a Palavra de Deus, já que usei a mesma para mostrar os “erros debaixo do pano” da CCB.
Em quarto lugar: É só você me dizer em que errei quanto as práticas da CCB e retirarei o artigo do ar, pois que eu saiba (e estou apoiado pela maioria esmagadora dos estudiosos de heresiologia de livros que citam a CCB) todas essas práticas citadas são verdadeiras dentro da Congregação “Cristã” no Brasil.
Em quinto lugar: Obrigado por me chamar de criança, pois disse Jesus: E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus. (Mateus 18:3) e também: Jesus, porém, disse: Deixai os meninos, e não os estorveis de vir a mim; porque dos tais é o reino dos céus. (Mateus 19:14). Melhor ser uma criança salva, do que um adulto perdido.
Em último lugar: Meu advogado é Jesus Cristo (II João 2:1) e eu não preciso pagar nada a Ele, pois ele me defende DE GRAÇA e POR GRAÇA. Jesus já havia dito que os falsos profetas viriam até os crentes genuínos (Mateus 7:15) e Paulo disse que entrariam no seio da Igreja lobos cruéis que não poupariam ao rebanho (Atos 20:29).
Concluído espero que reflita, pois meu sincero desejo é que, por amor a sua vida, vejas em que abismo estás e siga o conselho da voz ouvida e pronunciada no céu dizendo: E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas. (Apocalipse 18:4).

Eduardo França de Oliveira (Pentecostal, Fundamentalista e Apologista-Polemista).

Valdivan Nascimento disse...

Ao invés de exigir a retirada do artigo, o "gideão da ccb" poderia tentar refutá-lo biblicamente, apresentando versículos bíblicos, que mostrasse a todos a fidelidade das doutrinas da CCB.
Ratifico o meu apoio ao Ev. Eduardo e vou postar o artigo no emu blog também.

http://valdivannascimento.blogspot.com/

Altar de Fogo disse...

Ao Irmão Ev. Eduardo,

Graça e Paz para com todos em Cristo Jesus...

Amado, realmente o mundo precisa de profetas "joão batista e Elias" como você... Que lutam pela verdade e mostram pela Luz da Palavra do Senhor. Fico maravilhado em saber que há pessoas que estão de olhos abertos e procuram mostrar aos " cegos" espiritualmente sobre o engano e erro em estar fazendo parte de uma igreja herética como esta. Que Deus lhes de muita força, ousadia na palavra, para que venha a cada dia mostrar através do Evangelho do Senhor Jesus Cristo os erros que se tem propagado neste seculo. Ao Gideão CCB, procura -te apresentar a Deus como obreiro aprovado, de boas obras, que manjem bem a palavra da Verdade... e abras os olhos que o tempo é oportuno, pois grande é e terrivel será para aqueles que fizerem apostasia do evangelho de Cristo.

Ev. Eduardo estou de apoio continuo e reforço que Deus venha a te dirigir a cada dia e levantar mais profetas para desmacarar as falsidades e ideoligias hereticas que corrompem no meio do povo de Deus.

A paz do Senhor

Anônimo disse...

VOCES ODEIAM A CONGREGAÇÃO CRISTA NE, PORQUE???
SO VEJO CADA VEZ MAIS MOTIVOS PARA DESCRER EM VOCES E CRER EM JESUS CRISTO.
''a inveja vem de satanas''

Ednaldo Brasileiro (GuardianFaith) disse...

Covarde anônimo, a ausência de sua identificação, só deixa mais transparente a fidelidade das verdades denunciadas sobre as falsas doutrinas da CCB, de que tem medo?: “No amor não há temor, antes o perfeito amor lança fora o temor; porque o temor tem consigo a pena, e o que teme não é perfeito em amor” (I João 4.18). Também da inabilidade e fundamento bíblico daqueles que se opõem à estas verdades, advogando hereticamente a causa da CCB: Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo.” (I Coríntios 3.11).
Não odiamos (odeio) a CCB nem mesmo aqueles que a ela pertencem, mas sim as falsas doutrinas nela praticadas e ensinadas por seus indoutos mestres: “E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne” (Judas 1.23).
Como você mesmo afirmou não procure crer em homens, mas sim na inspirada, santa e infalível Palavra de Deus, esta é a questão: Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; (II Timóteo 3.16).
Inveja? Porquê invejar a mentira e o injusto? Procuremos sim cumprir a Palavra que nos diz: “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai” (Filipenses 4.8).

Paulo Silvano disse...

Caro Eduardo França, Evangelista, Pentecostal, Fundamentalista e Apologista-Polemista,

Obrigado por visitar o Sinergismo. Agradeço pelo comentário oferecido que, presumo, consumiu boa parte do seu valioso tempo, enquanto Guardião da Fé.
Não fique muito triste não. Tristeza azeda o coração, inclusive a tristeza produzida pela apologia fundamentalista, que leva a Bíblia ao pé da letra, que têm aparência de piedade, mas no fundo nega a eficácia dela.
Acalme-se, pois a Verdade há de triunfar. Não a minha, a do Rubem Alves ou a sua, - que podem ser apenas trapos de imundície -, mas a Verdade de Deus.
Tranqüilize-se, pois todos os Guardiões da Fé geralmente se sentem muito ameaçados uma vez que chegam sempre atrasados a cena das discussões teológicas de vanguarda.
Outrossim, diante da ameaça que sentem os Guardiões da Fé, entendo a necessidade que assalta os seus corações no sentido de banir os hereges com os seus escritos, para tentarem cala-los.
Conselho meu: aquiete o seu coração, não tenha medo. Saiba que “no amor não há medo antes o perfeito amor lança fora o medo” (I João 4:18)

Um abraço
Paulo Silvano

Anônimo disse...

O meu nome é Aline Nunes. Procurando artigos sobre a congregação encontrei esta página e começei a ler. gostaria de manifestar a minha opinião relatanto o respeito que deve ser dado a cada religião. Não é porque se é membro disso ou daquilo ou querendo exaltar ou derrubar outra religião que se vence a apologia e a heresia. Não utilizando versos da sagrada palavra do Deus altissimo e julgando a uma ou outra forma de cada um procurar o encontro com jesus Cristo. O importante é voc~e ressaltar que ao invés de pessoas estarem abrindo bares e lugares de perdições que sim proclamem o nome do senhor...fui contra os seus argumentos. Como é mostrar luz se não seguir a verdade? Como ser um bom cristão? Como saber se por traz de uma pessoa que inflama qualquer uma das religiões cristãs não é um lobo em pele de cordeiro...???
Já que você fala mal dessa doutrina porque você não vai um dia lá na Congregação? Ore a Deus sente-se e peça que Deus te mostre um sinal..ouça a palavra duvido que ela não te esclareça o que vc relatou na sua pagina de internet... apologia e heresia é a internet que cada vez mais mancha o povo de Deus....pelo menos na congregação o pastor é Jesus Cristo que remiu os fiéis porque ele deu de graça o que de graça recebeu de seu pai e assim de graça e sem receber sálario algum senão a vitória de retornar ao lado do pai para interceder pelos que buscam o seu nome e buscando irá encontrá-lo. O importante é não dar 10% do sálario que a pessoa tem para ostentar luxos dos que se dizem pastores e não são. As pessoas esqueceram de anunciar que sentem paz porque foram tocados pelo amor de DEus e sim se glorificam pelo que recebeu nesse mundo...que ficará tudo aqui...mostram estatus socias. Na congregação não é preciso decorar assuntos a serem abordados para enganar os fiéis o conhecimento vem do senhor...existem muitos cegos que exortam a biblia com a sabedoria divina dada por Deus e não estudada. Existem pessoas que nunca foram numa escola e conseguem ler abiblia e exortar com magnifica sabedoria o que Deus os dá por misericórdia. Não é preciso estudo Porque jesus Cristo não foi a escola ler e Aos 12 anos com m asebdoria dada por Deus a seu filho ( que aliás ele dá aos seus filhos) ensinou e conversou com médicos aqui na terra isso não se nega não é? Busca a fé e a verdade e ela o libertará.. Busque numa fonte que possa te trazer verdade e riquesa de espirito. pela palavra de Deus recebo paz, sigo guiada pelo amor de Deus...e todas as minhas respostas são dadas de acordo com a minha necessidade assim como pedi que vc fisesse se caso recebesse esse convite de na sua atribulação ou duvida sem comentar com nenhuma pessoa na terra buscar só voc~e e Deus e ele te mostrará pela palavra na Congregação Cristã no Brasil tudo que voc~e deseja saber até o fundo da sua alma...quem dá sabedoria é Deus não esqueça disso antes de postar comentários...

Apologeta E.F.O. disse...

Bem Aline Nunes pelo visto você desconhece em que e quem crê, mas como apologista e desejando seu benefício vou respondê-la, como servo do Senhor.

1º}Você não deveria nem estar acessando esse blog, pois é proibido pelo ensinamento da sua seita o qual é um afronta a Palavra de Deus.

2º) Isso que você fala é relativismo exposado pela pós-modernidade e que é totalmente contrário a Palavra de Deus. Assim como Cristo e Paulo agiram ao condenar os erros doutrinários existentes em suas épocas, do mesmo modo a Palavra de Deus me admoesta assim: Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos. (Judas 3). Para você o que é batalhar pela fé? Paulo também acrescenta dizendo: Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade, é soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas, contendas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho; aparta-te dos tais. (I Tim 6:3-5). Pelo visto você desconhece esses textos...

3º) Pelo visto, você nem sabe o que é apologia e heresia e "a maior de todas as ignorâncias e falar sobre um assunto sobre o qual você nada sabe" (Isaac D'Israeli). Trocando em miúdos, apologia é o artigo que fiz e heresia é o que sua seita crê. Quando a Congregação Cristã no Brasil se voltar para Bíblia (bem como qualquer outra seita), não haverão mais ataques, é simples.

4º)É, Jesus ensinou que havia dois caminhos, mas só UM leva a ELE (Bíblia) (Mt 7:13-14; Jo 14:21, 23) . Eu não creio no provérbio japonês (nada contra os nipônicos) que diz que existem muitos caminhos para se chegar ao cume da montanha. Isso é universalismo que sua seita abomina até ao ponto de dizer que só vocês serão salvos.

Continua...

Apologeta E.F.O. disse...

Continuação:

5º) A religião que você chama de cristã, não depende do meu ou do seu julgamento, mas sim do julgamento da Bíblia. Não sei porque as pessoas tendem a fazer da Palavra de Deus a ré, em vez de ser a juíza e norteadora de nossas vidas (II Tim 3:16 e 17). Leia com atenção: A Bíblia é a verdade e SEMPRE será independente do que você crê, mesmo que sua seita ou qualquer movimento a distorça, ELA CONTINUA SENDO INFALÍVEL, GLÓRIA A DEUS! Ah, sim, Jesus ordenou aos seus servos em João 7:24 - Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça. Eu realmente não posso julgar por mim mesmo mas sim, debaixo da autoridade da Palavra de Deus.

6º) É simples, basta você analisar à luz da Palavra (I Ts 5:21) se o profeta é verdadeiro ou falso, lembre-se dos bereanos (Atos 17:11). Não bastam apenas revelações e visões (Deut 13:1-3), é necessário ver se ele prega e vive a verdade (Mt 7:24-25; Ap 1:3). Se o que uma pessoa diz está baseando na Bíblia, esse é um dos indícios de que o tal é um profeta de Deus. Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus. (II Coríntios 2:17).

7º) Você exalta o experiencialismo em detrimento da verdade. Não adianta ter só fogo no coração se não tiver luz na cabeça. Fogo no coração sem luz no entendimento é fanatismo desenfreado e luz no entendimento sem fogo no coração é discurso frio e racionalista. Isso é perigoso, pois o coração do homem é enganoso e perverso mais do que todas as coisas (Jr 17:9) e quem confia no seu coração é tolo (Prov. 28:26). Ande em sabedoria e serás salva, a começar saindo da CCB e indo para um igreja séria, segundos os padrões da Bíblia.
Por fim veja que Jesus crescia em graça e SABEDORIA diante de Deus e DOS HOMENS. (Lc 2:52). Quando a Bíblia cita os judeus espantados com Cristo dizendo: E os judeus maravilhavam-se, dizendo: Como sabe este letras, não as tendo aprendido? (João 7:15) apenas mostra que Jesus não tinha se filiado as Escolas de Shammai e Hillel que eram as maiores escolas rabínicas da época. Não faça apologia ao analfabetismo, principalmente o bíblico, isso é pecado e desconhecimento da própria Palavra. Lembre-se do que disse Salomão: O simples dá crédito a cada palavra, mas o prudente atenta para os seus passos. (Provérbios 14:15).

Obs: É, creio que você não leu mas precisa ler Efésios 4:11.

Evangelista Eduardo França (Pentecostal, Fundamentalista e Apologista-Polemista)

Paulo Silvano disse...

Caro Eduardo França (Evangelista, Pentecostal, Fundamentalista e Apologista-Polemista),

Rapaz! Você foi capaz de postar no blog do irmão Silas Daniel esse "aviso":
"NÃO VISITEM MAIS O BLOG "SINERGISMO" POIS O MESMO TEM CONTEÚDO PREJUDICIAL E É FEITO POR UM OPOSITOR DA FÉ CRISTÃ BÍBLICO-ORTODOXA)".
Porque, Para que, levar o seu descontentamento para outro blog?
Nunca podei você lá no Sinergismo!
Lá os comentários entram em tempo real, sem sensura. Tudo o que vc pretendeu mecomunicar está lá "ipse literis". Isso não te basta?
Deus perdoa quando damos uma de apologéta, mas fica muito triste quando tentamos anular o outro da maneira como o prezado irmão fez.
Pô logo vc que está dando duro para que eu não vá para o inferno!

Um abraço,
Paulo Silvano

alex carrari disse...

Admiro seu esforço, postando-se como paladino da reta doutrina. Mas sinceramente, poucas vezes vi alguém tão pedante e cheio de si, que se julga dono absoluto da verdade como você. Já que você se acha tão certo e absoluto na defesa da verdade, aceite o conselho da Aline Nunes, se é que tens coragem, e vá lá na porta da CCB pregar aos "heréticos". Ao invés de condená-los, ame-os. Aliás amar é mais um entre outros conselhos de Jesus que você ignora. Por acaso você já leu a parábola do Samaritano?

alex carrari disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Apologeta E.F.O. disse...

Caro Alex Carrari! Vejo que você se importa com o que posto e creio e isso é muito bom, diferente de pessoas que postam comentários nos blogs como Anônimos, parecendo ter medo de revelarem suas faces e o que crêem. Obrigado pelos elogios como: paladino da reta doutrina, arauto da reta doutrina, pois sou mesmo e Glória a Deus por ter me concedido brandir a espada do Espírito (Ef 6:17) (com muita honra e humildade, diga-se de passagem).
Onde foi que eu disse que sou "dono absoluto da verdade?" Creio que você me entendeu mal ou então foi tragado pelo relativismo que tem tomado conta do meio cristão. Apenas estou aqui para defender a fé cristã e se isso o incomoda creio que você deveria rasgar a Bíblia, pois é nela que me baseio. Uma pergunta: Onde foi que "condenei" alguém no meu artigo? Pelo contrário, expus os erros da CCB que não só eu, mas muitos estudiosos na área de apologética também os consideram como seita, sem falar que se as práticas da CCB (e de qualquer outro segmento que se diz evangélico) forem posições contrárias às da Palavra de Deus, não só eu como o próprio Deus condena tais práticas (Gl 1:8). O problema é que pessoas como você precisam de remédio, pois estão doentes e o remédio é a Palavra de Deus (Jo 8:32; Hb 4:12). Não se esqueça meu querido que a doutrina divide as pessoas. Esse foi o caso de Josué com o povo de Israel (Josué 24:15), Jesus disse que veio trazer espada/dissensão (Mateus 10:34; Lucas 12:51). Paulo afirmou que até importa que haja heresias para que os sinceros se manifestem (I Co 11:18,19); e eu apenas tenho cuidado de mim mesmo e da doutrina (II Tim 4:16), falo o que convém a mesma (Tito 2:1), batalhando pela fé (Judas 3), estando sempre preparado para responder a qualquer que me pedir a razão da esperança que há em mim (grego = apologia, I Pe 3:15) e, por fim, procuro ser ornamento da doutrina de Deus, meu Salvador (Tito 2:10). Você, pelo contrário, promove escândalo e dissensão contra a doutrina (Rom 16:17), é levado em roda por todo vento de doutrina (Ef 4:14) e não suporta a sã doutrina, tendo comichão nos ouvidos e amontoando para ti doutores conforme tuas próprias concupiscências (II Tim 4:3). Te dou um conselho e a todos que participam e lêem as postagens desse abençoado blog: Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus. Quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho (II João 9).

Obs: Amar não é passar a mão na cabeça de ninguém, pois o amor não se alegra com a injustiça, mas se regozija com a verdade (I Co 13:6)

Evangelista Eduardo França (Pentecostal Fundamentalista e Apologista-Polemista)

Apologeta E.F.O. disse...

Suspeito que você Alex deve fazer parte do Seminário Jesus e aquela grande controvérsia de dicotomizar o Jesus histórico do divino. Eu francamente não entendo como as pessoas querem fazer uma divisão entre Jesus e a Bíblia! Exemplo: Eu creio em Jesus, mas não aceito a Bíblia (que são as palavras DELE MESMO!) Quem é o ser humano e que instrumento de juízo ele pode usar para desfazer das palavras que são eternas (Salmo 119:89; Mateus 24:35; Marcos 13:31; Lucas 21:33)? A Bíblia nada mais é do que o registro inspirado por Deus da Suas Palavras desejando a salvação do homem (Atos 17:30; II Tim 2:4; II Pe 3:9)! Esses tais não possuem o conhecimento de Deus (I Co 15:34), Entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração (Ef 4:18), conformam-se com suas concupiscências que existem em suas ignorâncias (I Pe 1:14). É, realmente Satanás cegou seus entendimentos para que não lhes resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo (II Co 4:4) e estão presos pelos laços e vontade do diabo (II Tim 2:26). Cristo amado, o que esse povo tem feito com Tua Palavra?

Já é tempo de operares, ó SENHOR, pois eles têm quebrantado a tua lei. (Salmo 119:126)

Evangelista Eduardo França (Pentecostal Fundamentalista e Apologista-Polemista)

Anônimo disse...

Hélio Marques - SP

Li sua opnião A respeito da CCB, infelimente notei sua falta de conhecimento em relação às origens, usos, costumes e doutrinas pregadas por ela, para emitir tal opnião voce deveria ao menos ter algumas experiencia pratica na Congregação Cristã e possuir provas irrefutaveis de suas afirmativas. Voce porventura conhece o conteudo da Convenção de 1932 ? Ja ouviu falar do Historico da CCB de 1958 ? Conheces o modo de pensar de irmãos americanos, italianos e argentinos que fazem parte da Congregação Cristã ? Creio que não pois estas informações somente são conhecidas por aqueles que frenquentam a CCB e a tem por denominação evangelica. Meu amado, denominações cristãs historicas ao longo dos anos tem perdido e recuperado mensagens biblicas, com a CCB não é diferente agora equiparar ela a uma seita é afirmar que todos os seus integrantes estão sujeitos a não alcançar salvação atraves do FILHO DE DEUS, voce esta certo disso ? O fato de alguem pertencer a CCB fara com que ele seja condenado por DEUS ? Porque generalizar os irmaos integrantes da CCB ? Voce acha que nao tem cristaos sinceros nessa denominação comprometidos com o Evangelho Genuino de nosso amado SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO? Tenha equilibrio ao expor suas opniões, a Congregação Cristã é sim uma boa denominação para servir a DEUS como outras existentes em nosso territorio brasileiro, muito ela tem contribuido para a propagação do Evangelho no Brasil e no mundo e esta longe de ser o que foi descrito pela sua pessoa, como uma seita pseudo-cristã. DEUS guarde a sua vida, ame o evangelho, combata o erro existente nas denominações em carater respeitoso, não lute contra denominações lute sim contra os desvios propagados por alguns que desconhecem a sã doutrina e isso meu amado não é exclusividade de alguns membros CCB mas de muitos outros cristãos pertencentes as mais diversas denominações presentes no Brasil e no mundo.

Em Cristo

Hélio Marques

Apologeta E.F.O. disse...

Bem Hélio, primeiro não entendi porque o anonimato, isso não é uma maneira cristã de exortar uma pessoa, pois Jesus falava abertamente sem medo de ninguém (Mt 7:23; Mc 1:45; 8:32; Jo 7:26; 11:14; 16:29; I Tim 6:13) até os principados e potestades expôs publicamente (Col 2:15)! No Evangelho segundo João está escrito: Jesus lhe respondeu: Eu falei abertamente ao mundo; eu sempre ensinei na sinagoga e no templo, onde os judeus sempre se ajuntam, e nada disse em oculto (Jo 18:20). É muito fácil nos escondermos e publicarmos o que quisermos, mas isso é uma estratégia satânica, pois é satanás que esconde-se debaixo do manto de anjo de luz (II Co 11:14). Você errou o alvo caro Hélio pois creio que seu cometário não deveria ser dirigido a mim, mas aos adeptos da CCB que acham que só eles serão salvos e que o seu batismo é o único verdadeiro o que, no entanto, beira a blasfêmia pois a Bíblia ensina que a salvação está em JESUS CRISTO (Jo 14:6; Atos 4:12; I Tim 2:5 Hb 7:25) e que o batismo é EM NOME DO PAI E EM NOME DO FILHO E EM NOME DO ESPÍRITO SANTO (Mt 28:19) não existindo em nenhuma parte das Escrituras Sagradas NENHUM versículo que abone tais práticas. Você quer me desviar do alvo de que o fato da consideração ou conduta da CCB em outros países corrobore suas práticas supracitadas e que são escondidas das pessoas que se encontram fora da denominação. Também existe a questão que a CCB NÃO contribui para pregação do Evangelho pois os mesmos são contra as estratégias de evangelismo executadas pelas demais denominações taxando-as de hipócritas baseados numa interpretação conveniente à seita. Eu não julguei ninguém, não estou contra ninguém, desde que ninguém esteja contra A PALAVRA DE DEUS!

Evangelista Eduardo França (Pentecostal, Fundamentalista e Apologista-Polemista)

Alex disse...

Paz de Deus a todos, so gostaria de relatar neste artigo, de quem tem escandalizado o evangelho sao as igrejas evangelicas e seus pastores com suas emossiras de radio e com seus shows gospel, bem da verdade e que hoje todo mundo se diz ser crente pois virou moda, diariamente os canais de televisao estao debochando dessas igrejas e seus pastores, ainda nao as redes de telivisao falando mal da CCB, ninguem e obrigado a ser membro da CCB as pessoas congregao por vontade propia, nao temos radio, tv ou revistas e somos a igreja que mas cresce no mundo, porquer sera? tenho um amigo pastor que estava em uma grande sede recebendo um salario de 5 mil reais por mes, e quando ele ficou sabendo que riria ser transfirido pra uma outra regiao por um salario menor ele recusou a transferencia, ai eu pergunto porquer, qual o mais importante a obra ou o salario? amados nao sou contra a nenhum tipo de denominacao, sou um ex siminarista catolico e nem por isso escrevo algo metemdo o pau no catolicismo, vamos parar com esta bobagem e anunciar o evangelho, pois o mundo jas no maligno, as almas precisam ser liertas.Deus abencoe a todos.

Hélio disse...

"Você quer me desviar do alvo de que o fato da consideração ou conduta da CCB em outros países corrobore suas práticas supracitadas e que são escondidas das pessoas que se encontram fora da denominação."

Você acha que conhecer a conduta da CCB em outros paises é desviar do seu alvo? Ao contrario de sua afirmação equivocada de que a conduta dos membros da CCB em outros paises são escondidas das pessoas que se encontram fora da denominação quero te chamar a atenção para um detalhe, não são escondidas e sim DESCONHECIDAS, é diferente, ademais tais condutas puramente cristãs não são exercidas somente pelos membros de outros paises mas tambem por muitos irmãos brasileiros. Medite na seguinte frase que tirei do teu blog “A maior de todas as ignorâncias é rejeitar uma coisa sobre a qual você nada sabe.” (H. Jackson Brown)
Por que rejeitar o conhecimento da CCB em outros paises e mesmo dentro do Brasil?

Com seu escrito sobre a CCB voce acabou fechando num so pacote TODOS os seus membros afirmando que somos de uma seita heretica. Ora todos aqueles que participam de uma seita heretica jamais conseguirao alcançar Salvação pela Graça de DEUS, voce acha justo eu tomar como exemplo alguns ou muitos membros de sua instituição que nao cumprem com a palavra de DEUS e tachar toda sua denominação como seita heretica? Quer dizer entao que a conduta desses membros seja eles lideres ou não responde por toda instituição? Se algum ou varios lideres da denominação que voce frequenta sao hereticos isso tambem te fara um cristao heretico? Medite nisso amado. O fato de algum cristão pertencer a CCB fara com que seja condenado por DEUS? Quer dizer que a minha salvação dependera de eu pertencer a CCB ou não? Triste quando alguem da CCB afirma que fora dela não há salvação e triste tambem voce afirmar o oposto, se algum membro da CCB erra por afirmar que a salvação esta na CCB voce tambem erra ao dizer o inverso pois a Salvação não esta nem dentro e nem fora de denominação alguma e sim em JESUS CRISTO NOSSO SENHOR, reflita tambem em João 14:6. Da mesma maneira que eu chamo a atenção de um membro da CCB quando afirmam que a salvação depende da denominação o qual o homem pertencer eu tambem chamo a sua atenção, logo eu não errei meu alvo ao me dirigir a voce. Lembre-se, afirmando com todas as letras que a CCB é uma seita heretica em outras palavras estara afirmando que os membros da CCB nao alcançarao a Graça de DEUS, visto que em verdadeiras seitas hereticas isso não é possivel.

Hélio disse...

Tentei postar a alguns dias atraz mas nao consegui, porem vou dividir o texto em duas partes...

Caro Eduardo França

Apesar de ter postado como anonimo eu me identifiquei é que na tentativa de vincular meu comentario à minha conta no google deu erro em meu computador, porem ao ler suas palavras sendo refutado biblicamente pela sua pessoa tentarei da proxima vez postar comentarios atravez de minha conta para assim fazer valer meus post's em seu blog.

Gostaria de fazer algumas ponderações sobre tua resposta.

"É muito fácil nos escondermos e publicarmos o que quisermos, mas isso é uma estratégia satânica, pois é satanás que esconde-se..."

Somos cristãos e adultos, eu nao me escondi para publicar em seu blog muito menos usei de uma estrategia satanica ao me direcionar a sua pessoa, não precisava ser apelativo desse jeito, acabei sendo julgado por voce sem ao menos saber minhas intenções ao te escrever. Se tiver duvidas em relação à minha pessoa pode ficar a vontade em procurar saber quem sou, não tenho por que me esconder, não precisa invalidar meu escrito somente por que postei como anonimo (apesar de ter dito meu nome).

"Você errou o alvo caro Hélio pois creio que seu cometário não deveria ser dirigido a mim, mas aos adeptos da CCB..."

Não errei o alvo ao me dirigir a sua pessoa, creio que comentarios respeitosos postados em seu blog são bem vindos mesmo que tais comentarios seja para ir na tua contra mão em algumas partes de suas inumeras afirmativas em relação á CCB. Tenho certeza que você não se julga dono da verdade, então por que não ouvir a opnião de um membro da CCB sobre seus escritos fazendo valer da sua parte o conselho do Apostolo Paulo escrito em I Tessalonicenses 5:21?
Ademais não costumo economizar palavras para apontar os erros doutrinarios exercido por alguns membros dentro de minha propria denominação.
Continua...

Hélio disse...

E para concluir:

"Eu não julguei ninguém, não estou contra ninguém, desde que ninguém esteja contra A PALAVRA DE DEUS! "

Procure saber o real significado da Palavra julgar, da maneira que escreveu da a margem para que pensamos que o julgamento é algo ruim, voce julgou sim a CCB ao afirmar que ela em sua totalidade é uma seita heretica e para esse julgamento voce usou de recursos desprovidos de total conhecimento inclusive propagando em seu blog inverdades e meias verdades, da mesma maneira que voce me refutou por que postei como anonimo atravez da Palavra eu tambem te refuto.

"Mentir é falar ou dizer algo contrário à verdade; é a expressão e manifestação contrária ao que alguém sabe, crê ou pensa. Pode-se crer na mentira, falar mentira e praticar a mentira. É o engano em seus diferentes aspectos; nocivo ao ser humano e ofensa grave diante de Deus. O diabo é o pai da mentira (João 8:44) e, portanto, a mentira é um instrumento diabólico que o homem usa para sua própria perdição. O mais triste é que o homem ama a mentira, não ama a verdade pois ele é mau por natureza (Romanos 1:25; Apocalipse 22:15)." (Autor desconhecido)

Ame a verdade amado, e analise esse texto sem preconceitos por eu pertencer a CCB. Não estou defendendo a CCB e nem concordo com muitas das praticas realizas e afirmadas POR PARTE de seus membros, sou a favor da PALAVRA e nao admito que toda instituição CCB seja considerada heretica e anti-cristã, procure meditar tambem em São Mateus 13:24-30, no campo do senhor existe o joio, mas tambem existe o trigo e dentro da CCB não é diferente...

Quanto a julgar leia tambem Jo. 7:24, e procure julgar coisas de acordo ao reto juizo de DEUS, exponha heresias e erros doutrinarios sim, mas não mire em instituições, se atenha ao erro somente, assim voce evitara atingir inocentes e verdadeiros cristãos dentro da CCB que amam o Evangelho de nosso Senhor e Salvador JESUS CRISTO tão somente se guardando de propagar informações sobre as quais voce não possui total dominio.

DEUS abençõe tua vida, aguardo retorno

Hélio Marques, São Paulo-Mauá, 24 anos de idade, Cristão por Graça e Misericordia de DEUS servindo a ELE em temor e tremor. Jovem que pertence a JESUS contudo frequentando a CCB a mais de 10 anos tendo consciencia que isso não me levara a DEUS e sim o apego a SUA PALAVRA considerando que a Salvação esta somente em CRISTO JESUS NOSSO AMADO SENHOR, A ele toda honra, glória e louvor para sempre Amém !!!

Hélio disse...

"Também existe a questão que a CCB NÃO contribui para pregação do Evangelho pois os mesmos são contra as estratégias de evangelismo executadas pelas demais denominações..."

Voce possui provas dessa afirmação acerca de nossas estrategias de evangelização? A prova que voce deve ter são aquelas pescadas na Internet, livros e frutos de opniões alheias, mas nenhuma opnião é mais forte do que a de um membro que esta a 10 anos na instituição, e te garanto, isso não passa de uma lenda, uma verdadeira falácia. Conheço varios irmaos na CCB que evangelizam nos morros cariocas indo de porta em porta anunciando a Cristo, outros que evangelizam em presidios, casos de irmaos que abriram mao de suas vidas para ir á Africa anunciar o Reino de DEUS, outros que frenquentam casa de recuperação de dogrados para levar a palavra de DEUS aos cativos, nesses 10 anos vi muita coisa boa dentro da CCB, essa sua afirmação denota sua total falta de conhecimento sobre as verdadeiras praticas adotadas por muitos dentro da CCB, mas não te culpo por pensar assim não amado isso é fruto de pessoas desavisadas dentro da CCB que infelizmente ofuscam o evangelho de Cristo, porem muito injusto o mal testemunhos desses carimbar todos os membros da CCB sem excessao, para reforçar medite na frase do seu blog “A maior de todas as ignorâncias é rejeitar uma coisa sobre a qual você nada sabe.” (H. Jackson Brown),entao não rejeite o que eu acabei de te escrever, voce nada sabe sobre a CCB e muitos da CCB nada sabem sobre outras instituições cristas serias presentes em nosso pais, pois se soubessem certamente não abririam a boca para professarem mentiras e uma serie de inverdades a respeito de coisas que fogem da nossa ossada.
Continua...

Apologeta E.F.O. disse...

Alex, suas palavras revelam sua total falta de conhecimento bíblico. Em primeiro lugar, o fato de existirem pastores e pessoas dentro do protestantismo que escandalizem o mesmo, é prova cabal de que as palavras de Jesus eram verdadeiras. Ele mesmo afirmou que "é IMPOSSÍVEL que não venham escândalos, mas ai daquele por quem vierem! (Lucas 17:11). O Apóstolo Paulo categoricamente disse: E que de entre vós mesmos se levantarão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si. (Atos 20:30) Pedro também fez coro com seu irmão e com seu Mestre dizendo: E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.(II Pe 2:1). Por isso o que você afirma não é nenhuma novidade e porque não dizer, você não descobriu a roda. Agora usar disso para dizer que a sua denominação é a melhor e a que mais cresce no mundo (o que é uma inverdade) é falta de lógica e maturidade comportamental.
Mais uma vez você desconhece o Evangelho ao afirmar que por ter estudado em um seminário católico e não "meter o pau" no catolicismo revela seu amor por essa seita. Ao contrário, revela sim, sua omissão e falta de obediência a Palavra de Deus, pois não devemos "comunicar com as obras infrutuosas das trevas, mas antes condená-las. (Ef 5:11). Quem disse a você que Evangelho é uma mensagem que agrada os corações? Paulo disse a Tito que havia muitos "desordenados, faladores, vãos e enganadores, principalmente os da circuncisão, aos quais convém TAPAR A BOCA; homens que transtornam casas inteiras ensinando o que não convém, por torpe ganância." e manda: Portanto, repreende-os severamente, para que sejam sãos na fé. (Tito 1: 10-11,13). Deus ordena que devemos viver "retendo firme a fiel palavra, que é conforme a doutrina, para que seja poderoso, tanto para admoestar com a sã doutrina, como para CONVENCER OS CONTRADIZENTES." (Tito 1:9). É necessário que, antes de postar algum comentário, você procure analisar o que está escrevendo para não incorrer em erro, meu caro.

O tolo não tem prazer na sabedoria, mas só em que se manifeste aquilo que agrada o seu coração. (Prov 18:2)

Evangelista Eduardo França (Pentecostal, Fundamentalista e Apologista-Polemista)

Hélio disse...

Eduardo a paz do Senhor, sou eu novamente o Hélio, gostaria que fizesse uma analise nos comentarios que eu envei e os divulgasse no blog, uma vez que voce afirmou que eu usei de uma estrategia satanica ao postar como anonimo (mesmo revelando meu nome). Como esse espaço é democratico creio que voce nao se importaria de postar minhas opniões não é mesmo? Acerca do seu ultimo comentario como resposta ao Alex tem prevalecido a PALAVRA DE DEUS em seu escrito, isso que importa. O que voce escreveu deve ser aplicado a CCB tbm amado, que culpa os sinceros dessa denominação tem de certos ensinos e praticas falsas ser realizado pelos demais membros. Eu questionei voce em outros comentarios e ate agora nao tive respostas. Quer dizer que seu ultimo comentario somente pode ser aplicado para TODAS as denominaões evangelicas do planeta, menos para CCB? Gostaria que voce mudasse sua postura em relação a CCB e ao critica-la ser mais coerente não generalizando-a em sua plenitude, se for possivel reescreva esta materia, mantenha as criticas porem nao de margem para acharem ou pensarem que a CCB é uma seita heretica, ela é uma denominação crista como outra qualquer com seus problemas internos propagados por aqueles que nao conheceram ainda o VERDADEIRO EVANGELHO, mas graças dou a DEUS por existirem VERDADEIROS CRISTAOS tanto na CCB como em diversas instituições espalhadas mundo afora...
Se porventura voce nao recebeu meu email ou nenhum comentario ou nao teve tempo para me responder te peço perdão pela cobrança...
DEUS te abençõe !!!!
Aguardo retorno

Apologeta E.F.O. disse...

Quero, em primeiro lugar, deixar claro que sua persistência em me escrever denota seu interesse em debater sobre a Verdade e isso é muito bom! Segundo, você é bem detalhista como eu e isso é muito importante, pois creio que as refutações devem ser feitas ponto-a-ponto para não deixar nenhuma dúvida. Mas sem mais delongas, vamos às respostas:

1º) Meu caro, você distorceu minhas palavras que foram: Bem Hélio, primeiro não entendi porque o anonimato, isso não é uma maneira cristã de exortar uma pessoa... fizeste isto para seu bel-prazer e isso é contrário ao Evangelho de Jesus. Eu o exortei e repreendi biblicamente e não fazendo pré-julgamentos a sua pessoa. Tem mais: eu recebo comentários de anônimos que em nada contribuem para uma crítica abalizada, mas simplesmente "falam por falar". Pelo visto você não é um dos tais, pois mostraste sua face.

2º) Sim, todas as críticas são bem-vindas, desde que feitas com base e não de blá-blá-blá. Realmente não me julgo dono da verdade mas isso faz parte da cruz que todo cristão-apologeta carrega. Somos taxados de intolerantes, desarmônicos, sem paz, sem amor, endemoninhados, etc.. Estou acostumado com isso. Estou disposto a lhe "escutar" caro Hélio. Isso também faz parte da apologética (I Pe 3:15). Até mesmo no A.T. é dito: O que responde antes de ouvir comete estultícia que é para vergonha sua. (Prov 18:13)

3º) Eu nada rejeitei, mas sei por experiência que todos os adeptos de seitas como tjs, adventistas mórmons, etc, NUNCA vão admitir que existem erros em suas seitas mas ao contrário, vão exaltar os pontos que combinam com as demais denominações só para fazer proselitismo ou popuarmente falando "pescar no aquário dos outros". As doutrinas que condenam as seitas são sim ESCONDIDAS das pessoas que não estudam apologética (e nisso infelizmente estão incluídos os protestantes). Eu não disse a você que o "desconhecimento" que você disse que possuo é me desviar do alvo, mas sim que quando você abona uma denominação simplesmente por sua consideração em outros países isso sim é tentar me desviar do alvo e é pragmatismo. Uma coisa não é certa porque é considerada certa, ela é e sempre será certa independente do que as pessoas pensem. Reflita nesse ditado: " A verdade é verdade ainda que ninguém nela confie e a mentira é mentira ainda que todos nela creiam."

continua...

Apologeta E.F.O. disse...

Continuação...

4º) Eu não fechei ninguém em nenhum pacote, foram vocês mesmo que se fecharam pois afirmam tais heresias. Contudo, creio no que disse Cristo: Ora, se um cego guiar outro cego, ambos cairão na cova. (Mt 15:14) e também faço minhas as palavras de Paulo: Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes. (I Co 15:33). Não é boa a vossa jactância. Não sabeis que um pouco de fermento faz levedar toda a massa? (I Co 5:6). Nesse último texto Paulo se refere a tirar o mal do meio da igreja, pois estavam correndo o risco de que todos "naufragassem na fé". Eu não afirmei em momento nenhum que a salvação estava em minha denominação ou em qualquer outra, mas se uma pessoa é adventista e só porque ela é sincera em sua fé, boa cidadã, isso não a isenta da condenação do inferno, pois a mesma encontra-se dentro de uma denominação que prega que Jesus e o Arcanjo Miguel são a mesma pessoa e isso pode levá-la ao inferno! Não venha com essa de sinceridade x verdade, pois se algum líder ensina errado, não importa o quanto essa pessoa seja inocente. Se um cego guiar outro cego...

5º) Vocês adeptos de seitas sempre desprezam o conteúdo dos livros, revistas e demais publicações quando lhes convêm. Isso é "tapar o sol com a peneira". Quando alguma publicação revela algo que lhes convém vocês apóiam, mas quando é contra, rejeitam. Devemos viver a Verdade. Eu não sou a favor da Renascer em Cristo e considero ridícula a tentativa de "botar panos quentes" em uma notícia que se tornou pública e ainda mais afirmar que trata-se de "perseguição espiritual". Isso é ridículo e totalmente anticristão. Como coloquei no artigo: Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo! (Is 5:20)

continua...

Apologeta E.F.O. disse...

Continuação...

O Credo da CCB pode ser resumido assim: 01 - Só existe salvação na gloriosa Congregação. Ela é a verdadeira graça, o tronco principal são apenas ramos;

02 - O Espírito Santo dirige tudo: não é necessário se preparar, examinar ou meditar nas Escrituras Sagradas. Não pode estudar a Bíblia, pois não foi feita para ser estudada, mas para ser obedecida;

03 - Só o batismo efetuado na CCB é verdadeiro;

04 - Está espiritualmente acima de qualquer outra denominação, porque é a única igreja em que as mulheres observam a prática do uso do véu no culto, conforme I Cor. 11.1-16;

05 - A irmandade deve saudar com a "paz de Deus" e nunca com a "paz do Senhor" porque existem muitos senhores, mas Deus existe um só;

06 - Está espiritualmente acima de qualquer outra denominação, porque é a única denominação que observa prática do "ósculo santo";

07 - É pecado dar o dízimo, porque o dízimo está na lei e nós estamos na graça;

08 - Só existe um pastor da igreja: Jesus Cristo; os demais pastores são homens carnais;

09 - Não devemos pregar o evangelho, porque o evangelho não pode ser escandalizado: só se deve pregar se Deus mandar;

10 - Só podemos orar de joelhos.

Se você desconhece isso ou não aceita que sua seita pregue isso, peço que compre e leia o livro de Raimundo de Oliveira: Seitas e Heresias - Um sinal dos Tempos.

Meu conselho: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas. (Ap 18:4)

Evangelista Eduardo França (Pentecostal, Fundamentalista e Apologista-Polemista)

Hélio disse...

Recebi todos seus comentarios em meu endereço de email. Obrigado pela respostas.

Infelizmente nada do que escrevi mudou uma virgula do que voce pensa sobre a CCB e continua generalizando de forma extremista os pertencentes a ela. Ao escrever que existe cristãos sinceros dentro da CCB nao quiz dizer sinceros quanto à denominação e sim sinceros quanto ao VERDADEIRO EVANGELHO. Concordo com voce quando afirmou que o fato de algum adepto de seita ser sincero nao lhe garante salvação, voce inclusive deu exemplo dos Adventistas do Setimo Dia. A cada resposta sua eu percebo que voce nao quer dar ouvidos ou o braço a torcer pelo fato de existir cristãos na CCB que aprenderam la dentro o verdadeiro sentido do Evangelho. No final da sua resposta chamou mais uma vez a CCB de seita, equilibrio amado nas suas ponderações, a CCB nao e uma seita. Dentro de diversas denominações, inclusive na sua existem membros que agem com heresias, um exemplo é a Assembleia de DEUS, mas isso a configura uma seita? Claro que não. Voce acabou de responder ao Alex a respeito de heresias que estao nas igrejas e disse que tudo isso era mister, isso somente nao se aplica a CCB nao e mesmo?

"O Credo da CCB pode ser resumido assim:"
Voce acha que conhece a CCB mais do que uma pessoa de la ao escrever esses credos ai. Nao vou tirar sua razao nao realmente muitos pensam dessa maneira mesmo, triste isso, mas muito me alegro numa parte, por outro lado conheço varios irmaos que preservam a verdadeira DOUTRINA DE CRISTO.
Vou te fazer umas perguntas
Voce conhece o estatuto da CCB de 1932?
Ja ouviu alguma pregação do irmao Arquimedes da LAPA?
Conhece o historico de 1958?
Tem ideia de como foi desenvolvida a Congregação Cristã no Chile (teve a participação de 4 irmaos brasileiros)?
Conhece o comportamento dos irmaos da CCB da regiao de Sao Mateus no bairro Pq das Flores?
Como suas respostas foram não procure conhecer melhor a CCB antes de tomar posições extremistas e preconceituosas generalizando todos os pertencentes a CCB.
Tenho somente mais uma pergunta, voce ao menos me considera como Irmão? Essa mesma pergunta eu faço para certos membros da CCB que afirmam que somente nela possui salvação.

Carlos Andre Pscheidt disse...

Caro amigo, seu blog é bastante interessante. Tem bons comentarios. Gostaria de lhe fazer uma observação quanto a esse artigo em sua referencia a igreja Adventista. Ela, em sua posição oficial, nunca afirmou que a salvação vem através da igreja. Em sua teologia prega salvação unicamente pela fé em cristo Jesus. Sou Adventista de terceira geração e nunca vi nem meus pais e nem meus avós dizerem que apenas adventistas serão salvos, nenhum livro que li da igreja até hoje fez essa afirmação, muito menos que a salvação é por qualquer outro metodo que não seja Cristo.
Bom meu caro, se você cre na salvação unicamente pela graça de nosso Senhor Jesus eu posso, e quero, sem nenhuma demagurgia, te chamar de irmão em Cristo. Mas, em sua afirmação, você diz que não pode nos considerar como irmãos. Então eu pergunto: Quem está sendo exclusivista aqui? Quem esta encinando salvação pelos seus encinamentos concorrendo assim com a graça de Cristo? Quem está fazendo acepção de pessoas?
Espero sua resposta.

Apologeta E.F.O. disse...

Caro Hélio, sua insistência é louvável, mas inútil! Infelizmente seus comentários estão baseados na mesma premissa: pragmatismo. Não importa quantas pessoas sinceras e piedosas existam na CCB, se elas estão lá ainda não conhecem o verdadeiro Evangelho. Será que eu posso dizer que existem pessoas sinceras nas Testemunhas de Jeová, Adventistas do Sétimo Dia, Mórmons, que, se continuarem praticando suas doutrinas vão para o ceú pelo fato de serem sinceras? Creio que nem você vai concordar com isso! Não adianta insistir, pois seus argumentos não estão baseados na Palavra de Deus, visto que você não os cita nos mesmos. Você cita irmão Arquimedes, irmãos do Chile, irmãos, irmãos e irmãos.... O fato aqui meu caro, não são os irmãos que você conhece ou que são famosos, mas sim a crença da CCB! Nos seus 12 pontos de fé são ortodoxos, mas assim como os Adventistas, em sua crença interna são hereges. E não sou só eu que digo isso! Veja os artigos do CACP (Centro Apologético Cristão de Pesquisas) e o livro do Pr. Raimundo de Oliveira - Seitas e Heresias: Um sinal dos tempos. Se a maioria das pessoas não os considera como seita isso não importa, pois números nada querem dizer. Uma grande parte do mundo é muçulmana, e eles também podem citar diversos exemplos de pessoas piedosas lá dentro. Isso os torna uma denominação cristã? Esses são os últimos comentários seus que eu publico, a não ser que você se arrependa e saia da CCB, pois por mais que eu tente você não aceita a Verdade. Venha com provas e não coms testemunhos de irmãos, pois mostro para você dezenas de testemunhos de pessoas que pensam que cristãos podem ser possessos por demônios e ainda assim continuarem sendo cristãos. Deixe esse caminho e volte para Palavra de Deus!

Evangelista Eduardo França (Pentecotal, Fundamentalista e Apologista-Polemista)

Apologeta E.F.O. disse...

Então caro Carlos, não leste os livros de sua própria denominação? Que vergonha! Citarei apenas algumas referências:

1ª) “Santificar o Sábado ao Senhor importa em salvação eterna”.- Testemunhos Seletos, vol. III, pág.22, EGW ed.1956).

2ª) “...a grande e maravilhosa mensagem dos três anjos deve ser levada avante, agora como nunca antes. O mundo deve receber a luz da verdade por meio do ministério evangelizador da palavra, contida em nossos livros e periódicos...Façamos o mundo ver que aqui estão ‘os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus’ (Apoc. 14:12).” - Revista Adventista, Fevereiro de 2001 página 6.
Volte para Cristo e saia dessa denominação herética, pois em nada contribui para salvação, mas para perdição das almas.

Evangelista Eduardo França (Pentecostal, Fundamentalista e Apologista-Polemista)

Anônimo disse...

A Paz de Deus a todos!!!
Estou estarrecido ao ver irmãos se debatendo com palavras de ofensas entre si querendo demostrar superioridade de conhecimento enquanto satanás faz a festa aqui fora entre drogrados,encarcerados,prostitutas e etc.
A constituição brasileira garante a todos o direito de expressar suas opniões e estou bestificado em ver um irmão da minha amada ccb ficar irado com o blog do irmão que fez seu comentario a respeito da ccb. Ao irmão da ccb tenha a dizer que vc vai ter que processar muita gente e creio que vc vai viver só para isso!!! E para o irmão que é o dono do blog, continue assim, como Deus concede que vc seja - esse é o seu tempo -e por favor não deixe a ira te apanhar e dar direito a satanás e toda a sua legião de fazer comentarios como vc fez "que não considera os irmãos da ccb" isso não é bom prá tua alma! Lembre-se amados, fomoos chamados para fazer a diferença e não para criar diferenças; e," nossa luta não é contra a carne e nem o sangue".Que Deus abençõe ricamente a vida de vocês e prosperem os vossos caminhos!
Nilton C. Pires

sanchestoy disse...

Evangelista Eduardo França (Pentecostal, Fundamentalista e Apologista-Polemista)

Irmão, te apoio em suas palavras.
As pessoas não querem saber da verdade, só querem saber de defender suas ideologias.

Sim devemos ser radicas contra o pecado, e não simplesmente aceitar tais doutrinas que vão fora da palavra.
Desde o começo dos comentários ninguém defendeu tais doutrinas da CCB com base bíblica.
Realmente objetivo não é pescar em aquário, mas sim servir de canal e instrumento de Deus para instruir o povo.
Irmão, fico feliz quando vejo irmãos como você que se dedicam e cumprem o seu chamado aqui nesta terra.

Sei que você não fala desta forma com intenção de incendiar as discussões, e nem para piorar o clima.

Nossa luta nesses últimos dias realmente deve ser agressiva, isso é uma guerra.

Só lhe peço que continue assim ...firme!!... tenho certeza que você foi criado para isso.(sinto paz ao escrever isso pois fui direcionado).

aprendi muito aqui nesta hora de leitura. se puder responder no meu e-mail, pois achei esta pagina por acaso em uma pesquisa.

André Sanches, Ministério Geração de Adoradores. CG MS

Apologeta E.F.O. disse...

Ao caro Nilton:

Realmente meu nobre, tenho o direito de me expressar de acordo com a Constituição Brasileira, mas ainda que esta me proibisse "mais importa obedecer a Deus que aos homens" (Atos 5:29). Deixo esclarecido que não estou fazendo apologia à anarquia, pois esse sistema de governo é antibíblico.
Eu não estou querendo demonstrar superioridade de conhecimento perante ninguém mas "Porque em nada me sinto culpado; mas nem por isso me considero justificado, pois quem me julga é o Senhor." (I Co 4:4) Eu posso dizer isso e todos aqueles que seguem a verdade conforme a Palavra de Deus, mas esse de maneira alguma é um argumento saída-pela-direita, mas demonstro com isso, fazendo coro com o Apóstolo Paulo que não posso ser julgado pelos hereges e ímpios, pois os tais possuem uma mente natural (I Co 2:14), e satanás cegou seus entendimentos, conquanto já eram incrédulos (II Co 4:4). Meu caro, eu tenho o dever de batalhar pela fé (Judas 1:3), estar SEMPRE preparado para RESPONDER (I Pe 3:15), tapar a boca dos desordenados, faladores, vãos e enganadores, convencer os contradizentes e, finalmente, admoestar os hereges uma e outra vez (Tito 1:9,11; 3:10,11 respectivamente). Por isso "Se alguém cuida ser profeta, ou espiritual, reconheça que as coisas que vos escrevo são mandamentos do Senhor." (I Co 14:37)
Portanto, quem despreza isto não despreza ao homem, mas sim a Deus, que nos deu também o seu Espírito Santo. (I Ts 4:8)

Evangelista Eduardo França (Pentecostal, Fundamentalista e Apologista-Polemista)

Apologeta E.F.O. disse...

Grato por suas palavras irmão André Sanches. Bem diz a Palavra do Senhor Eterno: Que um outro te louve, e não a tua própria boca; o estranho, e não os teus lábios. (Prov 27:2) Mas eu bem sei que "não é aprovado quem a si mesmo se louva, mas, sim, aquele a quem o Senhor louva." (II Co 10:18)

Obs: Quando quiser, o blog está à sua inteira disposição, pois como ministro de Cristo e despenseiro dos mistérios de Deus (I Co 4:1), estou aqui para aperfeiçoamento dos santos, obra do ministério e edificação do Corpo de Cristo (Ef 4:12)

Evangelista Eduardo França (Pentecostal, Fundamentalista e Apologista-Polemista)

Alex carvalho disse...

Irmão Eduardo,que Deus em Cristo continue-lhe dando graça para desmascara este grupos herético.

samuel disse...

Estou pensando em abrir um blog com o Título: "A VERDADEIRA FACE DO CACP E SUAS RAMIFICAÇÕES", por certo já deve ter alguns por aí...
Voces tem a desfaçatez de chamar de covardes quem não se identifica, mas, ágem covardemente, quando por detras de um teclado, no conforto dos vossos domínios, insultam as pessoas e suas instituições!. Porque não vão nas portas das instituições, que vcs insultam, e divulgam as suas heresias, como opinou um post acima?... Porque não liberam os posts das pessoas mais esclarecidas, que respondem aos vossos ataques, e espõe toda vossa hipocrisia e desfaçatez?...
Como bem escreveu alguém acima: "Sinto pena de quem cruzar o vosso caminho", pessoas humildes que mal sabem responder aos vossos ataques; a estes vcs se dispõe a responder, como quem, sentindo-se estar por cima da carne seca!. Isto sim é covardia... Liberem este meu post no blog, sejam corajosos, conforme querem
se fazer passar... Não me venham com a dissimulação de refutar vcs baseado nas Escrituras, pois, fazer uso das Escrituras para se auto-justificar ou condenar a outros, isso eu não faço, deixo isto para o Supremo Juiz; e mais, não quero ser dissimulado, pois sei muito bem, com que tipo de "pessoas" estou lidando...

Apologeta E.F.O. disse...

Realmente se eu não conhecesse o Deus Verdadeiro a quem sirvo em meu espírito, segundo o Evangelho de Seu Filho (Rm 1:9) ficaria perplexo (leia-se escandalizado) com uma pessoa como você. Infelizmente pessoas como você, usam de falsa modéstia e na verdade com seus argumentos "tem aparência de piedade, mas negam-lhe a eficácia" (II Tim 3:5). Você mancha a imagem do Evangelho com seus argumentos "MST" de uma evangelho "ação social" que diz agir em favor dos pobres mas nega a doutrina bíblica. Sua filosofia é a mesma de Judas Iscariotes que queria que se economizasse o dinheiro do unguento de nardo puro e o vendesse pelo preço de 300 denários sob a jutificativa de guardar o dinheiro para Deus, mas que na verdade era ladrão e roubava do que entrava no saquitel feito para manutenção da obra do Senhor (João 12:4-6). Não se esqueça meu querido "O ensino revela o destino". Você deveria tomar como exemplo de prudência os bereanos que "receberam de bom grado a Palavra, conferindo nas Escrituras se estas coisas eram assim" (Atos 17:11).

Em tempo: O verdadeiro servo do Senhor se atém às interpretações que mais se achegam às verdades da Escritura e não conforme o seu bel-prazer seu "Che Guevara evangélico".

Obs: Publiquei seu "manifesto cristão" ò esclarescido!

Evangelista Eduardo França (Pentecostal, Fundamentalista e Apologista-Polemista)

Samuel Costa disse...

Eu sei que vcs relutam em publicar meus textos, pois julgam inapropriados ou carregados de ressentimentos, o que é verdade!.
Veja a tua resposta, recheada de "atributos conotativos jocoso"; veja num outro texto as figuras representativas, "Mona-mula"? ou coisa que o valha!; quer ofensa mais explícita que isso?. Não precisam publicar meus textos, se não quiserem, mas saibam que assim como vcs se sentem ofendidos com os meus textos, ou de outros, lembrem-se, somos seres humanos como vcs, e que essa relutância de nos desqualificar ou excluir-nos do rol Cristão, nem vcs nem ninguém tem esta autoridade, assim como nós também da mesma forma, referente a vcs...
Porque não baixarmos as armas, e cada qual seguir as suas convicções, sejam certas ou erradas, do nosso ponto de vista?!
O mundo está repleto de religiões discordantes entre si, somos nós que vamos mudar isso?. Porque não fazer uso do bom-senso, assim como Cristo: "Quem não é contra nós é por nós"?!. Vamos semear a paz não a contenda, a tolerância mesmo discordando, o AMOR no qual tudo se resume!. Que isto não fique só nas palavras...
Como Cristão, senti-me profundamente constrangido com tudo isso!; perdoai-me esse agravo!
E.T.: Apesar do que escrevi no meu post, meio que tenso, não me considero tão esclarecido assim...
Grato...

Apologeta E.F.O. disse...

Agora é só o que faltava: Um adepto da CCB que é relativista/universalista/ecumênico!!! Santíssima Trindade, o que é isso??? Hipócrita, você nem obedece às heresias de sua denominação e ainda me chama para "comungar" com os budistas, muçulmanos, satanistas, adventistas, testemunhas de jeová, católicos, maçons, testemunhas de yehoshua, adeptos da Cultura Racional, racionalistas cristãos, cientologistas, umbandistas e adeptos da CCB? Isso é cálice e mesa de demônios (I Co 10:21), conselho de ímpios, caminho de pecadores e roda de escarnecedores (Salmo 1:1)! Parafraseio o filho de Jacó: Como pois faria eu tamanha maldade, e pecaria contra Deus? (Gênesis 39:9) Pode TUDO ISTO andar junto, não estando de acordo? (Amós 3:3)

Evangelista Eduardo França (Pentecostal,Fundamentalista e Apologista-Polemista)

Joel disse...

Apenas tenho a dizer o seguinte:

A palavra de DEUS diz:
Mateus 7:1 Não julgueis, para que não sejais julgados.
Mateus 7:2 Porque com o juízo com que julgais, sereis julgados; e com a medida com que medis vos medirão a vós.
Mateus 7:3 E por que vês o argueiro no olho do teu irmão, e não reparas na trave que está no teu olho?
Mateus 7:4 Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, quando tens a trave no teu?
Mateus 7:5 Hipócrita! tira primeiro a trave do teu olho; e então verás bem para tirar o argueiro do olho do teu irmão.
OBS:SE ACHAREM QUE ESTOU ERRADO, DISCUTEM COM DEUS, A PALAVRA É DELE!
Atenciosamente Joel

Se for possível publiquem em seus blogs

Ednaldo Brasileiro (GuardianFaith) disse...

Caro Joel, interessante suas observações e conclusões a respeito da Palavra de Deus. Mas fica uma pergunta, passível de julgamento, essas asseverações da Sagrada Escritura aplicam-se a mim, ou a te? Como julgar a quem ela se aplica, no contexto aqui em discussão, percebe? Ao mencionar o capitulo 7 de Matheus, onde então me enquadrou entre os hipócritas. Assim, utilizou-se de um senso de juízo, emitindo julgamento. Então devemos nos perguntar “julgaste bem?” (Lucas 7.43).
Você, assim como os vários outros, leitores de Mateus 7, o interpretam errônea e tendenciosamente, afim de encobertar suas próprias heresias e daqueles outros, da reta justiça do Senhor.
Acolhendo a todo caminho, credo e ensino herege, como bíblico, imune a avaliação e julgamento bíblico. Utilizam-se do acomodado, apático, ignorante, medíocre e covarde jargão “não devemos julgar”.
Afinal, em Mateus 7, Jesus estava proibindo a formulação e prática de julgamento? A resposta é “NÃO”, ele não estava proibindo o ato de julgar, mas o juízo errado, divorciado da devida medida e justiça, ou seja, além da Palavra de Deus (Hebreus 4.12). Basta considerar o que está escrito no versículo 2: Porque com o JUÍZO com que julgardes sereis julgados, e com a MEDIDA com que tiverdes medido vos hão de medir a vós. Ora, fica claro que há um JUÍZO e MEDIDA justos, ou seja, sua Palavra. No versículo 5 está escrito: ..tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão. Significa que só estarei em condições de exortar e julgar o erro alheio, se antes eu mesmo estiver em justiça e obediência aos ensinos da Palavra.
Mais a frente, observando o escrito no versículo 7, quando diz: Não deis aos cães as coisas santas. Como sabermos quem são os cães aqui mencionados? Com o juízo, medida, e discernimento da Palavra de Deus, como escrito em Hebreus 4.12: Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração."

O julgamento cristão vai além da aparência, daqueles que supostamente declaram fé no nome de Jesus (Mateus 15.8, 2Timóteo 3.5).

"Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça." (João 7:24)

Não sou eu que estou a discutir com Deus acerca da autoridade de sua Palavra, outrossim, você, ao rejeitá-la e distorcê-la (Gálatas 1.10)

FINALMENTE PERGUNTO-TE “Julgaste bem???” (Lucas 7.43)

Pr. Wágner disse...

Irmãos apologetas, louvo a Deus pela vida de vcs e oro para que as verdades irrefutáveis da Palavra de Deus esteja sempre a tona em suas vidas! um abraço irmão Eduardo .

EDNO RIOS disse...

Aos queridos irmaos da CCB,
Amados pq estamos dando lado para o inimigo? Abandonemos essas pessoas, vamos deixar os mesmos enterrarem seus mortos.
Vemos claramente que o interesse dos tais e continuar com a exploracao da la e da gordura das ovelhas, Filisteus!!! Facamos aquilo que nosso Amado e unico Pastor nos ensinou, vamos cuidar por Combater o bom combate, ou seja, vamos crescer espiritualmente para entender os misterios do evangelho pelo espirito e nao como os tais, pq se a letra de fato revelasse a verdade, ainda estariamos nos primeiros rudimentos, ainda seriamos catolicos, e evangelicos de outras denominacoes, ou pior, ateus e nao acreditariamos em JESUS CRISTO como nosso unico PASTOR, pois ele deus sua vida pelas ovelhas e, realmente, nao nos cobra dizimo para podermos entrar na sua gloria, antes manifesta em nos o conhecimento espiritual para discernirmos a mao direita da esquerda.
Portanto, amados abandonemos estes, abandonemos toda e qualquer discussao va com estes que ficarao e nao entederao o chamado de nosso Amado DEUS, pq receberam o seu galardao aqui neste mundo.

Apologeta E.F.O. disse...

Caro Edno Rios, você como os demais adeptos da CCB apenas apóiam-se nos erros dos falsos profetas (Mateus 7:15; 24:24)formulando uma condenação a todos (inclusive os verdadeiros Jer 28:9; II Coríntios 2:17). Você como adepto da CCB não se firma na Palavra de Deus para defender sua cosmovisão, mas em seus "mistérios incognoscíveis do Espírito Santo". Saiba que todos os profetas, sacerdotes e reis deveriam conhecer a Lei que hoje é a Bíblia para nós (Êxodo 13:19; Deuteronômio 17:18-20; II Reis 17:13) No Novo Testamento essa prática é confirmada também (I Timóteo 4:13; II Timóteo 3:15-17; 4:1-4). Não se pode ficar baseado em revelações, porque foi Deus quem nos deu a Sua Palavra e é através Dela que podemos discernir a vontade de Deus. É por isso que os vossos cultos são uma verdadeira baderna/confusão pois ninguém sabem que vai pregar naquele dia e envolve-se isso em tom de "mistério", quando, de acordo com a Palavra de Deus, ELE MESMO DEU: uns para apóstolos, profetas, evangelistas, PASTORES (plural) e doutores (Efésios 4:11-13). Para você caro Edno deixo uma pergunta feita pelo Mestre da Letra:

Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra. (João 8:43)

Evagelista Eduardo França (Pentecostal, Fundamentalista e Apologista-Polemista)

Zinha disse...

Caros, não estou aqui para atinguir ninguém, apenas quero esclarecer alguns pontos... Em que essas criticas contra a CCB estão baseadas? Todavia, vejo que não há conhecimento por porte dos criticos das verdadeiras doutrinas abordadas pela CCB. Doutrinas essas que estão fundamentadas em mandamentos biblícos, tais como:
Trajes masculinos deverão ser diferentes de trajes femininos (Deuteronomio, 22:5)
Como as mulheres devem apresentar-se na igreja - cabelo e véu (11 de I aos Coríntios)
Pregação não estudada mas por revelação de Deus (2 de I aos Coríntios)
Entre outros pontos de doutrina que poderam ser mais esclarecidos caso vocês procurem um ungido de Deus na CCB.
Sabe o que mais chama a atenção na CCB e comprova que esta é a verdadeira obra de Deus? Não há fins lucrativos como nas demais instituições religiosas... Sabe quanto um irmão ganha para atender a obra? Nada! Comprovando o mandamento que o homem deve viver do suor do seu rosto. Isto deixa até a imprensa admirada, vejam este video: http://www.youtube.com/watch?v=CkjaQDEW0fc

Espero ter esclarecido algumas coisas... Só um ultimo conselho: Procurem se informar melhor antes de fazerem afirmações... Que Deus lhes ilumine!

Apologeta E.F.O. disse...

Olá Zinha! Faz um tempo que não recebo comentários acerca da CCB que por sinal foi o artigo mais comentado do meu blog!

1) Essas críticas se baseiam nas doutrinas cridas e praticadas pela CCB à luz da Bíblia (Isaías 8:20). O que se percebe é que quando uma seita ou seguimento religioso é desvendado, surgem seus defensores para tentarem "tapar o sol com a peneira" e agir com o máximo de empenho para que suas obras não sejam reprovadas (João 3:20).

2) Fora os costumes de ordem litúrgica citados por você, chama-me a atenção uma delas em que você cita: "Pregação não estudada mas por revelação de Deus (2 de I aos Coríntios)".

Lhe pergunto: Onde está escrito isso? Muito pelo contrário a Bíblia nos adverte a estudá-la tanto no Antigo, quanto no Novo Testamentos (Josué 1:8; Oséias 6:3; II Timóteo 2:15; 4:1,2). Essa idéia de revelação sem estudo é inexistente, posi até mesmo os apóstolos para escrevem a Bíblia precisaram estudá-la. Afinal como saber o grego e o hebraico sem estudar?

3) Essa sua análise é falha, pois o fato de não ter fins lucrativos não torna nennhuma religião verdade. Sabe quanto as Testemunhas de Jeová cobram para pregar de casa em casa? Isso mesmo, NADA! Sabe quanto os espíritas cobram por ajudar os pobres? Isso mesmo! NADA! Se o fato de uma religião/seita não cobrar para exercer seus serviços for preponderante a esse ponto, será que podemos chamas as tjs e os espíritas de cristãos? Se você não sabe, Cristo foi sustentado pelas mulheres em Lucas 8:1-3. É direito do ministro do Evangelho ser sustentado pela igreja (I Timóteo 5:18) Paulo chega ao ponto de, defendendo seu apostolado, indagar: Ou só eu e Barnabé não temos o direito de deixar de trabalhar? (I Coríntios 9:6-12).

Leia a postagem e verá que crer que o Evangelho só pode ser pregado dentro de quatro paredes fazendo mau uso de Mateus 6:6, rebatizsr os membros de igrejas confessionalmente evangélicas, e defender o uso do véu e do ósculo santo para ser salvo, bem como desclassificar um membro da denominação por que cometeu adultério e que tal pecado é considerado imperdoável, isso sim são características de uma seita pseudo-cristã e herética como a CCB.

Apologeta!

Evangelista Eduardo França é autor do DVD: Milagres: De onde eles procedem? (Categoria: APOLOGÉTICA. À venda nos sites: CACP, MCK e MERCADO LIVRE). Co-Fundador e articulista do blog Guardian Faith: www.guardianfaith.blogspot.com

samuel costa disse...

Caro Eduardo, estando o mundo repleto de denominações Cristãs divergentes entre elas, inclusive à tua própria que é mais uma das inúmeras variantes que surgiu no segmento Pentecostal na década de 60, acredita que irá mudar o conceito de qualquer delas que seja, quer por empenho pessoal ou coletivo?.
Como vc e teus correligionários dizem não combater os "hereges" pelo simples prazer de combatê-los, e passa a nítida impressão que não sabem fazer outra coisa que não seja DENEGRIR a imagem dos demais segmentos Cristãos que não rezam pela vossa "cartilha"?...
Quando o apóstolo Paulo disse que se fez de Judeu para conquistar os Judeus; se fez de "fora da lei" para conquistar os "sem lei"; se fez de fraco para conquistar os fracos; se fez de tudo para de todas as formas conquistar pessoas para o rebanho do Senhor Jesus, e neste último parágrafo eu incluiria: fez-se de indouto para os indoutos(dentre os quais eu me incluo), para conquistar os indoutos... Por favor, preste atenção nestas palavras acima do apóstolo Paulo, mas, sem paixões pré-concebidas!. Tente conquistar esses que vc tanto deplora com as armas da Palavra de Deus assim como fez Paulo, pois do contrário vc somente irá despertar mais paixões nas pessoas!. Espero que não seja isto que vc esteja querendo... Tente combater os "hereges" estando junto a esses, pois é muito fácil e cômodo combater estando fora do arraial, venham nos ensinar, mas, junto de nós!, afinal não foi assim que fez Paulo junto aos Judeus dispersos e aos sábios Gregos e estrangeiros residentes no Areópago em Atenas?. Ato. 17:15ao34...
Vejam por exemplo, se Cristo ou algum dos apóstolos foram com ar de deboche contra os seus interlocutores ou algozes, como fazem os detentores do CACP; Isso é semear o amor ou o ódio?; é querer juntar ou espalhar?...
Atente um pouco para estas palavras de Davi: "Quem há que possa discernir as próprias faltas?. Absolve-me das que me são ocultas. Também da soberba guarda o teu servo, que ela não me domine; então serei irrepreensível, e ficarei livre de grande transgressão. As palavras dos meus lábios e o meditar do meu coração sejam agradáveis na Tua presença, Senhor, rocha minha e redentor meu!" Sal. 19:12,13,14...
Isto que Davi diz, envolve muito discernimento e comportamento meu caro!, não são palavras superficiais...

Grato!

Apologeta disse...

Caro Samuel Costa, grato por participar deste blog e contribuir para o conhecimento dos que acessam essa porta aberta pelo Senhor para edificação própria e da Igreja de Jesus Cristo.

1) Esse "argumento de resultado" não funciona à luz da Bíblia. Se pragmatismo fosse aval de aprovação divina o Islamismo seria um dos maiores instrumentos de Deus para propagação da Sua verdade. Jesus nos mostrou que pragmatismo ou aprovação pela maior parte das pessoas pode ser indício de hipocrisia cristã e de ritualismo sem compromisso com Deus:

"Ai de vós quando todos os homens de vós disserem bem, porque assim faziam seus pais aos falsos profetas." (Lucas 6:26).

2) Pelo visto você desconhece a história do Avivamento Bíblico. A denominação que pertenço tem 64 anos de existência (36 anos depois da chegada da Missão de Fé Apostólica ou Assembléia de Deus no Brasil). Avivamento é uma das primeiras igrejas pentecostais do Brasil.

3) Analisando dessa forma, você agora demonstrou que é contra Cristo, pois o próprio Deus encarnado combateu os erros do judaísmo que estavam frontalmente contra os princípios divinos. Vejamos o dito do Cristo Vivo:

"E assim invalidastes, pela vossa tradição, o mandamento de Deus." (Mateus 15:6)

Jesus disse isto porque eles paradoxalmente diziam-se servos de Deus e filhos de Abraão (Lucas 18:11,14; João 8:39) e ao mesmo tempo invalidavam a Lei de Deus, pelas tradições humanas criadas por eles.

Apologética é a defesa da fé usando argumentos baseados na revelação divina, ou seja, a Bíblia. Você está precisando ler I Pedro 3:15 e Judas 3. Se isso é denegrir as pessoas que não estão de acordo com a "minha cartilha" que é a Palavra de Deus, então o maior "denegridor de imagem de pessoas" foi O Caminho, A Verdade e A Vida (João 14:6)

4) Paixões pré-concebidas???? Essa é ótima. Eu acho que você como bom praticante da CCB só acredita na revelação à parte do que está registrado na Bíblia. E qualquer revelação meu caro Samuel que não estiver de acordo com o que está na Bíblia, que vocês adeptos da CCB dizem seguir, afirma que até mesmo que desça um ser celestial afirmando (até mesmo com sinais, prodígios e maravilhas) um Evangelho contrário ao que está escrito é maldito de Deus = anátema.

5) E quem disse a você que não faço isso? Depois somos nós que julgamos as pessoas com paixões pré-concebidas! Paulo fazia isso, mas também disse:

"Ao homem herege, depois de uma e outra admoestação, evita-o,
Sabendo que esse tal está pervertido, e peca, estando já em si mesmo condenado. (Tito 3:10,11).

O instrumento usado não importa, mas sim se está de acordo com a verdade (II Coríntios 13:8). Quer dizer que só posso usar o corpo-a-corpo para poder ganhar as pessoas para Cristo? Quem é você e quem sou eu para dizermos que tal método é errado se não há base bíblia para isso? Perceba que Paulo também usou suas cartas para repreender os crentes de igrejas que ele nunca foi!!! Quanto mais aos hereges.....

6) Se toda a Bíblia se resumisse a esse argumento, seria ótimo. Mas graças a Deus que vemos outras passagens que nos mostram que devemos denunciar os erros cometidos pelos hereges internos e externos (Mateus 7:15; Mateus 23:15,33; I Coríntios 11:18,19; Tito 1:13). Palavras agradáveis a Deus muitas vezes afugentam multidões (João 6:60-66).

Apologeta!

Evangelista Eduardo França é autor do DVD: Milagres: De onde eles procedem? (Categoria: APOLOGÉTICA. À venda nos sites: CACP, MCK e MERCADO LIVRE). Co-Fundador e articulista do blog Guardian Faith: www.guardianfaith.blogspot.com

samuel costa disse...

Bom, tentei de alguma forma ser o mais honesto possível com você, aliás, sempre sou honesto no trato com pessoas, por mais rude que eu seja, e tenho certeza que pela tua sapiência entendeu bem o que eu quiz dizer. Veja o que vc mesmo diz: "...ao homem herege, depois de uma ou outra admoestação evita-o, pois, o tal está pervertido e peca"; será que estamos obedecendo este conselho?. Parece que estamos em campos opostos!, estando defendendo um mesmo princípio, um mesmo Senhor, uma mesma fé, mas, inimigos por causa de um orgulho maldito que fazemos questão de continuar defendendo(coloco na primeira pessoa do plural, mas, tenho um pensamento completamente avesso a isto)!!!. "Todo o reino dividido contra si mesmo não subsistirá", lembra-se?. Não estamos com nosso orgulho, dito "Cristão", prestando um serviço primordial ao "Opositor Mor"???. Desde quando vc leu em algum dos meus pots, a palavra revelação extra-Bíblica?. Embora eu creia piamente que a Palavra de Deus seja infinita, e não limitada somente nas Santas Escrituras, que vossa denominação também compartilha, afinal creem nos Dons do Espírito Santo, ou estou errado?; para quê os Dons do Espírito Santo então?. Quem já provou desse Dom, por certo sabe do que estamos falando. É evidente que há muitas aberrações, que denigrem até mesmo o Dom verdadeiro!, mas quem somos nós para julgar, senão apenas discernir!?. E mesmo assim estamos sujeitos a sermos seduzidos, lembra-se de Josué que também era profeta?, quando foi ele e todo o povo iludidos pelos Gibeonitas disfarçados astuciosamente?. Jos. 9... Só espero que quem lê nossas palavras, tenham pelo menos senso crítico razoável para considerar o que foi escrito a luz da Palavra de Deus sem paixões pré-concebidas como disse...
Mais um detalhe: à qual igreja Paulo escreveu que ele não tenha alguma vez visitado pessoalmente antes?, essa é nova para mim!...

Grato!

samuel costa disse...

Queria refazer minha tréplica no lugar da última que fiz, pois li apressadamente tua réplica e não memorizei tudo...
1) "Argumento de resultados": Se isto se refere a números. Não me lembro têr entrado alguma vez nesta questão, mesmo por que é só ver que a instituição CCB, apesar de mais antiga no seguimento Pentecostal no Brasil, tem em número menos da metade que a Assembléia de Deus que veio logo a seguir, não acha que se tivéssemos tal conceito não estaríamos a frente?.
2) Quando escrevi, "as inúmeras denominações surgidas nos ano 60 inclusive a tua AB", apenas generalizei devido desta época para cá têr surgido grande parte delas.
3) Veja bem!, Cristo quando repreendia os Farizeus, estava lidando com pessoas ligadas diretamente a Ele pela Lei, e mais, como Senhor dos Céus e da terra tinha tal autoridade até mesmo para com os de fora.
4) "Paixões pré-concebidas": Quando vc chega comparar a instituição CCB como "babilônia, mesa de demônios, seita herética, etc. etc. etc.", e os seus membros de inúmeros adjetivos humilhantes, o que vc entende com isso???.
Se a "Apologética" atual fosse defendida segundo os moldes reais da hermenêutica no meio Cristão, não estaríamos nesta situação de discórdias generalizada entre nós, não acha?.
5) "E quem disse que não faço isso?": Bom, aí somente você pode responder.
"Ao homem herege, depois de uma ou outra admoestação, evita-o, sabendo que esse tal está pervertido, e peca, estando já em si mesmo condenado."
Aí está, um bom conselho do apóstolo que não estamos obedecendo à muito...
"o instrumento não importa, mas sim se está de acordo com a verdade": isto seria aceitável se estivesse se dirigindo a tua comunidade, não à de outrem. Rom. 15: 20,21...
6) "Mas graças a Deus que vemos outras passagens que nos mostram que devemos denunciar os erros cometidos pelos hereges internos e externos": ERRADO!!!; exceto Mat. 23:15,33, todas essas referências diz respeito somente aos domésticos. Novamente recomendo a leitura aos Rom. 15: 20.21...
E por fim pergunto: à qual igreja Paulo escreveu, que não tivesse alguma vez visitado pessoalmente?. É difícil imaginar Paulo, apóstolo itinerante e muito entregue ao Evangélho, por aproximadamente 40 nos, não têr visitado uma vez que seja as igrejas comandadas por ele, mesmo havendo muitos irmãos que não o conhecia pessoalmente. Col. 2:1...
Grato!

Apologeta disse...

Caro Samuel, mais uma vez você se confundo em seus argumentos:

1) Quem disse que estamos defendendo um mesmo princípio, um mesmo Senhor e uma mesma fé? Ou você é da Congregação Cristã no Brasil ou desconhece a crença da denominação. Os adeptos da CCB não tem os cristãos de outras denominações como irmãos e se um cristão passa a ser da CCB é crucial que ele seja rebatizado, mostrando assim que não crêem no batismo efetuado nas igrejas evangélicas.

Nada há de "orgulho maldito", mas sim de defesa do Evangelho (Filipenses 1:17). O cerne da questão é que você prefere "o amor que une do que a doutrina que divide". Jesus veio trazer espada, não paz, como muitos pregam em um ecumenismo antibíblico. Ora, vamos dar as mãos independente de nossas doutrinas/crenças. Isso é retornar a Torre de Babel e ser instrumento de satanás.

2) Você me acusou de "paixão pré-concebida" como se meus argumentos fossem de meu próprio intelecto e não confirmados pela Palavra (Isaías 8:20). Você acabou de confirmar o que afirmei: Que a Palavra de Deus não está "limitada"
às Escrituras. Se é assim porque Paulo, em Gálatas 1:8,9 mostra que todo Evangelho que vá "além" seja anátema? Se A Palavra de Deus não é limitada (usando seu termo) porque os que vão "além" são amaldiçoados por Deus? "Além" de que, afinal? Além do registro bíblico, da revelação escrita, da verdade inspirada (i.e. soprada) pelo Espírito aos apóstolos (II Pedro 1:20,21)

Qualquer dom do Espírito que esteja fora do que está escrito é milagre demoníaco (II Tessalonicenses 2:9,10)

3) No caso de Josué, houve falha em se buscar a direção de Deus. (Josué 9:14). Eles aceitaram os homens pela aparência e argumentos, mas não consultaram a Deus, que conhece os corações de todos (I Samuel 16:7; Jeremias 17:9,10; Atos 1:24). Por isso temos a Bíblia, para nos livrar dos enganos de satanás e das pseudo-igrejas cristãs como a CCB.

Convenhamos meu caro, dizer que adultério é pecado imperdoável e que o ósculo santo que não é praticado pelas outras denominações constituem-se pontos de exclusão de fraternidade em Cristo é reduzir em muito o sangue do Cordeiro que purifica todo crente de todo pecado (I João 1:7). É coar um mosquito e engolir um camelo.

Quanto a questão de Paulo, estude que você vai descobrir. Existem excelentes Bíblias de estudo disponíveis nas livrarias evangélicas.


Apologeta!

Evangelista Eduardo França é autor do DVD: Milagres: De onde eles procedem? (Categoria: APOLOGÉTICA. À venda nos sites: CACP, MCK e MERCADO LIVRE). Co-Fundador e articulista do blog Guardian Faith: www.guardianfaith.blogspot.com

samuel costa disse...

1) Tenho familiares e parêntes: Presbiterianos, Batistas, Assembleianos, Brasil para Cristo e Evangelho Quadrangular. Se vc julga estar defendendo o princípio Bíblico, eu também julgo que estou; se vc julga ser servo de Jesus Cristo, eu também julgo ser; se vc julga defender a fé apostólica, eu da mesma forma... Sou antes de tudo um servo de Jesus Cristo. Sirvo a Deus desde o berço na CCB. Tenho um conceito que julgo amadurecido e com isto não pactuo com conceitos subjetivos que muitos de meus fraternos ainda não compreenderam, pois ainda são imaturos no entendimento, ICor. 13:11; Heb.5:12,13,14... Tenho comunhão com todos os citados acima, e eles comigo...
"Defesa da Palavra de Deus ou interpretação exata das Escrituras(hermenêutica)": Se deixarmos levar por esta linha de raciocínio, então estamos afirmando que até o fim do período obscurantista não houve salvos no mundo, devido os Cristãos desse período não terem conhecimento exato das Escrituras, pois antes de Gutemberg era impossível as Escrituras terem chegado à todos os lugares?!. "dar as mãos?; ecumenismo?": jamais passou isto pela minha mente; sou a favor do respeito mútuo que se deve têr pela liberdade de expressão religiosa. Assim como você quer ser respeitado pela tua compreensão, da mesma forma nós. Você não vê sites oficiais da CCB, denegrindo a imagem de nunhuma denominação...
2) "A Palavra de Deus não está limitada as Escrituras": Você me entendeu mal. Não disse em nenhum momento que era para ir além do que está escrito, ou seja, não extrapolar os mandamentos do Evangelho, mas sim, que Deus nos fala através do Espírito Santo pelo dom de profecia, cf. ICor.14; Joe. 2:28; é neste sentido que disse que a Palavra de Deus é infinita, e não está presa somente nas Escrituras, senão o próprio apóstolo estaria incentivando os discípulos ir além do que está escrito, e não se esquecendo que os apóstolos se utilizavam mais do método da oralidade para instruir as Igrejas, é claro, dentro do princípio das Escrituras... "Igrejas pseudo-Cristã como a CCB": Olha aí, isto não é paixão pré-concebida???
"Adultério é pecado imperdoável?": Jamais disse isto, pois o filho pródigo segundo o Evangelho manchou suas vestes espirituais com toda a sorte de imundícies tais como este e foi perdoado; agora convenhamos, para um bom hermenêuta, se depois de tivermos provado tudo o que está escrito em Heb. 6, e recairmos não podemos torcer o que está escrito, não acha?. IIPed. 3:16... Mesmo assim isso fica a cargo do pecador e Deus, jamais é impedido de congregar-se com os demais, apenas perde a liberdade de manifestar-se; se com o tempo mostrar-se merecedor, volta ao convívio normal com todos; IICor. 2:6,7,8; pois Davi também passou por situação semelhante, com um agravante, no regime da Lei teria que ser apedrejado...
"Véu, saudação com o ósculo": são peculiaridades que não podemos impor à ninguém, apenas procuramos exercer segundo compreendemos, se alguns entram em questões intermináveis sobre isso, deveriam pensar melhor...
Sobre Bíblias de estudos, tenho algumas versões e o Novo Dicionário Bíblico...

Grato!

Apologeta disse...

Entenda caro Samuel, eu não disse que você afirmou coisa alguma, mas que sua denominação afirma isso. Muitos cristãos não têm a CCB como seita, mas isso valida ela como igreja protestante? O fato de ter uma opinião pessoal sobre algo não torna isso verdade, por mais que eu queira que seja. Pedro estava convencido de que estava certo ao repreender Jesus para que Ele não fosse à cruz, mas, estava ele correto? Se estivesse não teria recebido uma repreensão do Senhor. (Mateus 16:13-24)

O fato de alguém ser sincero não significa ou resulta que esteja seguro em suas afirmações, muitos são sinceros, mas estão totalmente errados. Conheço um adventista que não aceita algumas crenças que são basilares da seita dele, mas retirar apenas alguns princípios que ferem a Palavra de Deus, não tornará tal seita uma igreja evangélica confessional. Ele quer fazer uma reforma na Igreja Adventista, mas o que ele conseguirá, no máximo, é criar mais uma seita a não ser que ele retorne e/ou deixe os princípios heréticos da seita e funde uma igreja confessionalmente evangélica.

Você se confunde entre suas crenças pessoais e as doutrinas da CCB. Se sua opinião é contrária à da sua religião, deveria pensar melhor e deixar a mesma. Existem princípios de que podemos diferir de nossas religiões, mas desde quando não toquemos nos credos fundamentais. E, para a CCB "santo ósculo" (pois não acredito em um ósculo santo sem que ele seja praticado por pessoas de diferentes sexos, ou então não existe santidade), uso do véu obrigatório para as mulheres, oração só de joelhos se não Deus não as ouve, e principalmente a proibição da pregação fora dos templos quando encarados como crenças cruciais de uma movimento religioso e, também quando a impraticabilidade dos mesmos preceitos por outras denominações tornam as tais erradas ou praticantes de pecado, exclui terminantemente a CCB de ser uma igreja cristã, pois denigre crenças bíblico-ortodoxas praticadas por todas as igrejas evangélicas.


Apologeta!

Evangelista Eduardo França é autor do DVD: Milagres: De onde eles procedem? (Categoria: APOLOGÉTICA. À venda nos sites: CACP, MCK e MERCADO LIVRE). Co-Fundador e articulista do blog Guardian Faith: www.guardianfaith.blogspot.com

samuel costa disse...

Desculpe meu caro Eduardo, vc sempre procura se evadir com respostas supostamente técnicas e recheadas de "preciosismo" que podem convencer os menos preparados e desatentos. Mas saiba, minhas palavras corresponde fielmente a doutrina esposada pela instituição, Congregação Cristã no Brasil. Se vc insiste em afirmar que a CCB não tem suas doutrinas fundamentadas nas Escrituras, lamento muito; ou vc se faz ou está completamente cego a nosso respeito. Pro. 20:3; ITim. 1:3ao7; ITim. 6:3,4...

Jamais viraria como um arco traiçoeiro, contra a instituição que me educou, evangelizou e direcionou a Cristo; disso tenho plena certeza. Efé. 4:14,15...
E por favor, responda com objetividade os meus textos, não de forma evasiva, do contrário vou entender que isto aqui nunca foi ou é um instrumento aprovado por Deus!!!

Grato!

Apologeta disse...

Bem, caro Samuel isso sim é uma tentativa evasiva. Acusar-me de ser evasivo quando tenho sido objetivo é ficar falando tró-ló-ló.

Onde eu deixei de ser objetivo? Não uso de "preciosismos" para enganar os menos desantestos, pois meu propósito nunca foi esse. Você é que está interpretando isso. Qualquer pessoas que ver os debates que temos tido poderá observar que você usa de argumentos subjetivos para confirmar as verdades da CCB.

Veja que argumento fraco você usou:


"Caro Eduardo, estando o mundo repleto de denominações Cristãs divergentes entre elas, inclusive à tua própria que é mais uma das inúmeras variantes que surgiu no segmento Pentecostal na década de 60, acredita que irá mudar o conceito de qualquer delas que seja, quer por empenho pessoal ou coletivo?."

Isso, se você não sabe, é chamado de argumento de resultados ou de funcionalidade. Ou seja: "Não está dando certo?. Não é de Deus". Em outras palavras você simplesmente pelo seu querer jogou fora tudo que falei sem nem memsmo analisar se os pontos que menciono são verdadeiros ou não. Como sempre o adeptos da CCB tentam usar do argumento esquizofrênico-espiritualista para dizer que em vez de anunciarmos a verdade temos que viver juntos.

Em outra parte você afirma:

Bom, tentei de alguma forma ser o mais honesto possível com você, aliás, sempre sou honesto no trato com pessoas, por mais rude que eu seja, e tenho certeza que pela tua sapiência entendeu bem o que eu quiz dizer. Veja o que vc mesmo diz: "...ao homem herege, depois de uma ou outra admoestação evita-o, pois, o tal está pervertido e peca"; será que estamos obedecendo este conselho?. Parece que estamos em campos opostos!, estando defendendo um mesmo princípio, um mesmo Senhor, uma mesma fé, mas, inimigos por causa de um orgulho maldito que fazemos questão de continuar defendendo(coloco na primeira pessoa do plural, mas, tenho um pensamento completamente avesso a isto)!!!. "Todo o reino dividido contra si mesmo não subsistirá", lembra-se?. Não estamos com nosso orgulho, dito "Cristão", prestando um serviço primordial ao "Opositor Mor"???

Chama-me de instrumento do diabo sem nem mesmo examinar minhas afirmações. Isso é ser totalmente incoerente e suspeito. Eu repito: O que eu disse que não existe na CCB? Qual das doutrinas que mencionei que náo fazem parte da seita? Você nunca revela isso e desvia dos argumentos colocados no artigo (que acho que nem você nem os opositores do artigo leram) e acusa-me de esconder a verdade.

Só sua atitude prova que o que falei é verdade, senão você diria logo de cara que as doutrinas afirmadas no artigo são mentirosas.

Para finaizar é sua fala:

1) Tenho familiares e parêntes: Presbiterianos, Batistas, Assembleianos, Brasil para Cristo e Evangelho Quadrangular. Se vc julga estar defendendo o princípio Bíblico, eu também julgo que estou; se vc julga ser servo de Jesus Cristo, eu também julgo ser; se vc julga defender a fé apostólica, eu da mesma forma... Sou antes de tudo um servo de Jesus Cristo. Sirvo a Deus desde o berço na CCB. Tenho um conceito que julgo amadurecido e com isto não pactuo com conceitos subjetivos que muitos de meus fraternos ainda não compreenderam, pois ainda são imaturos no entendimento, ICor. 13:11; Heb.5:12,13,14... Tenho comunhão com todos os citados acima, e eles comigo...

Primeiro: O que o fato de você ter parentes de igrejas evangélicas tem a ver com o que falei no artigo? Nas suas defesas você só fala de você.

Vou mostrar:

"...e neste último parágrafo eu incluiria: fez-se de indouto para os indoutos(dentre os quais eu me incluo)," Dia 26 de novembro de 2010, na Sexta-Feira você se menciona.

Apologeta disse...

Continuação:

"Bom, tentei de alguma forma ser o mais honesto possível com você, aliás, sempre sou honesto no trato com pessoas, por mais rude que eu seja, e tenho certeza que pela tua sapiência entendeu bem o que eu quiz dizer." Dia 27 de Novembro de 2010, Sábado novamente você recorre a sua opinião pessoal e não mostra (mais uma vez) que o que falei é mentira.

"Jamais viraria como um arco traiçoeiro, contra a instituição que me educou, evangelizou e direcionou a Cristo; disso tenho plena certeza. Efé. 4:14,15..." Agora na Terça-Feira 30 de novembro de 2010, você mais uma vez se menciona. Isso só demontra seu orgulho pessoal e que o que não está de acordo com o SEU ponto de vista (e não segundo a Bíblia) é reprovável. Você não estuda a Bíblia apesar de afirmar que possui Bíblias de estudo e dicionário, porque se estudasse não pderia ser da CCB que condena qualquer estudo da Palavra de Deus, mas sim fixa-se na espiritualização de todos os textos bíblicos, fato é que no culto da Congregação Cristã no Brasil não existem ordem litúrgica no que tange a questão dos oradores/pregadores. Quem receber a palavra naquela hora esse é o pregador. Isso sim é desordem e é condenado pela Palavra (I Coríntios 14:40)

Se você considera ou não este blog e seus artigos instrumento de Deus mais uma vez prova que o aval É VOCÊ e não a Palavra de Deus, que é quem deve ser a examinadora e julgadora de todos os aspectos da vida cristã (I Tessalonicenses 5:21; II Timóteo 3:15-17; 4:1-3)

Apologeta!

Evangelista Eduardo França é autor do DVD: Milagres: De onde eles procedem? (Categoria: APOLOGÉTICA. À venda nos sites: CACP, MCK e MERCADO LIVRE). Co-Fundador e articulista do blog Guardian Faith: www.guardianfaith.blogspot.com

Apologeta disse...

Resposta às afirmações de Samuel Costa:

1) SC: Como vc e teus correligionários dizem não combater os "hereges" pelo simples prazer de combatê-los, e passa a nítida impressão que não sabem fazer outra coisa que não seja DENEGRIR a imagem dos demais segmentos Cristãos que não rezam pela vossa "cartilha"?...

Resposta: Onde eu demonstrei prazer em combater alguém? Como você me acusa disso sem provar ONDE afirmei isso? É muito fácil levantarmos falso testemunho que é condenável pela Palavra (Êxodo 20:16; 23:1; Deuteronômio 5:20; Provérbios 25:18)

Como disse não há cartilha nenhuma. É a CCB que proíbe a pregação do Evangelho fora dos templos e condena veementemente a posição pastoral como dom ministerial, afirmando que só existe um pastor. Persuadem com argumentos proselitistas os crentes de igrejas evangélicas afirmando que não "dão dinheiro a pastor" só ofertam, o que, opostamente é afirmado por vários textos bíblicos (Pregação: Mateus 28:19,20; Marcos 16:15; I Coríntios 9:16; Ministério pastoral: Jeremias 3:15; 23:4; Efésios 4:11; Hebreus 13:7,17; Sustento do Pastor: Mateus 10:10; I Coríntios 9:4-14; I Timóteo 5:18)

Paulo chega a citar: Ou só eu e Barnabé não temos o direito de deixar de trabalhar? (I Coríntios 9:6)

2) SC: Quando o apóstolo Paulo disse que se fez de Judeu para conquistar os Judeus; se fez de "fora da lei" para conquistar os "sem lei"; se fez de fraco para conquistar os fracos; se fez de tudo para de todas as formas conquistar pessoas para o rebanho do Senhor Jesus, e neste último parágrafo eu incluiria: fez-se de indouto para os indoutos(dentre os quais eu me incluo), para conquistar os indoutos... Por favor, preste atenção nestas palavras acima do apóstolo Paulo, mas, sem paixões pré-concebidas!. Tente conquistar esses que vc tanto deplora com as armas da Palavra de Deus assim como fez Paulo, pois do contrário vc somente irá despertar mais paixões nas pessoas!. Espero que não seja isto que vc esteja querendo... Tente combater os "hereges" estando junto a esses, pois é muito fácil e cômodo combater estando fora do arraial, venham nos ensinar, mas, junto de nós!, afinal não foi assim que fez Paulo junto aos Judeus dispersos e aos sábios Gregos e estrangeiros residentes no Areópago em Atenas?. Ato. 17:15ao34...

Resposta: Em momento nenhum dessa passagem Paulo revela que acomodava a verdade ao gosto das pessoas que parece que é isso que você sugere. Paulo usava de estratégias evangelísticas ou seja, não discriminava ninguém pois segundo a interpretação correta dessa passagem Paulo via o evangelho acessível a todos e tentava usar de maneiras que o Evangelho fosse compreensível as pessoas as quais ele anunciava a Palavra.

Em outra passagem, Paulo menciona que importa que o Evangelho seja pregado (Filipenses 1:18) Ou seja, as intenções não comprometem a mensagem que é viva,eficaz e imutável (Mateus 24:36; Hebreus 4:12)

Você me aconselha a tentar ganhar os adeptos das seitas usando as armas da Palavra de Deus. Ora, o que eu estou fazendo aqui???? Será que eu tenho que abandonar o blog e pregar apenas pessoalmente as pessoas, como se só essa fosse a ÚNICA maneira de ganhar as pessoas para Cristo??? E porque você apóia essa estratégia evangelística e sua denominação a condena?

Apologeta disse...

Continuação:

3) SC: Vejam por exemplo, se Cristo ou algum dos apóstolos foram com ar de deboche contra os seus interlocutores ou algozes, como fazem os detentores do CACP; Isso é semear o amor ou o ódio?; é querer juntar ou espalhar?...
Atente um pouco para estas palavras de Davi: "Quem há que possa discernir as próprias faltas?. Absolve-me das que me são ocultas. Também da soberba guarda o teu servo, que ela não me domine; então serei irrepreensível, e ficarei livre de grande transgressão. As palavras dos meus lábios e o meditar do meu coração sejam agradáveis na Tua presença, Senhor, rocha minha e redentor meu!" Sal. 19:12,13,14...
Isto que Davi diz, envolve muito discernimento e comportamento meu caro!, não são palavras superficiais...

Resposta: Ar de deboche é interpretação sua. Se "ar de deboche" é falar a verdade então como condenar o pecado? Os excelentes membros do CACP nada tem a ver com a postagem mencionada. Não usei de nenhum artigo do CACP para fazer o mesmo (o que poderia ter feito) e isso não excluiria a validade de artigo mencionado, pois são doutrinas que a CCB tem como fundamentais.

Você acusou de usar palavras superficiais. Onde está essa superficialidade? Mencione os textos. Se entendi bem, ser superficial ou "discernir as próprias faltas" como você usou o versículo inspirado quer dizer que ninguém tem o direito de julgar mediante a Palavra de Deus?

Jesus ordenou para julgarmos segundo a reta justiça (Joaõ 7:24) e Paulo nos exortou a usarmos a Palavra de Deus e, dentro do seu uso, há a finalidade de repreensão (II Timóteo 4:2) que é condenar o erro. Jesus por muitas vezes repreendeu os discípulos. Deus, no Antigo Testamento, repreendia o povo de Israel. Não podemos dicotomizar/dividir a verdade. Se as pessoas não aceitam a verdade ou a consideram um duro discurso (João 6:60) isso é problema pessoal de cada um. Não invalida a verdade a inaceitação das pessoas. Jesus nos mostrou que muitos entram pela porta da perdição e poucos que encontram a entrada da vida (Mateus 7:13,14)

Apologeta disse...

Continuação:

4) SC: "Todo o reino dividido contra si mesmo não subsistirá", lembra-se?.

Se existe algum reino dividido é pela Cristã no Brasil, pois como já afirmei exaustivamente, ela se considera a única propagadora do Evangelho genuíno. Aliás, o que você está fazendo teclando comigo se isso não é aceito pela CCB, como no artigo da revista Cristianismo Hoje, deste bimestre, os anciãos da CCB não quiseram gravar entrevistas para a reportagem?

5) Você usa de argumentos de resultados, pois como já mencionei, você usa como verdade o fato de você considerar os membros de igrejas evangélicas como irmãos, e os tais lhe considerarem também da mesma forma o aferidor da verdade. Em outras palavras: Se todos aprovam porque condenar, mesmo que a Bíblia anuncie crenças cruciais opostas às da CCB?

6) Quem te disse isso? Cristo repreendia os fariseus, não porque os mesmos estavam ligados a Ele. Muito pelo contrário: Cristo mencionou que os tais não eram Filhos de Abraão mas filhos do diabo (João 8:44). Onde você encontrou essa alegada "ligação" entre eles? É como se você os colocasse como discípulos de Cristo. Ou quem sabe pelo fato de Cristo ter nascido judeu. Não entendi, mas de todo caso, é inútil seu argumento e não possui base bíblica. Jesus de nazaré repreende e repreenderá todos que não o aceitarem como Senhor e Salvador.


Por isso vos disse que morrereis em vossos pecados, porque se não crerdes que eu sou, morrereis em vossos pecados. (João 8:24). Isso é válido para todos os seres humanos.

Realmente só Cristo tem o poder de condenar e absolver qualquer pessoa, mas Ele mesmo concedeu esta autoridade aos seus servos:

"Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou." (Lucas 10:16)

7) SC: "Paixões pré-concebidas": Quando vc chega comparar a instituição CCB como "babilônia, mesa de demônios, seita herética, etc. etc. etc.", e os seus membros de inúmeros adjetivos humilhantes, o que vc entende com isso???.
Se a "Apologética" atual fosse defendida segundo os moldes reais da hermenêutica no meio Cristão, não estaríamos nesta situação de discórdias generalizada entre nós, não acha?.

Resposta: Nada tem a ver com paixões, mas com a verdade. Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões. Eu sei porque isso, porque a Palavra não entra em ti (João 8:37). Agora você procura condenar-me, homem que tem dito a verdade que de Deus tem ouvido (João 8:40). Se eu estivesse trazendo minha interpretação acerca da CCB seria válido seu argumento, mas você labora em causa própria e não da verdade bíblica.

Você afirma que se a apologética atual fosse defendida da maneira correta não haveria discórdia entre os cristãos. Erro seu. Leia a Bíblia e verás:

Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. (II Timóteo 4:3,4). Por causa da pecaminosidade, os homens afastam-se da verdade de Deus. (João 3:19-21; Romanos 1:30; I Timóteo 3:1-5)

Apologeta disse...

8) Você me aconselha a ler Romanos 15:20,21, como se Cristo já estivesse sido nomeado na CCB, mas como já demonstrei crenças da CCB são frontalmente contra as do cristianismo bíblico e olha que só mencionei algumas em meu artigo.....


Apologeta!

Evangelista Eduardo França é autor do DVD: Milagres: De onde eles procedem? (Categoria: APOLOGÉTICA. À venda nos sites: CACP, MCK e MERCADO LIVRE). Co-Fundador e articulista do blog Guardian Faith: www.guardianfaith.blogspot.com

samuel costa disse...

Bom, li apenas superficialmente teus comentários, e não memorizei acuradamente tudo, pois é difícil memorizar de uma lida só. Desta vez parece que despertei o teu "ego-filosófico"rsrs, como se isto pode me convencer ou comover.
Mas, vamos lá!!!:
Por têr o domínio do fórum, publica somente o que lhe convém e parece que quer ser detentor das conciências alheias também, quando age dessa forma, dois pesos e duas medidas. Enviei aproximadamente 08 textos além desses que vc publicou, sem nenhuma ofensa explícita à ninguém e simplesmente não foram publicadas nem refutadas, qual o motivo?...


1) "Onde deixei de ser objetivo": Quando vc usa de argumentos "político-filosóficos", como se conhecimento Blíblico por sí só tem algum valor meritório, e quem não o tém é demeritório. Rom. 2:1,14,15,16; ainda que Paulo se dirige à Judeus, serve como parâmetro para nós... Quando fiz perguntas tais como: "Como ficam os Cristãos antes do período obscurantista e que não tiveram o conhecimento exato da menságem do Evangelho?"; "A Palavra de Deus como sendo infinita e não limitada somente na Bíblia", "Querer construir sobre fundamento alheio"; "Dizer que vc pode entremeter-se na conduta das religiões, usurpando para si as prerrogativas do Senhor Jesus e de seus apóstolos"; "Afirmar implicitamente que somente a interpretação de quem faz parte do vosso "grupo" sobre as escrituras é válido(Exclusivismo), subestimando explicitamente os demais fora do vosso grupo", apenas para citar alguns!.
2) "Eu uso de argumentos subjetivos?": Convido vc a lêr nosso estatuto interno para fazer afirmação tão leviana como esta(Deve têr algum exemplar por aí na Net, não pesquisei ainda). Se não obedecemos fielmente tal estatuto, isso é por nossa conta e risco!!!. Julgo ser direito pessoal de me manifestar.
3) "Argumento fraco"; "esquizofrênico-espiritualista": O papel, ou melhor, o monitor aceita tudo mesmo - se vc não se deu ao trabalho de verificar o que escrevi a luz das Estrituras, e sem "Apaixonice-filosófico-esquizofrênico"(agora apelei) então é porque é arrogante e menospreza mesmo os mais humildes, afinal, um "mestre" não se dobra a argumentos de um discípulo, não é mesmo???.
Por hora é só, estou cansado e não tenho tanta intimidade com o teclado ainda. Não entenda isto como uma saída pela tangente é cansaço mesmo.
Não é fácil responder de improviso tudo o que vc escreveu, não quero ser irresponsável...


Responda honestamente diante de Deus: O que vc faria se estivesse em meu lugar - a menos que estatutariamente a instituição abandonasse os princípios do Evangelho - vc abandonaria a instituição, depois de mais de meio século dentro dela???. Vocês que falam tanto em "orgulho denominacional" dos independentes como a CCB!; pra quê então tantas ilhas denominacionais cristãs, se todas estão em "comunhão" como o vosso "grupo"???. Você, por exemplo, tem liberdade de pregar numa Igr. Batista ou vice-e-versa,???.

Grato!

samuel costa disse...

Vou tentar lembrar mais um pouco de suas afirmativas, desculpe-me se não colocar na ordem cronológica textual:
1) "Qual das doutrinas que mencionei que não fazem parte da seita?, vc sempre foge disso!": E qual dessas "Doutrinas"(coloco entre aspas pois nem tudo é essêncialmente doutrina, mas sim exemplos que procuramos seguir o mais próximo possível dos Apóstolos e igreja do 1º século) que vc menciona que não fazem parte das Escrituras?. Se vc entende de forma distorcida o que escrevo, sinto muito, é a forma que sei me expressar!.
2) Quando disse: neste último parágrafo eu incluiria: fiz-me de indouto para os indoutos(dos quais eu me incluo) para conquistar os indoutos; entenda bem: quis dizer que esta hipotética condição poderia estar implícita no parágrafo: Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns. "Estratégia evangelística de Paulo: em momento algum Paulo acomodava o Evangelho ao gosto das pessoas...": Parece que não estou conseguindo fazer me entender!. Você acredita mesmo que eu seja tão infantil a esse ponto?; preciso ser minucioso em tudo?.
Perdoe-me não entenda o que vou dizer como que esperteza ou coisa que o valha: Cursei apenas até 4ª série do antigo primário, talvez seja por isto que tenho dificuldade em me expressar ortografica e gramaticalmente corretos, porém tenho senso crítico razoável, pois a escola da vida nos ensina muito bem.
"Filipenses 1:18": Exatamente, aí está um exemplo, se examinarmos todo o contexto, os opositores de Paulo também exerciam o direito de evangelizar a seu modo o povo, com o aval do apóstolo ainda que sob seu protesto!. Ou vai querer me convencer que esses opositores tinham tal autoridade para se contrapor ao apóstolo ou vice-versa?.
3) "Será que eu tenho que abandonar o blóg e pregar apenas pessoalmente as pessoas?": Veja o exemplo acima... Creio que somente podemos afirmar categoricamente como verdade, aquilo que temos vivenciado pessoalmente e não o que afirmamos como verdade por meio de fontes opositoras de qualquer seguimento. Eu poderia colocar um monte de denúncias comprometedoras de muitas denominações por informações de fontes externas e internas, e veja bem, problemas de cunho "litúrgico/ortodóxo", e que até vc mesmo sabe muito bem, mas não faço isto por princípio de respeito as denominações, as pessoas e principalmente a Palavra de Deus. Mat. 7... Se a minha "casa/denominação" já tem tantos "problemas/trave" para resolver, como posso me atrever resolver os "problemas/argueiro" da "casa/denominação" dos outros???.
4) "Ar de deboche e adjetivos humilhantes é interpretação minha?": O que quer dizer com: "Che Guevara evangélico", argumentos "MST", "filosofia de Judas Escariotes", "publiquei teu manifesto cristão", apenas para citar alguns que me lembro...
5) "você acusou de usar palavras superficiais, onde está a superficialidade?": Não acusei ninguém, apenas disse: "não são palavras superficiais", ou seja, reconhecer que somos tão passíveis dos mesmos erros que vemos nos outros que julgamos...

Grato!

Apologeta disse...

Olha Samuel. Eu só publiquei seus comentários por educação e para que você não me acuse de hipocrisia e tirania. Entenda de uma vez. Usar de falsa humildade é muito fácil, mas admitir que o que escrevi é genuíno é que são elas...

Você em nenhum momento dessas suas imensas postagens deixou claro se o que escrevi no artigo (que sinceramente acho que você não leu) foi mentira.

Eu poderia refutá-lo biblicamente, mas pelo visto você insiste em rebater meus argumentos nos mínimos detalhes. Essa questão do obscurantismo e demais questões suas fogem da situação central: A CCB é uma seita ou não? Ficar desviando o assunto é covardia e não-aceitação da verdade.

Eu tenho a obrigação diante de Deus de responder aos hereges, exortá-los e repreendê-los pela Palavra de Deus (II Timóteo 4:1-3).

Mas se você ou os hereges que só vem para denegrir e nunca para provar se os argumentos esboçados nesse blog são mentira, nada mais posso fazer. Eu lhe respondi e se você ou quem quer que seja não aceita, continuar esse diálogo é lançar pérolas aos porcos (Mateus 7:6).

A Palavra de Deus é bem clara:


Ao homem herege, depois de uma e outra admoestação, evita-o, sabendo que esse tal está pervertido, e peca, estando já em si mesmo condenado. (Tito 3:10,11)

Se você quer viver desse jeito e acha-se certo à luz da Bíblia é opção sua. Mas deixo claro aqui que, tanto você, os adeptos das seitas como a CCB, quanto José Luiz de Jesus Miranda, terão um fim conforme suas obras (II Coríntios 11:15)

Os argumentos que ofereci já são mais que suficientes e a não ser que admitas o erro, suas postagens não serão mais publicadas nesse blog. Só o Espírito de Deus que endurece a quem quer e concede misericórdia a quem quer (Romanos 9:18) pode convencê-lo do eengano satânico em que você insiste em viver.

Sem mais e andando diante de Deus com toda boa consciência (Atos 23:1),

Apologeta!

Evangelista Eduardo França é autor do DVD: Milagres: De onde eles procedem? (Categoria: APOLOGÉTICA. À venda nos sites: CACP, MCK e MERCADO LIVRE). Co-Fundador e articulista do blog Guardian Faith: www.guardianfaith.blogspot.com

joice disse...

Meu Deus, onde vão parar....
Onde está a caridade???
Em ambos vejo que falta, pois, acredito que ao invés de estarem discutindo a doutrina de cada uma, pq não se consagram para que o Senhor tenha misericórdia e venha conceder a caridade....??
"A caridade é sofredora, é benigna; a caridade não é invejosa; não trata com leviandade; não se ensoberbece".
"Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal. Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade".
"Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta".
"Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e a caridade. Mas a maior destas é a caridade" ( Paulo, I Coríntios, cap. XIII, vers. 1 ao 13).
Que a Paz de Desu esteja com todos. Amém

Apologeta disse...

É realmente absurdo até onde vai o nível intelectual das pessoas que, sem conhecimento nenhum, acusam outras de pecado.

Você esqueceu-se de UM dos versículos anteriores: O AMOR NÃO SE ALEGRA COM A INJUSTIÇA; MAS SE REGOZIJA COM A VERDADE (I CO 13:6) É realmente uma injustiça tanto da sua parte como daqueles que a advogam, o pretexto argumentativo do amor contrário a exposição do erro. Você lê a Bíblia minha querida? Pelo visto não. Então lhe informarei: Leia cuidadosamente Mateus 23 (sim, o capítulo todo!) e depois conversaremos sobre "falta de amor". Se não entendeu, explico: Se Jesus é Deus de amor, como pode Ele ter usado termos contra os fariseus tais como: serpentes, raça de víboras, guias cegos, filhos do inferno, sepulcros caiados, etc? Então te pergunto: Isso é demonstração de amor?

Defendendo o Evangelho de Cristo com amor regozijado na verdade,

Apologeta!

Ajuda Espiritual disse...

Li do inicio ao fim este post sou da CCB
A 1ano nunca me imaginei ser crente ou religiozo mas para aqueles que o nosso Senhor Jesus Cristo tem planos Ele cerca os caminhos e o caminho me trouxe até a CCB em pouco tempo experementei coisas que nunca se quer imaginava existir o que me vez crer unicamente em Jesus como Salvador e que nimguem chega ao Pai se não por Ele por isso essa obra é de quem Ele tem misiricordia e não os que querem fazer parte porque Deus conhece quem dara fruto e quem não dara no momento passo por uma persequição espiritual pois todos que se voltam contra o inimigo tera ele para combater até vencer e lendo este artigo me balançou um pouco no começo mas graças a Deus pelo seu bom espirito me tem guiado e visto tudo isso meu coração se intresteceu as palavras de Deus foram usados de modos teologicos não espirituais o que me faz ficar mais firme na CCB pois esse negocio que diz ser proibido o estudo biblico é tamanha mentira os cooperadores pelo contraria falam que a palavra de Deus é pão da vida e quem não comer perecera portanto estudamos sim e meditamos nas palavras de Deus não no interece teologico mas para enriquecimento das nossas almas pos a propria CCB orienta maldito o homem que crer em outro homem mas bem-aventurado o que crer em Jesus Cristo pois o Senhor é o meu Pastor e nada me faltara.
Irmandade não fiquem se sentido mal seja da CCB ou de outra denominação pois uma só é a Igreja verdadeira que é Cristo que esta em nós que a Paz de Deus a comunhão com Espirito Santo esteja com todos nós.Amém.

Apologeta disse...

Caro "Ajuda Espiritual".

Pelo visto é você quem realmente está necessitando de ajuda espiritual. Você usa ao seu bel-prazer o texto de Jeremias 17:5 sem avaliar o seu contexto para afirmar que não devemos confiar em interpretações humanas da Palavra de Deus e absurdamente se esquece de que a Bíblia foi escrita por homens! Se a Bíblia fosse um livro apenas divino sem elementos humanos, nenhum de nós seria capaz de compreendê-la pois assim está escrito: "Porque quem compreendeu a mente do Senhor? ou quem foi seu conselheiro?" e também: "Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo?" (Romanos 11:34; I Coríntios 2:16)

Agradeça a Deus por ter usado homens para - inspirados por Deus -
escreverem a Bíblia. Tenho plena certeza de que Deus usa a quem quer, mas se não fosse por homens como Lutero, Calvino, Zwinglio, Melanchton, e demais reformadores, poderíamos estar ainda dentro da Igreja Católica Apostólica Romana e você, muito provavelmente, seria atualmente um idólatra, adorador de Maria.

Retirar o elemento humano da Bíblia é negar que o homem é a imagem e glória de Deus, como nos informou Paulo em I Coríntios 11:7 e, ao mesmo tempo, inferiorizar a Encarnação do Senhor Jesus Cristo (João 1:14), reduzindo o corpo humano à mero instrumento de pecado. Isso é contrário às Escrituras e é pensamento de uma seita conhecida desde a época apostólica denominada de Gnosticismo.

Se você foi criado e ensinado assim, cuidado! Esse é o cabresto que a seitas impõem aos seus adeptos. Avalie se seus pontos de vista estão de acordo com a Palavra de Deus, pois "se um cego guiar outro cego, ambos cairão na cova." (Mateus 15:14)

Obs: Todos esses versículos que citei, foram escritos por HOMENS como eu e você!

André Rocha disse...

"pois a propria CCB orienta maldito o homem que crer em outro homem mas bem-aventurado o que crer em Jesus Cristo pois o Senhor é o meu Pastor e nada me faltara".

Caro irmão em Cristo e apologeta Eduardo França que Deus continue te iluminando e te abençoando em esclarecer e ouvir a voz do nosso senhor Jesus Cristo contra as heresias e os hipóclitas dessas seitas, que insistem em denegrir o verdadeiro evangelho, que é nosso alimento e que liberta nossas almas das ciladas do inimigo. Amém!

Percebe-se que o fanatismo desenfreado reina no meio dos adoradores dessa seita ccb. A própria ccb orienta? Quer dizer se a ccb não tivesse orientado que maldito o próprio homem que confia em outro homem (Jeremias 17:5) o "amigo" aí de cima talvez não fosse tão contundente assim né? Pra vcs a orientação bíblica por si só não é o bastante, sempre por trás de tudo que pronunciam está o nome da ccb. "A graça" como dizem. Vcs adoram a placa de sua denominação e não verdadeiramente a Cristo nosso único e suficiente salvador. Já frequentei por um tempo essa igreja e presenciei coisas horrendas que erão ditas no púlpito ou nos comentários da irmandade ccb. Vcs discriminam outras denominações evangélicas sim, não aceitam a ordenança de pastor que é bíblica, consomem bebida alcoólia (pelo menos alguns que conheci) e acham isso a coisa mais normal do mundo, são exclusivistas e acham que só vcs por (serem santos), é que vão para o céu. Só o batismo ccb é o correto, o das outras igrejas está errado pelos olhos de vcs, contudo isso ainda, fazem o proselitismo e plantam na mente das pessoas desconhecedoras da palavra de Deus que o verdadeiro caminho é o da ccb, e as vezes até "rebatizam" membros que eram de outras igrejas com a desculpa que esse é o batismo verdadeiro a ser seguido, por que é o da "graça". Teêm uma visão completamente distorcida sobre a prática e uso do véu, e acham que só por que fazem uso de tal coisa estão indo de acordo a bíblia, o que não é verdade. Dentre esses pontos heréticos poderia destacar vários outros, mas sei que já são o bastante e verídicos e finalizo-os por aqui. Agora me diga que isso é mentira?

André Rocha disse...

continuação...

No passado gostei de uma moça que era dessa seita, ela queria a todo custo me levar a frequentar essa ccb, eu como gostava muito dela aceitei, mesmo sendo de outra denominação fui para conhecer, e pude sentir na pele a discriminação vinda deles, para se ter uma idéia eu nem era crente para eles rsrs. O tempo que fiquei com ela só me serviu pra eu me estressar e ver como esse pessoal são fanáticos, prepotentes e desconhecedores da bíblia. Bom para resumir ela terminou o namoro comigo, com a desculpa de eu não querer seguir a mesma igreja que a dela, mesmo depois de ter jurado mil amores pela minha pessoa. O interessante é que o tempo em que namorei com ela eu fui diversas vezes nessa seita, e ela muito pelo contrário, nunca aceitou um convite meu de ir congregar na minha igreja, nem ao menos para visitar, o que para eles é um pecado contra a "graça" rs. Sofri muita indiferença desse povo, principalmente da família dela sendo que eles falavam uma coisa na teoria, e na prática faziam outra coisa completamente diferente. Enchem a boca na hora de saudar com a paz de Deus, mas não dão o mesmo crédito quando são saudados de outro modo como na assembléia de Deus ou Batista por exemplo... Existem outros vários exemplos que poderia expor aqui, mas não é necessário, pois o irmão apologeta Eduardo os lançou muito bem e com toda vericidade e glória da palavra de Deus e aprofundamento teológico, que é a perfeita inspiração do espírito Santo de Deus e contrário as enganações do coração.(Jeremias 23:26) e que repele toda essa falácia que só traz mentiras e heresias vindas desse povo herético e hipóclitas fariseus. (mateus 15:7 a 9). Hipócritas! Bem profetizou Isaias a vosso respeito, dizendo:
Este povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de mim. Mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homem.

Que Deus sempre te abençõe nessa caminhada e parabéns pelo excelente trabalho de seu blog irmão Eduardo. E pela fé no nosso criador e redentor Jesus Cristo. Amém! Graça e Paz!!!
André L. Rocha

Apologeta disse...

Caro André Rocha! Saudações apologéticas!

Bem, percebo que o irmão como muitos foi um dos prejudicados por essa seita infame. Infelizmente tenho uma notícia terrível a te informar: Você não está só! Muitas pessoas tem sido flageladas pela tirania despótica dos cegos líderes sectários. Muitas pessoas estão indo ao inferno por terem sido (e desejarem ser) enganadas com a venda e a mordaça das seitas heréticas. Infelizmente essa batalha não termina e enquanto estivermos aqui temos que ganhá-los para o Cristo que não oprime, engana e nem ensina mentiras como as tais propagadas pela CCB.

Entendo suas mágoas e realmente é motivo de entristercer-nos, pois desejaríamos que a CCB bem como os Adventistas, Mórmons, Testemunhas de Jeová, Espíritas, Católicos, etc fossem nossos irmãos, que nada disso fosse verdade e pudéssemos viver unidos no Cristo da Bíblia que é o Senhor das nossas vidas.

Anelamos do fundo do coração que essas pessoas sejam salvas da mentira, para a verdade; das trevas para luz e do poder de Satanás para Deus! (Atos 26:18)

Fernanda disse...

É melhor não julgarmos a doutrina de ninguém, pois sou da CCB, por graça e misericórdia de Deus, e na nossa igreja o que nos ensina é o amor, e não a discórdia e nem a soberba.
O que você citou sobre a oração de joelhos, não procede. Nos prostamos, sim, pra mostrar humilhação e reverência à Deus, e não falamos que Deus só ouve a oração de joelhos, sabemos que Deus é bom, humilde, manso. E que todos nós somos filhos Dele, e que muito Ele nos ama, apesar de que a palavra diz que todo o joelho há de se dobrar na presença de Deus, que até os apóstulos e os anjos se dobravam perante ao Senhor. então somos irmãos sim. Porque Deus fala que devemos amar à todos (sem fazer acepção de pessoas) como se fosse a nós mesmos.
O irmão me perdoa, mas porque ao invés de travarmos uma guerra, não oramos uns pelos outros, para que Deus nos revele o que, realmente, Ele requer de cada um de nós. Por que na verdade, o que queremos e o que ouvimos na CCB é um dia podermos ver a face de Deus como ela é.
Como diz a palavra de Deus: amaivos uns aos outros como Eu vos amei.
Se Jesus nos amou tanto afim de dar a sua vida por nós, que somos pecadores, quem somos nós para julgarmos o nosso próximo, isso é o que ouvimos lá. Derepente você se deparou com alguém (como acontece em todas as igrejas, porque ninguém é perfeito) é de ter um irmão que tenha pregado assim. Mas já foi falado sobre isso e que ninguém deve dizer que só a CCB salva, pois e os Outros servos que estão em outras doutrinas? Não terão salvação porquê? porque o que Deus quer ver é um coração limpo e puro.
Vamos lutar a favor de Deus e sua palavra, e deixar pra lutar contra, só com o nosso inimigo da nossa alma.
Fiquemos todos com Deus e que Deus nos abençoe!

adriano cabral/adry.soul@hotmail.com disse...

A PAZ DO SENHOR JESUS A TODOS.
QUERIDOS IRMÃOS,VAMOS PARAR DE ATACAR UM AO OUTRO,POIS FUTEBOL E RELIGIÃO NÃO SE DESCUTE,SÓ UM SER GANHA COM ESSA BRIGA TOLA,E ESSE É O DIABO,
EMQUANTO BRIGAMOS UM CONTRA OS OUTROS,ELE ESTA DESTRUINDO MUITAS VIDAS AI AFORA,POIS,SE UM QUER IR A CCB,QUE VÁ,SE QUER IR A BAPTISTA,QUE VA,QUER SEJA ASSEMBLÉIA DE DEUS QUE VÁ,TODOS DARÃO CONTA DE SI MESMO A DEUS,A NOSSA VERDADEIRA RELIGIÃO É;AJUDAR OS POBRES E DESGRAÇADOS DESSA VIDA,ORAR PELAS VIDAS QUE ESTÃO ENFERMAS,E PRECISANDO DE UMA PALAVRA AMIGA.
NÃO VAMOS AGIR COMO CRIANÇAS QUE,AO SER TOMADO O DOCE,ABRE A BOCA A CHORAR.
NÃO OS CONHEÇO MAS,QUE A PAZ DO NOSSO SENHOR JESUS CRISTO ESTEJA COM TODOS.
SE OS SENHORES QUISEREM,PODEMOS CONVERSAR POR EMAIL OU MSN.

Apologeta disse...

Caros Fernanda e Adriano, vocês como os demais membros da CCB precisam conhecer a Palavra de Deus, pois a mesma não ensina esse "Evangelho Ecumênico" do "amor que une sem doutrina que divide".

Em poucas palavra gostaria que lessem (a não ser que venha com aquela velha ideia ridícula dos preguiçosos da CCB que "a letra mata") Judas 3 (se você não sabe, encontra-se antes do Apocalipse) lá nos é ordenado que devemos batalhar pela fé. Ora, eu indago, batalhar contra quem? Vocês podem retrucar e dizendo que é contra Satanás e eu concordo, mas lembre que Paulo disse que existem falsos apóstolos e a Bíblia manda desmascará-los pelo bem do rebanho. Perceba que em Mateus 23 Jesus faz isso. Será que Ele pode ser acusado de falta de amor ao ter desmascarado os fariseus visando o benefício espiritual do rebanho? Que dizer dos profetas do Antigo Testamento?

Leiam a Bíblia e conversaremos.

Alex sandro disse...

a paz de Deus amados e queridos irmãos olha eu sou dza congregação crista a 17 anos e a 5 anos eu venho conhecendo e vendo doutrinas em outras igrejas e vejo tambem o caminhar distu tudo sei que tem pessoas que falão sem saber como realmente funciona as doutrinas ordem de cultos da ccb congregação crista no brasil sei tambem que assusta muita gente eu convido todos voceis que abrem a boca para falar coisas sobre mas uma casa de oração antes de falar mal venha conhecer veja bem quem puder me esplicar espliqueme respondão guantas estrelas a no ceu como é o aguir de Deus pai todo poderoso vc acha que se a CCB foce obra do maliguino os cultos serião aberto em nome do pai e que Deus seja lovado amados irmãos da mesma forma que muitos achão que de a CCB é uma ceita eles tambem achão que estes mesmos não são irmãos em Cristo Jesusagora me esplica para servir a Deus é criticando as pessoas e igrejas prestando atenão em coisas que não entendemolha irãos antes de abrirem a boca para falar mal de igrejas e cristão ofrem por elesagora te pergunto não sei de que igreja vc é mas responda para servir a Deus é nesseçario pular critar faser apresentão tiatral dançar e outras coisas mas como muitas igrejas pentecostes fasem veja bem amados a tua igreja tem o custume de se prostarem de joelho para orazr e se umilhar perante Deus ou a tua igreja ou vc so vai na igreja por causa do pastor ou do obreiro do presbitero ou de outros menbros que tem o dom de revelaçãoirmãos me dis gual foi a utima ves que vc falou com Deus olha meu nome é Alex Sandro P Aestarei sempre aqui me dis uma coisa quem puder me responda quem é o fundador da tua igreja guando e como ela foi fundada e porque sobre o que estes menbros sairão de onde estão e fundarão a tua igreja (se Deus é por nos quem sera contra nos)

alex sandro disse...

alexEu conheço a CCB, é verdade que eles não são seitas, mas também não são evangelicos, pois eles não são proselitistas, eles também não cobram dizimo, não tem pastor, no lugar deste é um ancião que preside o culto, não são formados em teologia, mas tem conhecimento das escrituras, não se envolvem em politica, e não se associam a nenhum partido, declaram abertamente que sua patria esta nos céus. Acreditam no batismo com emersão, e no batismo com o espirito santo com evidencias de novas linguas, respeitam outras religiões, mas não são respeitados pelas mesmas, que o chamam de Seita em tom pejorativo. Todo os membros desta igreja podem visitar outras congregações cristã em todo o mundo, não há divisão ministerial entre eles.
O ministros da congregação cristã, tem que ser casado, ter boa reputação, ser honesto e trabalhador, não pode ter nome sujo na praça e nem estar responder inquerito na justiça.
Sua maxima é "Somos justificados pela graça e não pelas obras da lei, se fosse o contrario, Jesus, teria morrido em vão"
É nesta maxima, que eles se diferem de outros evangelicos, pois eles se colocam como verdadeiros cristãos, vivendo assim na tradição Cristã do novo testamento.
Esse povo, eu respeito e admiro, porque são autenticos e não usam da força da lei para tirar proveito do povo, eles são muito na deles, não se envolvem em discussão futeis que não levam a nada, um verdadeiro exemplo de religião cristã.
Mas como tudo que é governado por homens tem a tendencia de se deturpar, acredito que em breve ela se transformará em seita, e ficará igual aos neo-evangelicos, pois o homem que se faz senhor, destroi toda a espiritualidade, sucumbindo assim a alma sedenta daqueles que buscam a verdade.

Apologeta disse...

Bem, mais uma vez um membro da CCB vem acusar-me de falta de amor. Já disse e repito que o fato de existirem doutrinas nas seitas que concordam com a Bíblia, não as isenta de erro escriturístico, visto que concordam em pontos secundários mas discordam nos primários.

Para resumir deixo uma frase de um cristão muito mais maduro na fé do que eu, medite nela:

“O fato é que muitos gostariam de unir igreja e palco, baralho e oração, danças e ordenanças. Se nos encontramos incapazes de frear essa enxurrada, podemos, ao menos, prevenir os homens quanto à sua existência e suplicar que fujam dela. Quando a antiga fé desaparece e o entusiasmo pelo evangelho é extinto, não é surpresa que as pessoas busquem outras coisas que lhes tragam satisfação. Na falta de pão, se alimentam com cinzas; rejeitando o caminho do Senhor, seguem avidamente pelo caminho da tolice”.

Romário disse...

Foi dito:

'Bem, mais uma vez um membro da CCB vem acusar-me de falta de amor. Já disse e repito que o fato de existirem doutrinas nas seitas que concordam com a Bíblia, não as isenta de erro escriturístico, visto que concordam em pontos secundários mas discordam nos primários.'

Os pontos primários da fé propagada na CCB estão presentes nas capas dos hinários, cujos 12 pontos básicos estão devidamente embasados nas Escrituras e reconhecidamente "impecáveis". Neste caso, falha a informação veiculada nesse espaço de que a CCB seja uma 'seita'.

Quanto a erro escriturístico, quem está isento? A igreja em que congrega está isenta de "erros escriturísticos"? Qual a definição Bíblica de "erros escriturísticos" sendo que erros "secundários" se enquadram nos ditos erros? Tenho 'estudos' de pastores que lançam mão da lei para reforçar o dízimo como mandamento ratificado no Novo Testamento, usam do livro de Malaquias para taxar o povo de 'ladrão' caso não praticá-lo. Isto sim, é falta de amor para com as pobres ovelhas. Uns até fazem ligação de que quem não der o dízimo será condenado por 'roubar'(?), pois tais roubadores não entrarão no céu.

O Dízimo é bíblico, só não é prática biblicamente cristã. Holocausto também é bíblico como "circuncisão" - que é anterior a lei - também o é.

No cristianismo, dízimo só é mandamento na doutrina dos homens. Antes da cruz, Cristo estava cumprindo a "lei" (Mateus 23.2,3,23). Também sou autor de um livro apologético (é gratuito), caso desejar, vai meu e-mail: sakaledah@yahoo.com.br

Apologeta disse...

"Os pontos primários da fé propagada na CCB estão presentes nas capas dos hinários, cujos 12 pontos básicos estão devidamente embasados nas Escrituras e reconhecidamente "impecáveis". Neste caso, falha a informação veiculada nesse espaço de que a CCB seja uma 'seita'."

Acredito que você meu caro Romário não leu o artigo em que postou seu comentário. Se você conseguir refutar as doutrinas no presente artigo que revelam a CCB como seita, com todo prazer e sem nenhuma vergonha retirarei o mesmo do meu blog e terei o imenso privilégio de me retratar.

O que ocorre é que quando um servo do Senhor é levantado por Deus para demonstrar a realidade por detrás da máscara de grupos pseudo-cristãos - em particular a CCB - os "irmãos" dessa seita são os primeiro a agir com intolerância contra verdades que são ensinadas pela Congregação. Mas visando esconder sua verdadeira face cadavérica, procuram enfeitar-se com os mais belos adornos da ortodoxia, sendo em seu interior como disse Cristo: "Estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia" (Mateus 23:27). Com toda a franqueza: Não me venha com essa máxima mentirosa de que a CCB é "dos males, o menor", pois o fato dos pastores errarem quanto a questão do dízimo em termos de opressão como você colocou em nada pode comparar-se ao erro horripilante da "igreja do véu" que anuncia a plenos pulmões que quem comete adultério, cometeu pecado imperdoável é como comparar Mercúrio com Júpiter.

Pelo visto, você está mais por fora do assunto do que cotovelo de caminhoneiro.

Apologeta!

Evangelista Eduardo França é autor do DVD: Milagres: De onde eles procedem? (Categoria: APOLOGÉTICA. (À venda nos sites: CACP, MCK e MERCADO LIVRE). Co-Fundador e articulista do blog Guardian Faith: www.guardianfaith.blogspot.com

Romário disse...

1º) Da propagação do evangelho - O autor, sem apontar uma prova documental argumenta dentro do ‘dizem’. Uma inverdade, cumprimos o mandamento do Senhor Jesus (Mateus 28.19) de levar o evangelho às nações. Se faz presente até mesmo em Israel (Congregação Cristã em Israel) e em vários países do mundo. Evangelização é feita até mesmo em prisões (já participei) como também em zona rural (participo) como em aldeias indígenas, etc. O autor argumenta sem conhecimento de causa, algo para lá de inócuo.
2º) Ósculo Santo – Não precisa ser perito em gramática para saber que tal saudação sempre está IMPERATIVAMENTE nas cartas apostólicas, como também é dirigida à todas as igrejas, isto é, de âmbito geral (1Pedro 5.14). Outras referências podem ser encontradas em Romanos 16.16; 1Coríntios 16.20; 2Coríntios 13.12; 1Tessalonicênses 5.26. Nestas passagens, o verbo grego “aspazomai” (saudar) sempre está no imperativo, apontando o ósculo (beijo) santo como mandamento.
O ósculo santo não é uma simples “sugestão”: “O mandamento “saudai-vos uns aos outros com ósculo santo” não é uma simples sugestão para quem quiser praticá-lo, mas uma exortação ao povo cristão para que lhe obedeça.” (Kauffman, Daniel. Doutrinas da Bíblia, pág. 332. Publicadora Lâmpada e luz - com permissão para - Literatura Monte Sião do Brasil. Boituva – SP).
De fato, “desobedecer” mandamento da Palavra de Deus é pecado, embora a igreja do escritor – logo adiante - não possa cumprir tal saudação, ele foi imparcial ao escrever:
“A maioria das igrejas evangélicas tem, por suas ações, aceitado implicitamente que alguns mandamentos bíblicos não devem ser adotados por atacado em nosso tempo e cultura. Por exemplo, o mandamento de saudar uns aos outros com ósculo santo aparece cinco vezes no Novo Testamento, e não obstante poucas são as igrejas que observam esta ordem hoje”. (Virkler, Henry A. Hermenêutica Avançada – Princípios e Processos de Interpretação Bíblica; págs. 171,172. Editora vida, São Paulo – Brasil).
Apenas uma complementação sobre o ósculo santo: “O “beijo” ocorria entre pessoas do mesmo sexo”. (Vine. W. E; F. Unger Merril; White Jr. Dicionário Vine – O Significado Exegético e Expositivo das Palavras do Antigo e do Novo Testamento. Pág. 432. CPAD. Rio de Janeiro – Brasil). Quanto ao apontamento do termo ‘fundamental’, tal termo apenas denota – claro como cristal - o desconhecimento do interlocutor sobre nossa doutrina.

Romário disse...

3º) Do ‘ofício’(?) de pastor - O que fazemos na CCB, é não confundir “dons” (Efésios 4.8,11) com ofícios, são coisas distintas. Não me venha com Hebreus 13.7,17, pois no original o termo presente ali não é “poimên” (pastor), mas tão somente “hegéomai” (líder). Assim, os líderes das igrejas primitivas eram os presbíteros/anciãos e/ou bispos (Atos 14.23). Em seu ministério terreno o Senhor Jesus concedeu aos doze o “ofício” de apóstolos (Lucas 6.13), o “dom” foi dado na ascensão (Efésio 4.8,11). Lembrando que cada grupo religioso tem o direito de escolher o ofício que desejar aos seus líderes: pastor, padre, reverendo, apóstolo, etc. Quando cita, dizendo que nós estamos ‘desfazendo da organização bíblica da igreja’(?) é uma contradição hilariante, seus ‘estudos’ estão na contramão! Pois, com a criação humana do ‘ofício’(?) de pastor, o ofício de presbítero/ancião/bispo (divinamente instituído) foi rebaixado, sendo subordinado ao dito ‘ofício’(?) de pastor... Isto sim é “desfazer da organização bíblica da igreja tão comentada no livro de Atos e nas epístolas de Efésios e Coríntios”. Como citou o livro de Atos, o rebanho era pastoreado pelo ofício de presbíteros/bispos/anciãos (Atos 20.17,28).
Seja sincero, não existe nas Escrituras ‘ordenação’(???) de “DOM” (Efésios 4.8,11), uma falácia da vossa parte. Além de Efésios 4.8,11 – que fala de dons e não de ofícios – onde em todo o Novo Testamento aparece o termo “pastor” (Gr. Poimên)? Seus argumentos não passam de “tiros de festim”, somente barulho!
4º) Da oração - Ora, o “erro” está em ficar argumentando sem as devidas provas documentais. Poderia apontar apenas um (1) documento oficial da CCB referente a isto, que Deus ‘só ouve orações se estivermos de joelhos’(?). Será que os idosos e enfermos da CCB impossibilitados de se ajoelharem não serão ouvidos? Como ficaria a situação do ancião quando efetua os batismos, pois este faz a oração de pé no tanque? Como se pode ver, prezado, seus argumentos são inócuos. De fato, Deus não fica “preso” à obra humana, damos glória a Deus por isto, suas palavras inócuas não O impede de operar grandemente em nosso meio, salvando a tantos quantos o buscam. Assim, basta fazer algumas visitas na CCB para ver que seus argumentos não passam de palavras verborrágicas, baseando-se apenas no “disse-que-disse” (blá-blá-blá). Nos cultos, é dito que os não crentes (visitantes), se “concordarem” em ajoelhar-se conosco na oração, boa coisa é! Como se pode provar, até mesmo uma visita não podendo ou não querendo se ajoelhar na oração, quando entra em um culto na CCB, sai maravilhado, dizendo que o Espírito de Deus lhe tocou profundamente o coração.

Romário disse...

5º) Da salvação: Novamente, uma inócua acusação sem provas documentais pertencentes a igreja. Contrapondo seu silogismo equivocado, apresento o nosso primeiro ponto fundamentail de fé e DOUTRINA, contida na capa dos hinários (todo membro possui): “1. Nós cremos na inteira bíblia e aceitamo-la como infalível Palavra de Deus, inspirada pelo Espírito Santo. A Palavra de Deus é a nossa única e perfeita guia da nossa fé e conduta, e a Ela nada se pode acrescentar ou d’Ela diminuir. É, também, o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê. (2Pedro, 1.21; 2Tim., 3.16,17; Rom. 1.16).
Assim, prezado, se algum membro da CCB argumenta de modo contrário, o mesmo não está de acordo nossa doutrina. Não é só na CCB que se crê nas Escrituras como “o poder de Deus para salvação”, nossa doutrina é taxativa, a salvação está ao alcance de “todo aquele que crê”. Esta é a nossa doutrina. Não se pode criticar todo o rebanho pelo “disse-que-disse”, agindo assim, o nobre interlocutor faz apologia tendenciosa e incorreta, não apontando verdadeiramente nossa doutrina. A salvação está em Jesus Cristo, tão somente nEle, é o que diz nosso 1º ponto básico e fundamental de fé cristã.
Finalizando, o nobre interlocutor concluiu:
“Por isso considero baseado na Santa e Infalível Palavra de Deus a CCB uma seita herética pseudo-cristã e muitos infelizmente tem caído no erro de considerá-los como irmãos. Tomemos cuidado, pois nem tudo que parece, é (Provérbios 14.15)”.
Também, considero baseado na Santa e Infalível Palavra de Deus e não em silogismos humanos falíveis como o seu; sabemos que somos peregrinos no mundo, não buscamos honra de homens, Deus nos honra e honrará (João 12.26). Verdade, “nem tudo que parece, é” (Provérbios 14.15), e isto é válido para seus próprios apontamentos, tipo “denorex” parece, mas não é! Que cada internauta possa visitar os templos da CCB para conferir se seus argumentos procedem, afinal, diz a Inerrante e Infalível Palavra de Deus:
“O simples dá crédito a toda palavra, mas o prudente atenta para os seus passos.” (Provérbios 14.15). Visitando a CCB, três presbíteros e uma missionária – todos de uma mesma igreja - passaram a congregar conosco e estão todos felizes com a mudança, um deles já congregava há 13 anos, pesquisando-nos. Minha avó sempre diz : “Primeiro, veja; depois confira para depois crer!”

Romário disse...

Foi dito pelo nobre interlocutor:
1)‘O que ocorre é que quando um servo do Senhor é levantado por Deus para demonstrar a realidade por detrás da máscara de grupos pseudo-cristãos – em particular a CCB – os “irmãos” dessa seita são os primeiro a agir com intolerância contra verdades que são ensinadas pela congregação.’
Minha resposta: Meu prezado, com tais dizeres e uma pitada de soberba, acaba por se auto-intitular um... ‘Vidente’ (?). Na verdade, o nobre e ilustríssimo ‘vidente’(?) procura fabricar com as próprias palavras uma espécie de ‘máscara’ e lançá-la sobre nós. Não há porque falar em ‘agir com intolerância’ quando seus argumentos não toleram respostas devidamente embasadas no que realmente cremos. Como apresentou-se como suposto revelador de coisas ocultas ‘levantado pelo Senhor’(?), a Escritura diz o que segue:
“Eis que eu sou contra esses profetas, diz o Senhor, que pregam a sua própria palavra e afirmam: Ele disse.” (Jeremias 23.31). Portanto, prezado, seus argumentos baseados no disse-que-disse, não passam de investigação própria, falando do que realmente desconhece.
2) ‘Mas visando esconder sua verdadeira face cadavérica, procuram enfeitar-se com os mais belos adornos da ortodoxia, sendo em seu interior como disse Cristo: “Estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia” (Mateus 23:27).’
Minha resposta: Meu prezado, a tal ‘face cadavérica’ realmente está SEPULTADA com o velho homem, assim, dou graças a Deus pela obra redentora que Ele tem feito para comigo. O nobre ‘apologista’ em sua intolerância, de tão ávido em ficar acusando, acaba por ocupar o lugar de Juíz. Para demonstrar que a sua nobre pessoa se posiciona como falso profeta, está julgando a graça de Deus como não operante em mim e em nós na CCB. Quanto a Mateus 23.27, o nobre interlocutor isolou um verso do seu contexto usando-o a bel prazer contra nós. Deveria saber que “texto sem contexto é pretexto”, assim, o contexto aponta tal verso como aplicável àqueles que esperavam na lei como fonte de justificação, dizendo serem justos (Mateus 23.28), quando não guardavam a lei que ensinavam (Mateus 23.3). Seria mais eficaz se tal verso (Mateus 23.27) fosse aplicado a quem aplica o dízimo – mandamento da lei – sendo que não guardam “TODA A LEI”. O Dízimo é algo que está “enterrado” no Antigo Pacto – como mandamento - sendo inaplicável na Nova Aliança implantada por Cristo.

Romário disse...

Continuando...
3) ‘Com toda a franqueza: Não me venha com essa máxima mentirosa de que a CCB é “dos males, o menor”, pois o fato dos pastores errarem quanto a questão do dízimo em termos de opressão como você colocou em nada pode comparar-se ao erro horripilante da “igreja do véu” que anuncia a plenos pulmões que quem comete adultério, cometeu pecado imperdoável é como comparar Mercúrio com Júpiter.’
Minha resposta: Não preciso de tal subterfúgio, tal qual “máxima mentirosa” . Deus me chamou para a verdade, é o que faço ao defender e expor o que realmente é exposto por nós em nossa doutrina. Na CCB não afrouxamos na disciplina contra tal pecado, o adúltero (realmente comprovado) perde a comunhão na igreja, se for o caso de o Senhor o salvar, o salvará mesmo estando sem a devida liberdade de membro. Apenas confira: “Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros”. (Hebreus 13.4).
Destarte, para o cristão que cometer tal pecado está reservado um julgamento futuro (Deus julgará), sendo de competência unicamente divino. Ao ministério, compete aplicar a disciplina na igreja, caso contrário, um pouco de fermento pode levedar toda a massa (1Cor 5.2, 5, 6). Onde falta disciplina, o adúltero pode cometer tal pecado várias vezes e ainda levar outros a cometerem. Advertimos os membros da igreja na doutrina do Senhor, procuramos preservar as famílias contra este pecado terrível que assola os lares. Há também uma outra forma de adulterar, a adulteração espiritual contra as doutrinas da igreja. A própria igreja pode disciplinar aqueles que promoverem tal discórdia doutrinária no seio da mesma. A título de ilustração, há décadas atrás, foram excluídas da comunhão batista cerca de trezentas igrejas que aderiram ao “pentecostalismo”. Há estudo de apologista batista (fundamentalista), afirmando categoricamente a necessidade de rebatizar os conversos nessas igrejas, pois seus batismos – segundo eles - não são válidos. Afinal, dizem que membros “excluídos” não possuem respaldo Bíblico para tal.
4) ‘Pelo visto, você está mais por fora do assunto do que cotovelo de caminhoneiro.’
Minha resposta: Nada mais do que um destempero em seus escritos, uma pitada de escarnecimento apenas serve para encobertar o que ficou notório em meus escritos. Prezado, com tais dizeres exalta-se a si mesmo como ‘perito’ (cotovelo para dentro) no assunto ao desqualificar os outros, não obstante, deveria colocar na prática a recomendação Bíblica: “Quem a si mesmo se exalta será humilhado; e quem a si mesmo se humilhar será exaltado”. (Mateus 23.12). Como se pode ver, tal comportamento além de feio, é antibíblico!

Esta, eu deixei por último: ‘Acredito que você meu caro Romário não leu o artigo em que postou seu comentário. Se você conseguir refutar as doutrinas no presente artigo que revelam a CCB como seita, com todo prazer e sem nenhuma vergonha retirarei o mesmo do meu blog e terei o imenso privilégio de me retratar. ‘
Meu querido, não refuto as “doutrinas” (referências bíblicas) presentes no devido ‘estudo’(?), mas sim, refuto seus apontamentos sem nexo referente a CCB. Duvido muito que venha a retirar tal artigo inócuo, pelo fato de eu ter visto acima argumentos que por si só desqualificam o mesmo, nem por isso foi retirado. Sei que com minhas refutações – que desqualificam o já citado artigo - não será diferente. O artigo apenas denota a ignorância (desconhecimento) do autor acerca do que realmente cremos.
Shalom aleikhem.
Romário N. Cardoso

alexandre dias disse...

caros irmãos em CRISTO JESUS, tenho a alegria de escrever para espressar minha humilde opinião quanTo aos assuntos anteriormente abordados, não me acho o dono da verdade pois a verdade absoluta é o próprio SENHOR, observando os ditos deste blog gostaria de ressaltar que todos os membros de uma mesma igreja tem uma mesma doutrina mas posturas diferentes, até mesmos erros e pecados, que são plenamente perdoados pelo sagrado sangue de CRISTO, as igrejas da mesma forma tem posturas difenciadas recaindo em muitos erros, alguns deles graves,mas isso não os exclui, porque o segredo está no NOME DE CRISTO,não quero ser permissionista nem conivente com erros doutrinários,que muitas vezes seriam erradicados apenas com uma pitada de bom senso,mas sejamos amorosos, saibamos conviver com as diferenças o amor faz suportar os erros, mas a competição rivaliza e separa, acredito que a maior necessidade do nosso povo CRISTÃO está no mandamento do amor, porque o amor une, e a biblia embora seja exposta por diversos motivos, acredito que não o deveria por vaidade de se sobrepor intelectualmente, ou apologéticamente, acredito que é melhor um coração certo no lugar errado do que um coração errado no lugar certo. para tolo até riqueza vira maldição. para tolo até conhecimento vira motivo de orgulho.... AMAIVOS UNS AOS OUTRO NISSO SABERÃO QUE SÃO MEUS DISCÍPULOS....
OS AMO!!!FIQUEM FIRMES EM CRISTO. CCB TB OS AMO E O SENHOR TB OS AMA.

Apologeta disse...

1º) Não argumentei sem conhecimento de causa. Tal fato é reconhecido e argumentado pela grande maioria dos apologistas cristãos que conhecem as doutrinas da CCB. Inócuo é o seu desconhecimento das verdades propagadas debaixo do pano pela Congregação. Todos os membros tentam se defender usando argumentos desse naipe. Porém é dito e repetido pelos membros de da igreja do véu a proibição de se pregar fora da igreja quando a mesma esta estabelecida em determinado local. Utilizam Mateus 6:5,6 para embasar tal doutrina. Um grave erro de hermenêutica. Recomendo a leitura do livro Seitas e Heresias - Um sinal do fim dos tempos. Pr. Raimundo de Oliveira, CPAD

Continua...

Hélio disse...

"Recomendo a leitura do livro Seitas e Heresias - Um sinal do fim dos tempos. Pr. Raimundo de Oliveira, CPAD"

Ah, então é nesses livros que você se baseia?

Um livro repleto de mentiras sobre a Congregação Cristã no Brasil. E falando sobre mentiras você deve saber muito bem quem é o pai da mentira, isto é, o diabo.

Se você ao ler esse livro do Raimundo da crédito e propaga as informações ali impressas sem a devida preocupaçao em verificar a veracidade dos fatos você acaba revelando sua faceta demoniaca (e pousa nesse tablóide sensacionalista de "defensor da verdade") - quanta falsidade encarnada numa pessoa só!

Você falou sim sem conhecimento de causa, e pior, baseado em um livro repleto de falsidades.

Bem que você poderia descer do seu pedestal de pseudo apologeta e ler as refutações dispostas abaixo das mentiras propagadas no livro que você indicou:

Os link's são os seguintes:

http://atos.wordpress.com/2010/03/22/igreja-do-veacuteu-seita-ou-heresia-1-de-6/

http://atos.wordpress.com/2010/03/23/igreja-do-vu-seita-ou-heresia-2-de-5/

http://atos.wordpress.com/2010/03/25/igreja-do-veacuteu-seita-ou-heresia-3-de-6/

http://atos.wordpress.com/2010/04/14/igreja-do-veu-seita-ou-heresia-4-de-5/

http://atos.wordpress.com/2010/04/15/igreja-do-veu-seita-ou-heresia-5-de-5/

Se depois dessa você não der seu braço a torcer (atitude tipica de pessoas arrogantes que fazem autopromoção pousando de santarrão em blog's apologéticos) vou te pedir um favor:

Me passe seus dados biométricos. É que estou montando uma fabrica de sepulcros caiados e preciso do modelo.

Apologeta disse...

Sua atitude é típica daqueles que querem encobrir seus erros, apenas apontando "mentiras" que disse que cometi. Em momento nenhum dei a impressão de pseudo-apologeta e, se não concorda com a defesa da verdade, nem deveria se proclamar cristão (como você realmente não o é, pois faz parte de uma seita), pois a Bíblia nada mais é do que a anunciação e defesa da verdade. Recusar ou discordar disso revela seu total desconhecimento e ignorância (mais uma vez) típica dos membros da CCB. Além do mais, estivesse em algum pedestal como você me acusa, nem publicaria o seu comentário ou mesmo o responderia. Seu problema, Hélio, é que nem na discussão estava e vem descarregando sua angústias e frustrações em cima de minha pessoa. Eu consolo-me Mateus 5:10-12. Quem precisa da aprovação das pessoas são os falsos profetas (Lucas 6:26).

Não dou uma de santarrão caro membro da seitária CCB, apenas revelo erros à luz da Bíblia das mais diversas seitas. Não faço perseguição a ninguém. Se não acredita, é só examinar meu blog e ver que posto artigos sobre as heresias internas e externas.

Quanto ao ilustre Pastor Raimundo de Oliveira e seu livro, não me baseio apenas nele, fiz uma citação de um dos livros que citam a CCB como seita. Quem te disse que esse livro está baseado em mentiras? Você como um típico herege, sempre tenta desfazer dos servos do Senhor que se levantam para anunciar as transgressões dos rebeldes, hasteando a bandeira da calúnia. Todos vocês tem "complexo de vítima". Sempre são os coitados, pobres, oprimidos, caluniados. Seus argumentos são todos típicos de opositores da Verdade. À propósito, Leia o artigo que postei: "7 pontos que revelam o caráter exclusivista da CCB".

Romário disse...

‘Apologeta’ disse: ‘Não argumentei sem conhecimento de causa’.
1º. Para quem vive se escorando no disse-que-disse, não existe meio termo, se eu fosse apontar o que tenho ouvido de assembleianos, ficaríamos num disse-que-disse interminável. Como não sou crente tipo papagaio, atenho-me apenas em provas documentais.
‘Apologeta’ disse: ‘Tal fato é reconhecido e argumentado pela grande maioria dos apologistas cristão que reconhecem as doutrinas da CCB.’
2º. Aqui, o ilustre debatedor apelou para a “votação” (a maioria). Nesse caso, se é a “maioria” que conta, então, segundo seu raciocínio ilógico, os Escribas e Fariseus estariam corretos em relação ao Senhor Jesus tendo-o como um ‘enganador’, afinal, a “maioria” daqueles ‘apologistas’ contavam em desfavor do Filho de Deus. Você não teve alternativa senão apelar para um... ‘Plebicito’! Me desculpe, mas argumento infundado como o seu, não se vê em qualquer lugar, só em seu blog.
‘Apologeta’ disse: ‘Inócuo é o seu desconhecimento das verdades propagadas debaixo do pano pela Congregação.’
3º. Debaixo do pano? Novamente se apresenta como um vidente, pois anteriormente se apresentou como revelador de coisas ocultas... Afinal, o que você sabe por ‘debaixo do pano’? Para ‘saber’(?) alguma coisa, só poderia estar junto. Se não estava, fala sem conhecimento de causa, um blá-blá-blá que não termina mais.
‘Apologeta’ disse: ‘Todos os membros tentam se defender usando argumentos desse naipe.’
4º. Uma flagrante confissão da sua parte, “todos os membros”, se os mesmos se defendem de maneira tal, suas palavras inócuas não fazem sentido algum, são provas de que tal artigo supramencionado são inócuos.

Romário disse...

Continuando...
‘Apologeta’ disse: ‘Porém é dito e repetido pelos membros de da igreja do véu a proibição de se pregar fora da igreja quando a mesma esta estabelecida em determinado local.’
5º. Meu prezado, já mudou o sentido dos argumentos? Anteriormente dizia que não fazíamos “evangelização”. Eu disse e volto a repetir, seus argumentos são como tiros de festim, só faz barulho.
‘Apologeta’ disse: ‘Utilizam Mateus 6:5,6 para embasar tal doutrina. Um grave erro de hermenêutica.’
6º. Se você conhecesse algo sobre hermenêutica, não faria tal associação mais do que absurda. O contexto fala de “oração”, e não de propagação do evangelho. O contexto encerra apenas o modo de como se deve “ORAR”, esta é a palavra chave; nada fala sobre evangelização! Até mesmo a minha Bíblia (ARA) traz um título sobre o verso 5, intitulado : “Como se deve orar”. Deveria saber também que todo título apresenta o assunto do tema, no caso apresentado, é... “ORAÇÃO”! Sua apologia, amigo, está infestada de erros gritantes no tocante a hermenêutica, mais precisamente na lei do contexto. Nessa área, meu querido, você precisa estudar mais.
‘Apologeta’ disse: Recomendo a leitura do livro Seitas e Heresias – Um sinal do fim dos tempos. Pr. Raimundo de Oliveira, CPAD’.
7º. Eu, pelo contrário, te recomendo mais leitura da Bíblia para não ficar repetindo erros dos outros. Tal argumento – que de hermenêutica só tem rótulo, por dentro está vazio - foi copiado do dito escritor supramencionado, sem o devido apontamento bibliográfico. O ilustre ‘apologeta’ cai no mesmo erro que o dele, afinal, o contexto não fala de “pregação”, mas em COMO SE DEVE ORAR!
Para finalizar, tenho observado a sua pessoa chamando-nos de ‘igreja do véu’, já que citou livro publicado pela CPAD, veja uma bela citação do Dicionário Vine, tal Dicionário (para seu conhecimento) é “aprovado pelo conselho de doutrina da CPAD”:
“Descoberta
Akatakaluptos, ( “descoberto” (fornecido de a, elemento de negação, e katakaluptõ, “cobrir”), é usado em I Cor. 11.5,13 (“descoberta”), com referência a injunção proibindo as mulheres estarem sem “véu” ou “descobertas” nas reuniões da igreja. ¶Pouco importando que tipo de cobertura seja, deve estar na cabeça como “sinal de poderio” (I Cor. 11.10), e cujo significado é indicado em 1 Cor. 11.3 no assunto de supremacia, e cujas razões são dadas em 1 Cor. 11.7,9 e na frase “por causa dos anjos” (1 Cor. 11.10), indicando o testemunho e interesse deles naquilo que indica a supremacia de Cristo. As injunções não eram nem judaicas, que exigiam que os homens cobrissem a cabeça na oração, nem gregas, pelas quais homens e mulheres ficavam igualmente com a cabeça “descoberta”. As instruções do apóstolo Paulo eram “mandamentos do Senhor” (1 Cor. 14.37) e eram para todas as igrejas ( 1 Cor. 14.33,34).” (Dicionário Vine – O Significado Exegético e Expositivo das Palavras do Antigo e do Novo Testamento, pág. 547. 2ª Edição, 2003. Rio de Janeiro, Brasil. CPAD).
Você sabe o que é “injunção”? – Significa MANDAMENTO!
O “Conselho de Doutrina da CPAD” aprovaria tal Dicionário e reprovaria seu conteúdo? Seria o mesmo que ficar dando tiros no próprio pé!
Paulo escreveu para uma igreja puramente local? – Claro que não, sobre 1Cor 1.2, pois a própria CPAD complementando o que já havia dito no Dicionário Vine, explica/ENSINA que era estendível aos cristãos de TODOS (modo geral) OS LUGARES, confira:
“O versículo 2 ensina-nos que a carta contemplava um círculo maior do que a igreja local: “Todos os que em todo lugar invocam o nome...”. ( S. E. McNair. A Bíblia Explicada, pág. 416, CPAD, Rio de Janeiro, Brasil).
Como eu disse, sou autor de um livro apologético/exegético sobre o assunto, sendo que cada versículo é apresentado em Hebraico, Grego e Português; com uma vasta referência Bibliográfica do campo Acadêmico Teológico, inclusive publicações da própria CPAD!
“innocens credit omni verbo astutus considerat gressus suos”. (Liber proverbiorum 14.15 – Bíblia Sacra Vulgata).
Deus abençoe.
Romário N. Cardoso

Hélio disse...

”Sua atitude é típica daqueles que querem encobrir seus erros, apenas apontando "mentiras" que disse que cometi.”

Não somente apontei suas mentiras como também lhe deixei cinco link’s das falsidades propagadas do Pastor Raimundo que você faz questão de propagar. Você sequer se preocupou em refutar os conteúdos dos link’s (leu pelo menos?).

“Em momento nenhum dei a impressão de pseudo-apologeta."

Realmente, você não dá a impressão de ser um pseudo-apologeta. Você é um pseudo-apologeta.

“E, se não concorda com a defesa da verdade, nem deveria se proclamar cristão”.

Quem não concorda com a defesa da verdade é você! As suas referências são duvidosas e se não acredita, por favor, leia os link’s que lhe enviei e se for capaz refute, caso contrário deixe transparecer a humildade que você alega possuir reconhecendo que ERROU ao ter como bussola a literatura repleta de mentiras contidas na literatura Raimundo, um livro de apologética podre que você deve ter na sua biblioteca em posição de destaque.

“(como você realmente não o é, pois faz parte de uma seita).”

Vindo de você me sinto elogiado, sinceramente. Os apóstolos também foram acusados de pertencerem à uma seita (At 24:14)

Hélio disse...

“pois a Bíblia nada mais é do que a anunciação e defesa da verdade”.

E quem disse que estou combatendo a Bíblia!?

Estou combatendo suas falsas alegações sobre a CCB sabendo que sua referência se encontra no livro do Pastor Raimundo e demais autores que usam estratégias sorrateiras como a dele Por isso que você é um pseudo-apologista.

“Recusar ou discordar disso revela seu total desconhecimento e ignorância (mais uma vez) típica dos membros da CCB.”

Quem esta recusando e discordando da verdade até então é você, não eu. E quem se mostra com total desconhecimento e ignorância sobre as práticas da CCB, mais uma vez, é você e não eu que sou membro a mais de uma década da denominação.

Detalhe. Você deu um tiro no próprio pé ao revelar de onde você “pesca” suas informações - não se esquecendo de comentar os link’s que lhe enviei (duvido muito que você faça isso).

“Além do mais, estivesse em algum pedestal como você me acusa, nem publicaria o seu comentário ou mesmo o responderia.”

Respondeu o comentário de forma evasiva, bem evasiva. Sequer comentou os link’s que lhe enviei onde as mentiras do Pastor Raimundo (sua fonte de informação da CCB) foram desmascaradas por um membro da CCB.

E de onde você tirou a idéia de que liberar comentários em um blog é sinal de humildade? Mas é mais do que sua obrigação fazer isto. Acusar membros de uma denominação para depois ficar manipulando debates e comentários em blog’s a fim de fazer prevalecer as suas conjecturas sobre o tema foco da postagem revela nada mais nada menos do que mau caráter por parte quem o faz. É o mínimo que eu espero de você.

Hélio disse...

“Eu consolo-me Mateus 5:10-12. Quem precisa da aprovação das pessoas são os falsos profetas (Lucas 6:26).”

Viu só? Quando você é constestado logo se apressa em se promover para a posição de "coitado, pobre, oprimido e caluniado”. Pior, logo abaixo atribui isso à minha pessoa.

E quando alguém desaprova o que você afirma mostrando-lhe os fatos como eles realmente são (e não como o Raimundo escreve) você simplesmente ignora.

“Não dou uma de santarrão caro membro da seitária CCB, apenas revelo erros à luz da Bíblia das mais diversas seitas.”

À luz da bíblia ou à luz do Pastor Raimundo?

“Não faço perseguição a ninguém. Se não acredita, é só examinar meu blog e ver que posto artigos sobre as heresias internas e externas.”

Heresias internas? Como assim? Esta dizendo que você combate heresias da sua própria denominação (interna)?

Poderia me dar um link onde você combate heresias da sua denominação, se foi isso que eu entendi?

“Quanto ao ilustre Pastor Raimundo de Oliveira e seu livro, não me baseio apenas nele, fiz uma citação de um dos livros que citam a CCB como seita.”

E logo de cara você entra pelo cano. O livro dele é um fiasco. Quanto aos outros (e já li vários) seguem no mesmo patamar.

“Quem te disse que esse livro está baseado em mentiras?”

Você se preocupou em ler os link’s que te enviei? Você se preocupou em refutar o conteúdo dispostos nestes link’s?

Agora eu te pergunto. Quem te disse que esse livro não tem mentiras?

Você aplicou algum método prático para verificar a autenticidade das informações ali expostas ou simplesmente acreditou em tudo quando terminou de ler o livro sem ao menos fazer um crivo cético do conteúdo?

“Todos vocês tem "complexo de vítima". Sempre são os coitados, pobres, oprimidos, caluniados.”

Até o momento quem se colocou nessa posição citando Mt 5:10-12 foi você e não eu.

E não é você que esta me contestando. Sou eu quem estou te contestando.

Sempre quando algum membro da CCB desmascara suas falácias você fala isso, que estamos se colocando como “coitados, pobres, oprimidos, caluniados” (só você pode se colocar nessa posição, mais ninguém) . Na falta de argumentos mais sólidos quando alguém lhe mostra a verdade ou rebate suas alegações a única coisa que lhe resta é recorrer à esta velha tática usada em debates ao afirmar que o oponente esta se “fazendo de vítima”. Basta ver que em nenhum momento eu afirmei que “somos coitados, pobres, oprimidos e caluniados”. Você sim fez isso, não eu.

“Seus argumentos são todos típicos de opositores da Verdade”.

Opositor da Verdade não. Opositor daquilo que você afirma ser verdade (baseado em livros de outros pseudos apologistas, pra variar).

“À propósito, Leia o artigo que postei: "7 pontos que revelam o caráter exclusivista da CCB".

Já li artigo. Esta repleto de mentiras e meias verdades (que a propósito é uma mentira completa).

Me avise se você julgar que meus comentários podem atrapalhar seu trabalho de propagar mentiras (ai o melhor que você tem a fazer é manipular debates, barrar comentários e evitar esclarecimentos sobre as verdadeiras práticas da CCB).

Sendo assim pararei por aqui, caso contrário poderemos prosseguir em nossa amistosa conversa.

Romário disse...

Um breve histórico e comentário, feito por um pastor e apologista Batista fundamentalista, sobre como surgiu a igreja Assembleia de Deus, veja as afirmações desse apologista Batista:

"O Caso da Assembléia de Deus

O caso da Assembléia é muito importante, pois ela é a mãe e avó da maioria das igrejas pentecostais no Brasil (com exceção da Cristã do Brasil). Se entendermos porque não aceitamos o seu batismo como válido, valerá para os pentecostais da segunda geração e os neopentecostais. Vejamos abaixo como surgiu a Assembléia de Deus no Brasil. As informações abaixo são tiradas dos livros A História dos Batistas e do Diário de Gunnar Vingren e Daniel Berg, fundadores das Assembléias de Deus no Brasil.

Em 1909 desembarcaram no Brasil dois pastores batistas. Chamavam-se: Gunnar Vingren e Daniel Berg. Estes dois foram pastores batistas nos Estados Unidos, mas devido se unirem ao movimento pentecostal realizado na Rua Azuza 312, em Los Angeles, precisaram ser excluídos das igrejas batistas que ministravam por causarem a divisão dos membros e distúrbios da ordem na igreja. Ao chegarem no Brasil foram apresentados ao pastor Justus Nelson, o pastor da Igreja Batista de Belém do Pará. Pediram entrada nessa igreja, entrada esta que foi de princípio negada por não terem carta de transferencia (e nem poderiam ter, pois tinham sido excluídos). Omitindo que eram membros excluídos, apresentaram-se como verdadeiros pastores batistas, e isso lhes deu o privilégio de morarem no porão da igreja até conseguirem se instalar em outro lugar. Por aquele tempo o pastor Justus Nelson precisou viajar para o Sudeste do país, pois veio a uma Convenção Batista. Foi neste tempo que esses dois pastores agiram de má fé e causaram um grande problema ao pastor que gentilmente os recebeu.

Sem a presença do pastor, e ajudado por um co-moderador da igreja, José Plácito da Costa, eles conseguiram filiação na igreja, mesmo sem as cartas de transferência. Começaram então a induzir alguns membros a ficarem após o culto a assistir suas reuniões, às quais, eram feitas sem o conhecimento da igreja e no porão onde estavam instalados. Em seus cultos havia muito barulho e êxtases, e alguns começaram a dizer que tinham recebido dos dois pastores o que eles chamam de "batismo com fogo".

Um irmão da igreja, o evangelista Raimundo Nobre, descobriu o caso, e logo comunicou a igreja. Foi feita uma reunião para apurar o caso, e nessa reunião os dois pastores e mais onze membros da igreja foram excluídos, isso no ano de 1910. Segundo o historiador da Igreja Batista de Belém, Antônio B Almeida, Vingren e Berg continuaram a realizar trabalho de proselitismo entre os membros da Igreja, em lugar de evangelizarem os descrentes (é típico deles). O proselitismo perdurou por toda a sua vida. Em seu diária Vingren diz: "Por onde iam, buscavam nas igrejas e casas dos batistas infundirem o novo batismo".

Romário disse...

Continuando...

"Pois bem. Os fundadores das igrejas Assembléias de Deus no Brasil tiveram duas exclusões. Uma em suas igrejas originais dos Estados Unidos, e outra aqui no Brasil pelos irmãos da Igreja Batista do Pará. Perguntamos: É válido o batismo de um membro excluído? É bíblico um membro excluído abrir uma nova igreja e sair batizando as pessoas? Se é bíblico qual é a necessidade das exclusão dentro de uma igreja? Não, não é bíblico uma pessoa sob a disciplina da Igreja sair por aí abrindo novas igrejas. Se hoje aceitarmos um batismo de uma pessoa vindo da Assembléia, estamos dizendo que as igrejas de Cristo não tem necessidade de disciplina. Em nenhum versículo do Novo Testamento temos uma igreja sendo aberta por um membro que tenha sido excluído da Igreja de Jesus Cristo. Vimos nos estudos anteriores que todas as igrejas eram abertas por homens que estavam em plena comunhão com uma igreja de Cristo.

O que os fundadores da Assembléia de Deus fizeram foi desonesto. Mentiram que eram batistas quando não eram. Diziam estar em comunhão quando na verdade foram excluídos. Esperaram um pastor viajar para poderem agir de forma uma sorrateira. E pior, dividiram um corpo de Cristo. A Bíblia é clara sobre esse assunto de divisão: "Quem comigo não ajunta se espalha". Dividir a Igreja de Cristo é dividi-lo, e a maioria das igrejas pentecostais que saíram dos grupos reformados deixaram para trás grandes divisões e mágoas contra pessoas que simplesmente amavam Jesus da mesma maneira que se amou a dois mil anos atrás.

Quando uma Igreja Batista aceita o batismo praticado por uma igreja pentecostal, ela está dizendo que sua co-irmã, a Igreja Batista de Belém, cometeu um erro ao excluir aquelas onze pessoas. Ora, seria justo, se em uma de nossas igrejas batistas atuais, por motivos de disciplina e até doutrinária (que foi o caso dos fundadores da Assembléia), chegasse a excluir onze irmãos, e estes onze irmãos iniciarem uma nova igreja, pergunto novamente, seria justo aceitar essa igreja como sendo bíblica? De que serviria a exclusão? A exclusão serve para que o membro excluído, ao ficar fora da comunhão, sinta falta dela, arrependa-se do seu erro, e ingresse novamente na igreja, e assim, o problema disciplinar foi resolvido."

Romário disse...

Continuando...

"Um pastor batista alegou o seguinte motivo para aceitar o batismo praticado pela Assembléia. Disse ele que por eles ter crescido mais que os batistas já é motivo de aceitarmos, pois isso mostra que Deus está abençoando. Cuidado! Se for assim então temos que aceitar o batismo praticado pelo catolicismo, pois, ela também é uma igreja excluída, e é a igreja que mais cresce no mundo. Este mesmo pastor sofreu em sua igreja uma pequena divisão. Alguns membros resolveram se rebelar e abriram uma nova igreja batista. Perguntei a ele se a sua igreja estava em comunhão com a que foi fundada através de divisões e mágoas. A resposta foi áspera: De jeito nenhum! Perguntei porque, e a resposta foi que eram excluídos. Ora meus irmãos batistas, se não temos comunhão com nossos excluídos atuais, porque a daremos aos que foram excluídos a quase cem anos atrás? Sim, pois estes jamais voltaram ao seio da igreja, antes, continuaram a dividir nossos trabalhos. Está certo um membro excluído abrir uma nova igreja? Onde encontramos isso na Bíblia? Rebatizá-los é a forma única de manter a disciplina e a comunhão sincera entre as igrejas co-irmãs. Além do que, na maioria das vezes, os membros vindos das igrejas pentecostais, quase sempre são batizados para lavarem seus pecados, e só isso já invalida totalmente o seu batismo. O batismo praticado pela Assembléia é tão inválido quanto seria o batismo praticado por uma igreja formada por membros excluídos de uma de nossas igrejas batistas atuais.

A Assembléia é mãe de quase todas as igrejas pentecostais no Brasil e no mundo, com raras exceções (que é o caso da Congregação Cristã). Ela é mãe da Quadrangular, Brasil Para Cristo, Deus é Amor, Só o Senhor é Deus, Casa da Benção e aí a fora. Estas igrejas, por sua vez, são mães de outras igrejas como a IURD, Vida Nova, Internacional da Graça entre muitas outras consideradas neopentecostais. Portanto, se um membro excluído não tem autoridade para realizar o batismo, teria ele autoridade para ordenar pastores? São estes pastores ordenados? Por quem? Por membros excluídos? Qualquer igreja batista de verdade que se preze há de zelar pela comunhão verdadeira e negará a validade dos batismos pentecostais, pois são igrejas nascidas da divisão, discórdia e contendas. Atrás do nascimento dessas igrejas existe muitas mágoas e pecados a serem confessos."

Como visto acima, segundo esse apologista Batista, os fundadores da igreja Assembleia de Deus eram membros EXCLUÍDOS da igreja Batista, não tinham carta de recomendação, taxam os fundadores da AD de desonestos, dizem que mentiram, e que membros excluídos não possuem autoridade para sair batizando e abrindo igrejas. Todo assembleiano que desejar voltar á igreja de origem (Batista) precisam se rebatizar, afinal, segundo o estudo feito pelo apologista fundamentalista da igreja Batista, o batismo da igreja Assembleia de Deus não é válido! Aqui vai o link, endereço do estudo:

http://solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/OBatismoBiblico-GilbertoStefano.htm

Assim prezado, o autor do livro que ataca a CCB, por ser assembleiano precisa voltar e se rebatizar na igreja Batista.

Hélio disse...

Esclarecimento:

Os link's que eu deixei disponibilizado em comentário anterior é uma análise do livro do Pr. José Amaral e não do Pr. Raimundo de Oliveira.

Acabei esquecendo de vincular o link principal junto aos outros.

Uma breve analise do livro do Pr. Raimundo de Oliveira esta neste link:

http://atos.wordpress.com/2008/11/16/a-pobre-arte-apologetica/

Os dois livros levantam temas similares ao atacar a CCB, nas palavras do próprio autor do blog que leu as duas "literaturas", destaque em negrito meu:

"A mesma conclusão pode ser aplicada ao livro “A igreja do véu: Igreja ou Heresia? Toda a verdade sobre a Congregação Cristã no Brasil”, como consta na capa, ou “Toda a verdade sobre a Congregação Cristã no Brasil. A Igreja do Véu: seita ou heresia?”, conforme está na primeira página interna. Escrito pelo Pastor José Marques Amaral, da Assembléia de Deus goiana, o livro recupera algumas teses já levantadas por outros apologetas (como o Raimundo de Oliveira, brevemente comentado aqui no blog)."

http://atos.wordpress.com/2010/03/22/igreja-do-veacuteu-seita-ou-heresia-1-de-6/

Estamos no aguardo do autor deste tablóide em reconhecer os furos desses apologetas que nada mais são dos que as fontes de conhecimento sobre a CCB que o Eduardo França dispõe.

Como isso vai custar um ego ferido sabemos que dificilmente ele irá reconhecer tais furos, mas quem sabe...

Apologeta disse...

Romário:

2)'Quanto a erro escriturístico, quem está isento? A igreja em que congrega está isenta de "erros escriturísticos"?' Essa sua fala já me diz tudo. Não seria farisaísmo (e entenda o termo contextualizado para nós, não no âmbito histórico por favor) apegar-se à questões que não redundam em salvação? Tal atitude foi repreendida por Cristo (Mateus 15:6). Veja que incoerência, vocês da CCB nos acusam de sermos os fariseus por pregarmos o Evangelho fora dos templos e ao mesmo tempo apegam-se ao ósculo santo. Pergunta: Qual dos dois tem causado mais prejuízo ao Evangelho? Não sou eu que não considero vocês como irmãos a priori, são vocês à semelhança das Testemunhas de Jeová, Adventistas e Mórmons que propagam serem a restauração do cristianismo privemo. Únicos, exclusivos, ímpares. Concordo com o Pastor e Apologista Natanael Rinaldi no artigo posterior: "Certamente, as LISTAS DE DOUTRINAS SECRETAS continuarão exercendo mais autoridade para a irmandade (leia-se CCB) do que a mesma Bíblia. Isso, sim, é apostasia."

3) "Lembrando que cada grupo religioso tem o direito de escolher o ofício que desejar aos seus líderes: pastor, padre, reverendo, apóstolo, etc." Mais uma vez você cai em contradição. Não é essa a opinião da CCB, que condena (sim, isso mesmo!) CONDENA o dom de pastor, afirmando que o único pastor é Jesus Cristo, como se os anciãos não pastoreassem ou apascentassem os bodes da CCB. Outra incoerência sua é que todo presbítero/ancião/bispo exerce o ofício de líder e é reconhecido como tal na congregação local.

Obs: Você como membro da CCB, está muito entendido na "letra que mata"! Desde quando o estudo teológico foi aprovado na CCB?

Apologeta!

Evangelista Eduardo França é autor do DVD: Milagres: De onde eles procedem? (Categoria: APOLOGÉTICA. (À venda nos sites: CACP, MCK e MERCADO LIVRE). Co-Fundador e articulista do blog Guardian Faith: www.guardianfaith.blogspot.com

Romário disse...

‘Apologeta’ disse: ‘Essa sua fala já me diz tudo. Não seria farisaísmo (e entenda o termo contextualizado para nós, não no âmbito histórico por favor) apegar-se à questões que não redundam em salvação? Tal atitude foi repreendida por Cristo (Mateus 15:6).’

1.Devemos nos apegar à Palavra de Deus em sua “totalidade” (Mateus 28.20), e não apenas às questões que envolvem a “salvação” (soteriologia). Seus argumentos, sim, te enquadram como receptor da reprovação contida em Mateus 15:6, pois subtrair da Palavra de Deus a ordem de se ensinar e se apegar a “TODAS AS COISAS” (Mateus 28.20) para apegar-se apenas à “doutrina da salvação”, faz seus argumentos cheirar a farisaísmo declarado! Doutrina Cristã não é só “soteriologia”, os escritos apostólicos tratam de várias outras doutrinas que sua nobre pessoa ainda não se apegou; cuidado, tira de pano não cobre todo o corpo.
‘Apologeta’ disse: ‘Veja que incoerência, vocês da CCB nos acusam de sermos os fariseus por pregarmos o evangelho fora dos templos e ao mesmo tempo apegam-se ao ósculo santo. Pergunta: qual dos dois tem causado mais prejuízo ao evangelho?’

2. Prezado, seus argumentos não procedem, é para lá de pueril e inócuo. Afinal, levamos o evangelho em todos os lugares. Incoerência é ficar amontoando palavras verborrágicas, muitas palavras e poucas ideias. Tal argumento só provém de verdadeiros ignorantes quanto ao que professamos, você está andando em círculo, isso já foi refutado por mim. Quanto a sua pergunta pueril, nenhum dos dois tem causado ‘prejuízo’(?) algum ao evangelho, nenhum ensino Bíblico cristão traz prejuízo algum. O prejuízo é causado pelas lideranças de igrejas que subtrai da Bíblia tais ensinos, propagando às suas membresias seus próprios conceitos construindo barreiras nas mentes incautas, como se tal ensino fosse impróprio à igreja de Cristo da atualidade. Afinal, a Bíblia é ou não é “única regra de fé e prática?” O ósculo é santo, faz parte dos ensinos apostólicos, a sua nobre pessoa procura “resistir” a tais ensinos Bíblicos cristãos, possuindo o mesmo espírito de Alexandre, o latoeiro, o espírito de resistência à um ensino inspirado por Deus, confira: “Alexandre, o latoeiro, causou-me muitos males; o Senhor lhe dará a paga segundo as suas obras. Tu, guarda-te também dele, porque RESISTIU fortemente às nossas palavras.” (2Timóteo 4.14,15). É o que faz, amigo, resistir a um ensino Bíblico universal!

Romário disse...

Continuando...

‘Apologeta’ disse: ‘Não sou eu que não considero vocês como irmãos a priori, são vocês à semelhança das Testemunhas de Jeová, Adventistas e Mórmons que propagam serem a restauração do cristianismo privemo. Únicos, exclusivos, ímpares.’

3. Ora, ‘a priori’, a sua nobre pessoa desconsiderou os membros da CCB como irmãos em Cristo, considerando até mesmo quem nos aceita como tal de estar cometendo suposto... ‘Erro’(?). Ao proferir, dizendo ‘não sou eu que não considero vocês como irmãos a priori’, nada mais é do que uma máscara verbal declarada. O derramamento do Espírito Santo à igreja, nada mais é do que um clamor do Espírito de Deus para que retornemos ao ensino original, pois muitos se apegam apenas “às questões que redundam em salvação” se esquecendo do apego aos demais ensinos apostólicos. “As opiniões mudam, porém a verdade autenticada por Deus não pode mudar, como o Deus que a disse não muda.” (Charles Spurgeon). Quanto às ‘semelhanças’(?) proferidas, apenas reforça que é leigo sobre nossa doutrina e crença. Os dons concedidos pelo Espírito Santo à igreja é um divisor de águas entre os continentes apresentados.

‘Apologeta’ disse: ‘Concordo com o Pastor e Apologista Natanael Rinaldi no artigo posterior: “Certamente, as LISTAS DE DOUTRINAS SECRETAS continuarão exercendo mais autoridade para a irmandade (leia-se CCB) do que a mesma Bíblia. Isso, sim, é apostasia.” ’

4) Incrível! Você concorda com “apologista tal, pastor tal”, mas não concorda com a Bíblia no tocante ao ósculo santo, taxando-a de trazer ‘prejuízos’(?) ao evangelho (pasmem!!!)! Que tipo de ‘apologeta’(?) é você que condena ensinos genuinamente cristãos? Apenas vive repetindo dizeres dos outros diametralmente equivocados. Na verdade, essa tal ‘lista de doutrinas secretas’(???) apenas coroa a sua ignorância sobre nós, uma apologia séria apontaria fontes documentais da CCB; coisa que não se vê em seu blog, até mesmo um amador seria mais prudente mostrando apresentando provas documentais, e não um monte de blá-blá-blá. Percebo que você é aplicado em Erística, “argumentação sofística”, isto é, visa apenas a vitória sobre seus oponentes, e não prioritariamente a investigação da verdade! A “apostasia” está do outro lado, pois está indo contra um mandamento Bíblico (ósculo santo) taxando-o de trazer ‘prejuízo’ (pasmem!!!) ao evangelho, e se posiciona criando e apontando acusações sem as devidas provas, para isto há nome específico: Difamação e calúnia! Gostaria também, de desfazer uma mentira corrente entre vocês assembleianos, de que a senhora Celina Albuquerque foi a ‘primeira pessoa’(?) em ‘solo brasileiro’ (pasmem!) a falar em línguas mediante a crença pentecostal; além de serem ignorantes no tocante às nossas crenças, parece desconhecer – Ad Fontes - sobre história, pois, é salutar desnuvear vossas mentes – historicamente - que a Congregação Cristã no Brasil é pioneira no Brasil no que diz respeito aos dons espirituais, sendo que no mês de junho de 1910, várias pessoas convertidas - em solo brasileiro - já haviam experimentado tal dádiva proveniente do Ruach haQadosh (Espírito Santo). Já deve ter ouvido falar disso muitas vezes, mas, é como disse Titus Maccius Plautus: “Para o sábio, uma vez dito é suficiente”. E continuam crendo na estória de que tal senhora realmente foi a ‘primeira’(?) pessoa no Brasil a falar em outras línguas mediante o dom do Espírito Santo... Só “blá-blá-blás”...

Romário disse...

Continuando...


“Apologeta” disse: ‘Mais uma vez você cai em contradição. Não é essa a opinião da CCB, que condena (sim, isso mesmo!) CONDENA o dom de pastor, afirmando que o único pastor é Jesus Cristo, como se os anciãos não pastoreassem ou apascentassem os bodes da CBB.’

5) Meu prezado, é peculiar dos bodes terem o esteio da mentira em seus argumentos, coisa que não falta em seus escritos. Para começar, a “contradição” está do outro lado, aliás, não só contradição como também há mentira. Todos sabem que concordamos em que nossos líderes sejam “chamados” pelo ofício de anciães, e não pastores; pois o que se vê entre vocês – particularmente nos meios assembleianos – é do homem se intitular um pastor! Não somos contra os “dons” (Efésios 4.8) dados por Deus, embora seja sabedor prefere mentir, afinal o que é Bíblico é o dom e não o ofício, somos contra o ofício – o que é FATO - de nas doutrinas dos homens inventarem/criarem/fazerem de um dom, um ofício! Se realmente fosse leitor assíduo da Bíblia, deveria saber que “toda a boa dádiva (gr. dosis) e todo dom (gr. dõrema) perfeito VEM DO ALTO, descendo do Pai das luzes, em quem não pode existir variação ou sombra de mudança” (Tiago 1.17). O que é uma pena, pois fizeram o dom “variar” com a invenção do “ofício” (com direito a diploma) que não veio do “alto”, mas de seminários de teologia; isto sim denota “sombra de mudança”! Nobre ‘apologeta’, nós na CCB não confundimos DONS com OFÍCIOS, são coisas distintas e muito fáceis de compreender. Finalizando este ítem, nossos anciães nunca proferiram que já viram ‘galinhas falarem em línguas e galo interpretar’ (unção da galinha), de onde saiu tamanha heresia, pesquise e... Descubra!
Os dons foram dados aos homens (Efésios 4.8) e não a animais!
‘Apologeta’ disse: ‘Outra incoerência sua é que todo presbítero/ancião/bispo exerce o ofício de líder e é reconhecido como tal na congregação local’

6) Claro, oras! A liderança da CCB é composta pelo ancionato, ofício de ancião que é sinônimo de presbítero/bispo! Só não concordamos com a invenção do ‘ofício’(?) de pastor, característica particular nos meios assembleianos. Cremos que foi dado DONS, conforme declara a Inerrante Palavra de Deus em Efésio 4.8, como o erro é peculiar ao ser humano, acabaram por transformar o DOM em ‘ofício’(?)... Não há respaldo Bíblico para tal. Sabia que a filha do irmão ex-presbítero – que é professora da Escola dominical - defendeu a CCB contra os argumentos de um rapaz por falar asneiras contra nós? Ela mandou o rapaz examinar direito as coisas, pois o pai dela – ex-presbítero – é da CCB, tanto ela quanto o pai conhece muito bem nossas crenças. Também, saiu uma missionária da Assembleia de Deus, agora é missionária da CCB, a mesma contou-me que o que ela contempla na CCB é bem diferente do que lhe falaram na AD.

“A verdade é uma torre forte que não tem necessidade de ser apoiada pelo erro.” ( C. H. Spurgeon)

Romário disse...

Continuando...


‘Apologeta’ disse: ‘Você como membro da CCB, está muito entendido na “letra que mata”! Desde quando o estudo teológico foi aprovado na CCB?’

7) Obviamente, a “letra que mata” nada mais é – pelo contexto - do que as letras gravadas em tábuas de pedra, apontando para a Lei judaica. Não se deve ignorar também, que muitas “letras” (escritas) taxadas de Bíblicas, presentes nos mais diversos livros, já mataram – espiritualmente - muitos crentes? Muitos negam, pelas letras, a “divindade do Filho de Deus, paraíso celestial, adoração a Jesus Cristo, batismo com o Espírito Santo, a personalidade do Espírito de Deus, que Deus não se importa com a virgindade,” etc., já ensinaram até em ‘como fumar para glória de Deus’ (pasmem!), outros, ensinam a idolatria. Todos estes ensinos são/foram ‘defendidos’ (?) usando-se da Bíblia, as Sagradas Letras! Tais letras (Bíblia), quando equivocadamente interpretadas, têm matado (espiritualmente) muitos cristãos incautos, tal como as “Despertai!”. Nos dias atuais, observa-se a ‘teologia da prosperidade’ usando-se das Sagradas Letras, afirmando que ser pobre é ‘falta’ (?) de fé, alguns querem obrigar Deus a fazer algo, usando-se do ‘eu determino’. Lembrando que torcer a palavra de Deus é característica própria do Diabo. Pensando na saúde espiritual dos membros da CCB – principalmente dos incautos - nos é ensinado a “não termos necessidade de ler leituras religiosas de “diferentes” princípios”. Não existe nenhuma proibição em nos dedicarmos com circunspeção, ao exame da Palavra de Deus, apenas ressalta que a nossa necessidade - para bem espiritual - está unicamente na Sagrada Escritura, nela existe tudo o que se precisa, individual e coletivamente.

Sobre heresia, o Dicionário Teológico (CPAD) diz que “tanto pode contrariar os ensinos quanto os costumes embasados pela Palavra de Deus.” Portanto, nos meios evangélicos há heresias que contrariam não só os “ensinos” quanto os “costumes” devidamente embasados na Palavra de Deus.

“Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.” (1Cor 15.33).

Essas "más conversações" que vem a corromper os bons costumes cristãos, é taxado pela CPAD de... Heresia! Pois é isso mesmo o que se pode comprovar em muitos ‘estudos’ de assembleianos, pura HERESIA!

Apologeta disse...

4) "De fato, Deus não fica “preso” à obra humana, damos glória a Deus por isto, suas palavras inócuas não O impede de operar grandemente em nosso meio, salvando a tantos quantos o buscam." Esse seu argumento além de ser infantil é pragmático, pois visa, como toda "boa seita", o resultado. A busca não é pelo que é correto, mas sim pelo que oferece benefícios. Minhas palavras pode até ser "inócuas" para você, porém perceba que todo adepto de seita sempre tenta defender-se de forma pura e imaculada, como se a CCB fosse o único caminho. Seu raciocínio é cíclico e como relógio nunca chega a lugar algum.

5) O argumento apresentdo por sua augusta pessoa, caro Romário é - no mínimo - contráditório, para não mencionar falacioso. Baseio-me da Lista de Doutrinas Secretas que todo ancião possui. Mais uma vez cito o artigo do Pastor e Apologista Natanael Rinaldi:

"Há uma publicação chamada LISTAS DE DOUTRINAS SECRETAS, que é do conhecimento apenas dos anciãos líderes, e que são citadas nos cultos como sendo ‘revelações’ dadas por Deus. Ora, pregadas suas doutrinas secretas como sendo uma ‘revelação’ de Deus, a irmandade aceita sem questionamento. Vamos revelar um desses pontos de doutrina: “O Senhor nos guiou a somente considerar nossos irmãos aqueles que se batizam entre nós. Na obra de Deus não temos parentes nem amigos, todos somos iguais e quem não está na doutrina não é considerado como irmão, nem tem liberdade nos cultos.” Perceba como a CCB constitui-se seita. Só são aceitos como crentes genuínos os que pertencem ao rol de membros da Congregação. Como você citou um testemunho no final do seu argumento, para basear suas falácias, farei o mesmo tendo certeza de que não posso basear-me nos argumentos dos outros.

Certa feita encontrei um membro da CCB e tentando persuadi-lo a ser um cristão e abandonar a porta larga da Congregação, o mesmo disse-me que só seria considerado membro quem recebesse o batismo na Igreja do Véu, pois "importa ser batizado com um certo batismo". Tal adepto utilizou-se do texto de Lucas 12:50 fora do contexto para basear seu argumento dentro da assertiva de que só seria membro da CCB quem fosse mergulhado em águas batismais da Congregação. Pergunta: Posso me basear em tal testemunho como você fez o mesmo acerca do presbítero e das missionárias? Argumentos pragmáticos, caro Romário, são areias movediças para sustentar verdades.

Obs: Como meu acesso a internet é limitado, só posso responder pouco. Até logo mais.

Apologeta disse...

1) Não me elegi nada. Nem o menos falei de mim. Eu generalizei, foi sua preconceituosa pessoa que achou que estava falando com soberba e decidiu "pegar esse gancho" para me atingir. Muito pelo contrário caro defensor da CCB, apenas desejo que Ele cresça e eu diminua (João 3:30).

Quanto ao meu chamado não tenho dúvidas do mesmo e por mais que tentes me descaracterizar ou desacreditar sua acusação serão fúteis e sem fundamento. Eu, ao contrário da sua pessoa - e dos membros da CCB, diga-se de passagem - não levanto a bandeira da minha denominação, mas defendo a verdade de Deus contra as mentiras propagadas pelo Diabo (Atos 26:18). Já lhe informei que não sou perseguidor da CCB como você me projeta, mas que todo movimento erguido por mãos humanas precisa ser desmascarado e isso não à luz de minhas opiniões ou interpretações, mas da Palavra de Deus (Salmo 119:105; I Tessalonicenses 5:21).

2) "Para demonstrar que a sua nobre pessoa se posiciona como falso profeta, está julgando a graça de Deus como não operante em mim e em nós na CCB." Essa sua afirmação bem poderia ser feita por um espírita ou mórmon no intuito de "legislar em causa própria". Desde quando o fato de demonstrar o erro perpetrado por você (subjetivamente) ou pela Congregação (objetivamente) me caracteriza como propagador de mentiras? O mesmo disseram de Cristo: Enganador (Mateus 27:63); Paulo: Peste (Atos 24:5).

Seus insultos em nada me ofendem, mas me fortalecem e demonstram que devo continuar a desmascarar grupos pseudo-cristãos tais quais a CCB

Obs: Responderei a todos os seus comentários, porém levará um tempinho pois meu acesso à internet como disse é restrito. Até

Romário disse...

Foi dito pelo candidato a ‘apologeta’: ‘Esse seu argumento além de ser infantil é pragmático, pois visa, como toda “boa seita”, o resultado. A busca não é pelo que é correto, mas sim pelo que oferece benefícios’.

1)Ora, nós, como cristãos que somos, visamos a “salvação” das almas, esta é a correta finalidade do evangelho, levar Cristo aos homens, nosso único e suficiente Salvador. Isto não é ser ‘infantil’, mas adulto. O ‘pragmatismo’, segundo o Dicionário Teológico (CPAD), leva ao relativismo, isto é, “o que pode ser útil hoje, pode não o ser amanhã”. Para nós na CCB, o que nos é “útil,” é a Palavra de Deus; de fato, nosso primeiro ponto básico de fé e doutrina diz ser ela “o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê”. Se isto lhe é ‘pragmático’, sendo ‘útil hoje e amanhã não’, nesse caso sua fé deveria se apegar também em outra doutrina, isto é, a “doutrina da perseverança” na Palavra do Eterno; mas, que pena! Eu me esqueci que você se atém apenas à ‘soteriologia’, se esquecendo de todas as demais doutrinas ensinadas pelo Espírito Santo. Foi isso que lhe ensinaram na escolinha dominical?
Quanto ao termo ‘seita’, veja o que dissemina a Casa Publicadora da sua igreja:

“Não se pode confundir seita com religião, nem com denominação. No cristianismo evangélico, muitas são as denominações. Estas, porém, não podem ser tidas como seitas porque, na sua essência, todas elas, basicamente, adotam os mesmos artigos de fé e dogmas. Somente quando estes são feridos, criando dissenções (sic) e cismas, é que a seita passa a configurar-se”. (Corrêa de Andrade, Claudionor. Dicionário Teológico – Nova Edição Revista e Ampliada, Suplemento Biográfico dos Grandes Teólogos e Pensadores. Pág. 329, CPAD, Rio de Janeiro - Brasil).

Como se pode ver, ‘apologeta’, o “artigo de fé e doutrina” da CCB é genuinamente evangélico e reconhecido até mesmo pelo CACP. Como não podem contradizer nossa doutrina, ficam procurando falha nas pessoas, seres falíveis. Assim, você não está de acordo nem com que sua igreja propaga e acredita, e fica argumentando sem conhecer suas próprias crenças. Quanto aos ‘benefícios’, não há benefício maior do que o que Cristo fez por nós na cruz, nisso somos todos beneficiados, agraciados por Deus.

Romário disse...

O candidato a ‘apologeta’ disse: ‘Minhas palavras até pode ser “inócuas” para você, porém perceba que todo adepto de seita sempre tenta defender-se de forma pura e imaculada, como se a CCB fosse o único caminho. Seu raciocínio é cíclico e como relógio nunca chega a lugar algum. ’

2) suas palavras não somente são inócuas, como também são revestidas de “palha”, com um simples exame vira cinza. Em lugar algum citei que a CCB seja o ‘único caminho’(?), por isso, repito que suas palavras são “revestidas” de palha seca, seus argumentos são recheados da “falácia do espantalho,” pois ignora meus argumentos em debate substituindo-a por uma versão diametralmente distorcida, para depois ficar nos blá-blá-blás, criticando equivocadamente minha verdadeira argumentação. Ao proferir que ‘meu raciocínio é cíclico e como um relógio’, compreendo que o termo cíclico corresponde ao que é “ciclo”, algo feito de forma sequencial, isto é, “uma coisa após outra em ordem ou sucessão”. Portanto, apenas denota que minha refutação é ordeira e não confusa ao refutar em sequência seus equívocos abissais. Se seus argumentos não são como “relógio”, significa que seu raciocínio é desordenado, o “relógio” (raciocínio) me faz discernir o tempo (Gr. kairós) oportuno de mexer na “palha” (seus argumentos). Basta examinar suas palavras provando-a no “fogo” (Jeremias 23.29) que não dá uma colher de cinza, se desfaz facilmente.

Foi dito pelo candidato a ‘apologeta’: ‘O argumento apresentado por sua augusta pessoa, caro Romário é o no mínimo – contraditória, para não mencionar falacioso. Baseio-me da lista de doutrinas Secretas que todo ancião possui. Mais uma vez cito o artigo do Pastor e apologista Natanael Rinald:’

3) Em primeiro lugar, é uma inverdade do mais grosso calibre dizer que na CCB possuímos publicação chamada ‘LISTA DE DOUTRINAS SECRETAS’(?)! Volto a repetir a vossa ignorância no que tange a CCB. Na verdade, o dito ‘apologista’ copiou uma invenção de determinada pessoa que, talvez por desconhecer as crenças heréticas do mesmo, acabou por engolir tal engodo. O argumento falacioso está do outro lado, pois há uma contradição na devida informação, se é ‘secreta’(?), não poderiam ser “citadas nos cultos”, “pregadas” à irmandade! Isto, por si só, já desqualifica como verdadeiro tal informação, pois se são ensinadas dos púlpitos para a irmandade não pode haver nada de ‘secretas’(?)! Por favor, poupe-me o fígado, tal argumento é para lá de contraditório, hilário! Apenas serve para denotar a baixa qualidade desse tipo de apologia. A pessoa que o tal apologista copiou a ideia de ‘haver’(?) a chamada ‘lista secreta de doutrinas’(?), também propaga que Jesus veio com ‘50% do DNA de Javé’(?)! Ora, Javé é Deus, isso “introduz encobertamente” (2Pedro 2.1) a heresia de que Jesus possuía apenas 50% do que Deus é, subtraindo da Bíblia a veracidade de que em Jesus habitou TODA (100%) a plenitude do Pai (Colossenses 1.19). Tal ensino é propagado pelos TJ, ao diminuir a divindade do Filho de Deus, reduzindo-o a “meio” (50%) Deus. Já debati com quem criou essa ideia eristizada, aliás, o companheiro do mesmo chegou a citar que Jesus se tornou ‘Deus 100%’ quando ‘adulto’(?). O dito ‘apologista’ foi buscar argumentos em fonte herética, nada confiável!
Quanto ao assunto do batismo, você apenas IGNOROU o que dizem os Batistas acerca da invalidade do mesmo ser ministrado pelas Assembleias de Deus. Nem sequer tocou no assunto.

Afinal, dizem eles que não aceitam membros excluídos saírem por ai batizando e abrindo igrejas, como foi o caso dos fundadores das Assembleias de Deus.

Romário disse...

Também, as igrejas Assembleias de Deus afirmam – a plenos pulmões - em batizar membros de outras igrejas cristãs provenientes “da maior parte das igrejas que surgiram com a reforma” – dizem que é necessário batizar esses protestantes - há um livro publicado pela CPAD, onde afirma que o melhor é “batizá-los”, confira:

“Se a pessoa já foi aspergida, ainda precisa ser batizada por imersão? – Sim. A aspersão sempre foi um modo duvidoso de praticar o batismo, por que então não aceitar logo o modo irrefutável? Haverá algum prejuízo em seguir a Jesus em tão glorioso ato de fé e devoção?” (Lawrence Olson, N. O Batismo Bíblico e a Trindade, pág. 19. CPAD, Rio de Janeiro – Brasil). Todas aquelas igrejas replicam – segundo suas teologias - que isso é pregar o rebatismo.
Deixo claro, que na CCB, também somos imersionistas! Apenas mostro as divergências denominacionais referente ao batismo.
Sobre o modo de batismo efetuado na CCB, veja a citação positiva da CPAD:

“Torna-se muito claro que não existe nenhuma discrepância entre a fórmula de Mateus 28.19 e as expressões sobre a “autoridade” ou “em nome do Senhor Jesus” ou de “Jesus Cristo” nas quatro referências supracitadas. Muitas vezes quando efetuo um batismo emprego tanto a fórmula como a expressão da autoridade, dizendo: “Irmão (...), em nome (ou sob a autoridade) do Senhor Jesus Cristo, eu te batizo em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo”. Com isso todas as partes só poderão ficar satisfeitas, pois assim estamos em plena obediência ao Mestre e seguindo o exemplo que os apóstolos nos deixaram.” (Lawrence Olson, N. O Batismo Bíblico e a Trindade, págs. 62, 63. CPAD, Rio de Janeiro – Brasil).

O livro faz citação de Atos 2.38 (expressão da autoridade) sendo pronunciada juntamente com a fórmula de Mateus 28.19, estão legitimando (sem saber) o 6º artigo de fé e doutrina da Congregação Cristã no Brasil:
“Nós cremos no batismo na água, com uma só imersão em Nome de Jesus Cristo (Atos, 2:38) e em Nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. (Mateus., 28:19).”
Usando-se a expressão da autoridade (Atos 2.38) com a fórmula batismal (Mateus 28.19), segundo a Casa Publicadora das Assembleias de Deus, é mais “pontual” à Palavra de Deus. Convidado a prefaciar o dito livro, confira o que diz o ilustre teólogo assembleiano:
“Esperamos que Deus abençoe esta obra, a fim de que sirva para melhor compreensão desta verdade tão importante e para a obediência mais pontual à Palavra de Deus.” (Lawrence Olson, N. O Batismo Bíblico e a Trindade, pág. 9. CPAD, Rio de Janeiro – Brasil).
Nota-se que as igrejas Assembleias de Deus, nesse pormenor - além de não obedecerem com pontualidade a tal ensino - vivem nos criticando por obedecê-lo.
Cabe a você, caro ‘apologeta’, vestir esta luva:

“Fazei e guardai, pois, tudo quanto eles vos disserem, porém não os imiteis nas suas obras; porque dizem e não fazem.” (Mateus 23.3). Seja cumpridor da Palavra e não somente ouvinte (Tiago 1.22).

Romário disse...

Foi dito pelo candidato a ‘apologeta’: ‘Certa feita encontrei um membro da CCB e tentando persuadi-lo a ser um cristão e abandonar a porta larga da Congregação’[...].

Esta é uma prova clara e inequívoca das acusações feitas por certo apologista batista, acerca dos fundadores das Assembleias de Deus e seus adeptos, são “proselitistas”, entre os membros de Igreja:

“Segundo o historiador da Igreja Batista de Belém, Antônio B Almeida, Vingren e Berg continuaram a realizar trabalho de proselitismo entre os membros da Igreja, em lugar de evangelizarem os descrentes (é típico deles). O proselitismo perdurou por toda a sua vida. Em seu diário Vingren diz: "Por onde iam, buscavam nas igrejas e casas dos batistas infundirem o novo batismo".

Como se pode ver e provar pelos seus próprios ditos, o apologista e pastor batista, acertou na mosca ao dizer “é típico deles” (assembleianos)!

Em seus últimos comentários, a sua pessoa ardilosamente se faz de vítima, quando na verdade a vítima somos nós. Jesus sempre falou a verdade acerca das pessoas por conhecer o íntimo de seus corações, a sua pessoa, além de ser leigo acerca das nossas crenças, propaga inverdades. Prezado, seu comportamento em “tentar” me refutar é inócuo, afinal, você sabe que estou falando a verdade. Ficar esperneando e dando berros contra meus escritos não irão provar nada o contrário. As ovelhas são mansas e pacíficas, o que vejo em seus escritos é que fica nos rodeando com uivos, rodeando o rebanho do Senhor. Afinal, você mesmo testificou que procurou persuadir um membro da CCB com suas falácias, tal qual fazem os lobos, é mais fácil capturar uma ovelha desgarrada do que o rebanho inteiro. As ovelhas do Senhor não se deixam levar por voz estranha.
“Veheyu ’osey hadavar velo’ shome’ayv levad lerammot ‘et-nafeshkhem” (Ya’aqov 1.22).

Romário disse...

Foi dito pelo invocado ‘apologeta’: ‘Eu generalizei, foi a sua preconceituosa pessoa que achou que estava falando com soberba e decidiu “pegar o gancho” para me atingir.’

1)Como sempre procurando lançar sobre os outros suas próprias ações verborrágicas. Não há preconceito em meus escritos, tire o “pre” e deixe apenas o “conceito” (ideia). No entanto, preconceito é o que não falta em seus escritos no que tange a nós. Claro que você fala com soberba, seus escritos denotam orgulho irrefletido por atacar o grupo de cristãos que eu pertenço sem ao menos inquirir diligentemente a fonte de suas afirmações, arrolando sobre a mesma seus impropérios absurdos. Quanto ao “gancho”, é disso que você se utiliza ao pegar carona nas inverdades propagada por terceiros.

Foi dito pelo invocado ‘apologeta’: ‘Muito pelo contrário caro defensor da CCB, apenas desejo que Ele cresça e eu diminua (João 3:30).

2) Todos nós devemos nos diminuir para que tão somente o nome de Cristo seja engrandecido, mas é FATO que procura diminuir os outros atacando-nos com inverdades, se exalta a si mesmo como ‘defensor’(?) da verdade, ‘revelador’(?) de coisas ocultas, o que é um absurdo declarado frente a MENTIRA CABELUDA de que possuímos lista ‘chamada’(?) de ‘LISTA DE DOUTRINAS SECRETAS’(?)! Não lhe falaram, mas no ditado popular, não passa de “conversa prá boi dormir”!

Diz o invocado ‘apologeta’: ‘Quanto ao meu chamado não tenho dúvidas do mesmo e por mais que tentes me descaracterizar ou desacreditar sua acusação serão fúteis e sem fundamento.’

3) No tocante ao suposto ‘chamado’, deveria se preocupar com as informações com que nos acusa, pois quem te ‘chamou’ poderá te despedir por andar proferindo inverdades acerca de nós. Seus impropérios contra nós sem a devida investigação comprobatória oficial, tiram os devidos créditos de suas informações, baseando apenas no “pastor disse”, tal ‘apologista’ disse, fazendo de você um adepto do “ouvi-dizer”!

O invocado ‘apologeta’ continua: ‘Eu, ao contrário da sua pessoa – e dos membros da CCB, diga-se de passagem – não levanto a bandeira da minha denominação, mas defendo a verdade de Deus contra as mentiras propagadas pelo diabo (Atos 26:18).’

4) Não levanto bandeira nenhuma, nem precisamos, a única bandeira que levantamos é o da Palavra de Deus, a bandeira da Verdade. Não obstante, seus argumentos difamatórios procuram abaixá-la a todo custo, mas quanto mais falam inverdades – como membros sabemos que são – mais nos encoraja a seguir nossa caminhada com cânticos de vitória, os cristãos foram tidos até mesmo como “lixo” do mundo, seus argumentos estão muito bem alinhados aos de Alexandre, o latoeiro (2Tim 4.14). Em eu mostrar a verdade sobre nossas crenças (fundamentadas na Escritura) não é defender ‘bandeira denominacional’, mas a Inerrância da Escritura – é nela que nossa doutrina está consolidada - que estão sendo atacadas, blasfemada. Incrível! Até agora você não apresentou nenhum erro DOUTRINÁRIO em nosso artigo de fé! Um conselho, caro adepto do “ouvi-falar”: “Os homens, para serem verdadeiramente ganhos, precisam ser ganhos pela verdade” (Charles Spurgeon).
Quanto ao dizer que ‘defende’ a “Verdade de Deus”, deveria saber que esta não tolera dolo, tal ingrediente presente em seus escritos apenas compromete tal informação.

Romário disse...

Continua...

O invocado ‘apologeta’ continua: ‘Já lhe informei que não sou perseguidor da CCB como você me projeta, mas que todo movimento erguido por mãos humanas precisa ser desmascarado e isso não à luz de minhas opiniões ou interpretações, mas da Palavra de Deus (Salmos 119:105; l Tessalonicenses 5:21).’
5) Argumento falacioso, nada mais que isso. Levanta assuntos no “disse-que-disse” como pretexto para ficar acusando e ainda tem a coragem de dizer ‘não sou perseguidor’(?). Suas palavras verborrágicas apontam em outra direção. Aliás, quando se persegue alguém, a tendência é estar atrás, glória a Deus por isso, pois à nossa frente está o Senhor Jesus para nos guiar. A posição de todo perseguidor é ficar para trás mesmo, pena que a poeira causada pelos nossos pés, ocasionado correria do povo, também tende a ficar para trás. Ora, você disse que ‘todo movimento erguido por mãos humanas precisa ser desmascarado’, dentro do contexto debatido, está se referindo a nós sem saber que a sua nobre pessoa é o fabricante da suposta ‘máscara’.
Sendo assim, meus argumentos são válidos para mostrar que não passam de blá-blá-blás. A Assembleia de Deus – deveria saber - foi fundada por homens (mãos humanas), estes “fundadores”, segundo estudo Batista, ‘mentiram’, agiram de forma ‘sorrateira’ e ‘dividiram’ o “Corpo de Cristo” e continuaram fazendo ‘proselitismo’ entre os Batistas em vez de pregar aos “descrentes”! Tal estudo cita o diário de Vingren como prova documental. Seja sincero, em vez de argumentar apontando verdadeiramente nossa doutrina – genuinamente Bíblica – você procura se basear no que disse tal ‘apologista’, a verdadeira fonte de seus argumentos para nos acusar, não encontrando erro em nosso credo doutrinário, apresentando provas oficiais da igreja como fariam apologistas realmente comprometidos em propagar informações autênticas.
“Confessar que você estava equivocado ontem, é tão somente reconhecer que você está um pouco mais sábio hoje.” (Charles H. Spurgeon).
Estou esperando chegar um livro elaborado por pastores assembleianos, aguarde, vou mostrar documentalmente o que certos líderes assembleianos propagam, verdadeiros erros, trapalhadas e contradições!

O suposto ‘apologeta’ continua argumentando: ‘Essa sua afirmação bem que poderia ser feita por um espírita ou mórmon no intuito de “legislar em causa própria” .‘
6) Como sempre, se esperneando. Minha afirmação se fundamenta na verdade das Escrituras, esta é quem “legisla” o comportamento de todo fiel cristão: “Um só legislador e Juiz, aquele que pode salvar e fazer perecer; tu, porém, quem és, que julgas o próximo?” (Tiago 4.12). Na verdade, pelo teor de seus escritos se assemelha ao catolicismo romano nos tempos da inquisição, o nobre debatedor se porta como um verdadeiro jesuíta no encalço de supostos heréticos, apenas confira sua afirmação mais à frente.

Romário disse...

Continuando...

Foi dito pelo invocado ‘apologeta’: ‘Desde quando o fato de demonstrar o erro perpetrado por você (subjetivamente) ou pela Congregação (objetivamente) me caracteriza como propagador de mentiras? O mesmo disseram de Cristo: Enganador (Mateus 27:63); Paulo: Peste (Atos 24:5).’
7) Curioso, que foi com esse mesmo espírito e crença que os jesuítas perseguiram os cristãos que não faziam parte de cartilha do clero romano. Aliás, nota-se que você cria um dragão para depois você mesmo querer matá-lo, passando-se por herói, guerreiro. Fico a pensar, será que você sofre da ‘síndrome de São Jorge’?
O insultador se passa por insultado: ‘Seus insultos em nada me ofendem, mas me fortalecem e demonstram que devo continuar a desmascarar grupos pseudo-cristãos tais quais a CCB’.
8) Como sempre, está dando uma de ‘vítima’. Ora, ora, o nobre debatedor não economiza insultos contra mim e o grupo de cristãos a qual faço parte para depois ficar dando uma de vítima e coitadinho? Insulta-nos com dizeres tal qual ‘face cadavérica, fariseus, bodes, hipócritas, pseudo-cristãos, adepto de seita’, etc.; puxa vida, depois de proferir tantos discursos insultuosos - a boca fala do que o coração está cheio - ainda tem a coragem de dizer que eu o estou insultando? Apenas estou falando a verdade ao demonstrar que seus argumentos verborrágicos não passam de tiros de festim, só fazem barulho!
“A verdade é uma torre forte que não tem necessidade de ser apoiada pelo erro.” ( C. H. Spurgeon).
Sabia que lideranças da Assembleia de Deus escreveram - com aprovação do livro por pastores de renome - dando nome a “usos e costumes” de... “Didaquê”? Pois, é! E olha que tal livro é recomendado como “manual de instrução” nos meios assembleianos, e mais, disseram que receberam ‘ajuda’ do “Senhor” ao escrever!!! Tal opúsculo é um exemplo EM COMO NÃO SE DEVE ESCREVER UM LIVRO!!!
“Em nenhuma parte das Escrituras se diz que prover entretenimento às pessoas é uma função da Igreja.” (C. H. Spurgeon).
Comprei tal exemplar e estou apenas esperando o mesmo chegar às minhas mãos para eu fazer o devido apanhado de erros, trapalhadas e contradições ali presentes. É uma verdadeira ‘pérola’!
Mostrarei para você - mais uma vez - como é que se faz apologia aceitável e autêntica, apresentando provas documentais, muito diferente do ilustríssimo ‘apologeta’ que, até agora, apenas se mostrou simpatizante e adepto do “ouvi-dizer”, do “disse-que-disse”.
Ps.: Estou aguardando que TODOS os textos que lhe enviei sejam postados em seu blog, ficar rebatendo-as com picuinhas sem apresentá-las ao público denota sua preocupação em mostrar apenas um lado da “moeda”, o que lhe convém, nada mais que isso. É como escreveu certo pastor assembleiano, dizendo que a luz está “para trás” nos comentários daqueles que falam mal de nós. Mostrarei isso no livro que está chegando em minhas mãos, via correios. Aguarde.
Shalom aleikhem!

Romário disse...

De: Romário N. Cardoso
Para: ‘APOLOGETA’ (membro e seminarista em teologia nas Assembleias de Deus).
Caro ‘apologeta’, conforme eu havia dito à sua nobre pessoa que iria enviar umas provas documentais, de que pastores da Assembleia de Deus fazem verdadeiras saladas com o texto Bíblico. Estes entram em conflito até mesmo com as publicações oficiais de suas igrejas, cujo veículo de propagação e/ou disseminação de suas crenças é a Casa Publicadora das Assembleias de Deus. No decorrer destes meus escritos, mostrarei contradições nos próprios escritos desses pastores como indo também em contradição com suas crenças, propagadas pela CPAD. Assim, eu lhe mostrarei como se faz apologia, apontando provas documentais, o que realmente diz fontes oficiais de suas igrejas.
Usarei neste trabalho, um livro escrito por pastores das igrejas Assembleias de Deus (pág. 117), estes, assim como os jesuítas, pensando estarem prestando um serviço a Deus, se autodenominam reveladores de ‘Toda a verdade sobre a Congregação Cristã no Brasil’(?), cujo livro intitula-se “A Igreja do Véu – Igreja ou Heresia? ’(4ª Edição). Vejamos os erros, a salada, as Contradições expostas em seus argumentos.
Vamos lá:
Página 5: ‘Neste livro faço uma completa análise sobre essa religião’ [...].
Comentário: “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para o meu caminho” (Salmos 119.105). Como a análise do autor supra deixou a luz para “trás”, o caminho da Verdade foi rejeitado ao tomarem um atalho. O prefaciador é quem afirmou que a análise do autor deixou a luz para “trás”, confira isso na página 6:
‘A análise feita pelo autor, trás a luz a maneira como vivem, ’ [...].
Ora, “trás” é sinônimo de “detrás, atrás” (Dicionário Michaelis). Portanto, prezado ‘apologeta’, ao escrever contra nós, não siga tal exemplo em procurar ocultar a luz “atrás” de alguma coisa para poder nos atacar.

Página 7: ‘Que este livro sirva como um manual de orientação contra toda e qualquer tentativa de nos desviar do verdadeiro e vivo caminho de servir ao Senhor Jesus de forma integral.’

Comentário: O verdadeiro e vivo caminho não tolera confusão e engano, somente pela verdade, tão somente pela verdade o homem poderá servir ao Senhor Jesus de forma integral. No entanto, para nós na Congregação Cristã no Brasil como também crêem os demais evangélicos, cremos que o único “Manual de Orientação” contra toda e qualquer tentativa de nos desviar do verdadeiro e vivo caminho, é a Palavra de Deus (2Tm 3.16,17), sendo ela nosso único MANUAL DE ORIENTAÇÃO, nossa ÚNICA REGRA DE FÉ E PRÁTICA! O livro do devido autor, ao que parece, está tomando o lugar da Bíblia Sagrada. Vejamos uma prova de que livros com argumentos puramente humanos se desfazem a uma simples análise. Convido o nobre ‘apologeta’ que observe isso mais adiante:

Romário disse...

Página 12: ‘Fazendo um paralelo, hoje temos quase que 62% dos evangélicos americanos nas Assembléias de Deus, que tiveram sua fundação muitos anos posteriores aos da Congregação Cristã.’
Comentário: Ora, 62% são indicadores de maioria. Eles se apresentam como maioria nos EUA e depois se desmentem da informação, pois na verdade são os Batistas. Como confiar nesse ‘Manual de Orientação’ com tantas informações contraditórias? Apenas servirão para “desorientar” os incautos, eles se desmentem na página 45:
‘Nos Estados Unidos os Batistas deram apoio ao trabalho feminino, chegando estas a Pastoras. Em razão disso, teve crescimento expressivo a Igreja lá, sendo hoje a maior Igreja evangélica no País.’
Afinal, qual é a maior igreja evangélica nos EUA, os assembleianos ou os Batistas? Caro ‘apologeta’, esse mamão com açúcar ficará para você responder.
Há um artigo do irmão Juliano sobre o assunto: “Amaral desconhece que a Congregação Cristã, como igreja organizada nacionalmente, inexistiu nos EUA até a década de 1980. Não resta dúvida que a Assembleia de Deus (nos EUA) se constituiu como organização denominacional, anteriormente a Congregação Cristã.” O irmão Juliano Rosa refuta de forma mais ampla aqui: http://apologeticaccb.wordpress.com/2010/04/16/rebatendo-a-igreja-do-veu-igreja-ou-heresia-toda-a-verdade-sobre-a-congregacao-crista-no-brasil/
Página 27: ‘Eles dizem também, que devem se ater apenas aos 4 evangelhos, pois neles estão as palavras ditas por Jesus.’
Comentário: Além de haver contradições nos argumentos deles, também há o ingrediente da mentira. Tal mentira se desfaz pela presença da verdade, assim como as trevas se desfaz com a luz e a noite com a chegada do dia. O nosso primeiro ponto fundamental de doutrina desmente esses pastores:
“1 – Nós cremos na inteira Bíblia e aceitamo-la como infalível Palavra de Deus, inspirada pelo Espírito Santo. A Palavra de Deus é a única e perfeita guia da nossa fé e conduta, e a Ela nada se pode acrescentar ou d’Ela diminuir. É também o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê. II Pedro, 1:21; II Tim., 3:16, 17; Rom., 1:16.”
Aliás, o nobre ‘apologeta’ poderá comprovar por si mesmo, que eles nos acusam de praticar (pág. 34,42,59) ensinos que constam em outras partes das Escrituras. Para eles, não importa se há contradição e mentiras em seus escritos, se realmente importassem em propagar a verdade contra nós, não teriam deixado a luz para “trás”.
Página 36: ‘O problema é que os irmãos da Congregação usam textos que se referem a usos e costumes, que denominamos Didaquê,’ [...].
Puxa vida, esses pastores assembleianos denominam “usos e costumes” de... Didaquê! Eu creio que talvez o nobre ‘apologeta’ não saiba o que é “didaquê”. Explico melhor: Didaquê, ou melhor, “didachê” é um substantivo grego, seu significado é de DOUTRINA! Esta é uma prova documental escrita e recomendada como ‘manual de orientação’ por pastores assembleianos, escrita ‘em linguagem escorreita e de fácil entendimento’ (pág. 6), servindo-lhes como ‘referendo bibliográfico’ (pág. 8), teve até mesmo quem deixou registrado ‘gostei do seu conteúdo’ (pág. 9). É o que dizem de ‘usos e costumes’, doutrina.

Romário disse...

Na mesma pág. 36 do mesmo livro, o uso do véu é reconhecido como doutrina:
‘Elas não têm na maioria das vezes o menor conhecimento da doutrina do véu ou nunca leram o texto.’
Como se pode constatar, esses pastores reconhecem que o uso do véu é uma DOUTRINA! Pena que não orientam seus membros quanto a esta verdade. Quer mais, prezado apologeta assembleiano, mais provas documentais de líderes assembleianos de que o uso do véu é uma doutrina, então, lá vai:
Página 37: ‘Só encontramos, a doutrina de cobrir a cabeça em I Coríntios 11, e pôr sinal, este costume entre aquele povo era obrigação, como também o é entre árabes, e pôr todos os países controlados pelo islamismo nos dias de hoje.’
Comentário: Concordo que seja uma DOUTRINA como consta no livro, porém, uma doutrina é universal, nisto erra esses pastores, mas há acerto no que diz um Dicionário Exegético publicado pela Casa Publicadora das Assembleias de Deus, confira:

“Descoberta
Akatakaluptos, ( “descoberto” (fornecido de a, elemento de negação, e katakaluptõ, “cobrir”), é usado em I Cor. 11.5,13 (“descoberta”), com referência a injunção proibindo as mulheres estarem sem “véu” ou “descobertas” nas reuniões da igreja. ¶Pouco importando que tipo de cobertura seja, deve estar na cabeça como “sinal de poderio” (I Cor. 11.10), e cujo significado é indicado em 1 Cor. 11.3 no assunto de supremacia, e cujas razões são dadas em 1 Cor. 11.7,9 e na frase “por causa dos anjos” (1 Cor. 11.10), indicando o testemunho e interesse deles naquilo que indica a supremacia de Cristo. As injunções não eram nem judaicas, que exigiam que os homens cobrissem a cabeça na oração, nem gregas, pelas quais homens e mulheres ficavam igualmente com a cabeça “descoberta”. As instruções do apóstolo Paulo eram “mandamentos do Senhor” (1 Cor. 14.37) e eram para todas as igrejas ( 1 Cor. 14.33,34).” (Dicionário Vine – O Significado Exegético e Expositivo das Palavras do Antigo e do Novo Testamento, pág. 547. 2ª Edição, 2003. Rio de Janeiro, Brasil. CPAD).

‘Apologeta’, você sabe o que significa “injunção”, antes de procurar no dicionário, adianto que é MANDAMENTO! Como se pode ver, o uso do véu é apontando como “mandamentos do Senhor” para “todas as igrejas”, para esse “todas”, é o melhor termo indicador de totalidade, prática que exprime universalidade. Vale lembrar, que por 3 vezes eles dizem que o uso do véu é doutrina, duas vezes negam. Assim, os próprios argumentos deles estão em conflito, perdendo nos próprios dizeres de 3 X 2 para o uso do véu, sendo apresentado como doutrina da igreja.

Romário disse...

Página 39: ‘Certa vez fui a uma igreja da Congregação Cristã no Brasil, e além de ter portas separando homens e mulheres, havia um cordão de isolamento dentro da igreja. ’
Comentário: Como se pode ver, para refrear uma pesquisa na veracidade da informação, ele teve o cuidado em não apontar em qual lugar ele esteve, afinal, não se pode comprovar nada, “uma” é termo indefinido. Como ele mesmo mentiu ao dizer que nos atemos apenas aos ‘4 evangelhos’(?), esta outra informação é inválida, carece de crédito. Quanto à “separação de homens e mulheres no momento do culto”, é um bom costume praticado pelos primitivos cristãos e preservado por nós na Congregação. A prova documental está presente nos próprios livros publicados pelas Assembleias de Deus, confira:
[...] “Nas “Constituições Apostólicas”, escrito compilado no século IV d.C., há uma referência ao costume de que os homens se sentavam num lado da sala em que se realizavam as reuniões, e as mulheres no outro lado (como ainda é o caso em certas regiões da Europa e Ásia), e os homens são solicitados a saudar os homens, e as mulheres as mulheres com “o beijo do Senhor”. (Dicionário Vine – O Significado Exegético e Expositivo das Palavras do Antigo e do Novo Testamento, pág. 432. 2ª Edição, 2003. Rio de Janeiro, Brasil. CPAD).
O Dicionário supracitado diz que esta ordem de os homens estarem de um lado e as mulheres do outro, está presente no documento cristão primitivo, chamado de “Constituições Apostólicas”, o que vem a ser “constituição”? – Segundo o Dicionário Sinônimos e Antônimos Houais, dentro do contexto, constituição é:

1 – Carta Magna: Carta Constitucional, lei básica, lei maior; [...] 3 – composição: formação, organização; 4 – criação: estabelecimento, fundação, instituição; 5 – regulamento: estatuto, norma, regimento.
Portanto, prezado, a CCB está muito bem amparada pela “constituição” da igreja primitiva, sendo aprovada no passado, o é também no presente e será aceito no futuro; lembrando também que a saudação com ósculo santo entre homens e homens e mulheres com mulheres estão dentro dessa... “Constituição Apostólica.”

Romário disse...

Páginas 46: ‘Apesar de a palavra de Deus em Mateus 28:19 nos ensinar que devemos ser batizados em nome do pai do filho e do Espírito Santo, a Congregação Cristã ensina a prática de um Batismo criado pelo Unitarismo Modernista. Que o Batismo deve ser feito em nome do Senhor Jesus, e em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo.’
Comentário: Esses pastores fazem uma verdadeira salada nestas acusações inócuas e inverídicas. Os unitaristas não utilizam o mandamento de Mateus 28.19 como nós na CCB, apenas utilizam o nome de Jesus, nada mais que isto. Aliás, os artigos publicados pelas Assembleias de Deus contrariam e refutam esses pastores, defendendo o batismo efetuado na CCB como estando em plena obediência ao Mestre e seguindo o exemplo deixado pelos apóstolos, confira caro ‘apologeta’:
“Torna-se muito claro que não existe nenhuma discrepância entre a fórmula de Mateus 28.19 e as expressões sobre a “autoridade” ou “em nome do Senhor Jesus” ou de “Jesus Cristo” nas quatro referências supracitadas. Muitas vezes quando efetuo um batismo emprego tanto a fórmula como a expressão da autoridade, dizendo: “Irmão (...), em nome (ou sob a autoridade) do Senhor Jesus Cristo, eu te batizo em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo”. Com isso todas as partes só poderão ficar satisfeitas, pois assim estamos em plena obediência ao Mestre e seguindo o exemplo que os apóstolos nos deixaram.” (Lawrence Olson, N. O Batismo Bíblico e a Trindade, págs. 62, 63. CPAD, Rio de Janeiro – Brasil).
Sobre o Batismo Bíblico, o mesmo livro acima diz que esta é a forma mais pontual:
“Esperamos que Deus abençoe esta obra, a fim de que sirva para melhor compreensão desta verdade tão importante e para a obediência mais pontual à Palavra de Deus.” (Lawrence Olson, N. O Batismo Bíblico e a Trindade, pág. 9. CPAD, Rio de Janeiro – Brasil).
Como se pode comprovar, caro ‘apologeta’, os pastores que ajudaram e confirmaram o livro ‘Igreja do Véu – Igreja ou Heresia?’, além de não obedecerem a esta verdade “mais pontual à Palavra de Deus”, ainda nos criticam por obedecê-la!
Destarte, na página 47, sobre o Batismo eles lançam sofismas:
‘Não posso aceitar estes ensinamentos contrários a Palavra de Deus. Atos 2:37 a 40 é mais um texto que os caducos anciãos desta organização distorceram, e que, pela falta de um estudo verdadeiro da Palavra, ensinam erroneamente.’
Comentário: Ora, eles dizem ‘não aceitar estes ensinamentos’, mas o orgão oficial das Assembleias de Deus refuta-os dizendo o contrário, que “aceitam” o que “está escrito”, confira:
“Simplesmente aceitamos o que está escrito, i. é, sob a autoridade de Jesus recebemos batismos em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.” (Lawrence Olson, N. O Batismo Bíblico e a Trindade, págs. 28, 29. CPAD, Rio de Janeiro – Brasil).
É fato que o tal pastor assembleiano e seus colaboradores sentem dificuldade na interpretação dos versículos em Atos 2.38 em conexão com Mateus 28.19, confira:
“Toda a dificuldade na interpretação destes versículos em conexão com a fórmula de Mateus 28.19, desaparece quando nos lembramos de que estes casos, em Atos, não representam uma fórmula, mas sim uma evidente demonstração de autoridade e sua obra como Messias.” (Lawrence Olson, N. O Batismo Bíblico e a Trindade, pág. 28. CPAD, Rio de Janeiro – Brasil).
Bem, até aqui eu estou provando e mostrando as acusações infundadas de pastores assembleianos, ao passo que livros publicados pela CPAD contrariam esses pastores ao legitimar como autênticos os ensinos professados na CCB, são biblicamente corretos. Caro ‘apologeta’, examine sua consciência e veja que suas acusações também estão na contramão da Palavra de Deus assim como na contramão do que é propagado pelos livros da sua igreja, sendo esta apenas uma entre outras Assembleias de Deus.

Romário disse...

Página 51: ‘A igreja do véu é completamente contra a ordenação de pastores na igreja.’
Comentário: Em lugar algum nos ensinos dos apóstolos diz que se deve ordenar “DONS” (Efésios 4.8,11). O dom de pastor vem do alto como já descrito, o ofício é criado em seminários de teologia com direito a diploma, sendo uma invenção de homens. Deus concedeu o “dom” de pastor, mas o ofício de pastor é criação de homens. Eu já lhe disse, não me venha com Hebreus 13.7, 17, pois a palavra ali no original grego não é “poimên” (pastor) mas “hegéomai” (líder). Pela Escritura sabemos que os líderes, os oficiais das igrejas cristãs eram os presbyteros/anciãos/bispos, basta conferir Atos 14.22.
Na mesma página 51, dizem: ‘A palavra pastor, presbítero ou bispo tem o mesmo significado no original grego.’
Comentário: Por favor, não é momento para brincar com o conhecimento de seus leitores ao fazer uma declaração para lá de ilógica, está procurando incutir um significado incorreto nos dicionários e léxicos gregos. Uma prova dessa afirmativa falaciosa é que o presbítero nas Assembleias de Deus não é o pastor. Aliás, um conhecido meu da Assembleia de Deus era presbítero, agora “subiu” para o grau de evangelista, somente depois é que alcançará o de pastor. Há essa diferença entre presbíteros e pastores nas Assembleias de Deus, o presbítero está subordinado ao pastor, isto é prova que não corresponde ao mesmo cargo. Quanto ao Original Grego, não deveriam afirmar afirma aquilo que não podem provar. Sou estudante de Grego e Hebraico e posso garantir com 100% de certeza que estão enrolando com esse engano apenas os que desconhecem o idioma grego koinê. O substantivo grego “poimên” (pastor), não é sinônimo do grego “presbyteros” (ancião) como também não o é de “episkopos” (bispo)! Apenas presbyteros (ancião) e episkopos (bispo) são sinônimos entre si, ficando de fora dessa sinonímia o substantivo “poimên” (pastor). Realmente, fica evidente que a luz está para “trás” desse tipo de “ex-tudo” elaborado por vocês. Não sei como recomendaram tal obra como ‘manual de referência’(?). Depois vem nos atacar apontando falta de ‘estudo’ na CCB. Nada mais é do que confusão teológica! Nós cremos que foi dado “dons” (Efésios 4.8,11), apenas não confundimos “dons” com “ofícios,” são coisas distintas. O OFÍCIO de apóstolo o Senhor Jesus já havia concedido aos 12 discípulos em Lucas 6.13, no início de seu ministério, mas o DOM foi concedido apenas quando subiu ao alto (Efésios 4.8,11). Isto já foi explicado detalhadamente em nosso diálogo anteriormente, e não desejo voltar aos argumentos outrora refutados.

Romário disse...

Página 56: ‘Outro absurdo que observamos, é a proibição de apresentação dos recém – nascidos nas igrejas da Congregação Cristã no Brasil.’
Comentário: Qualquer assunto insignificante serve de ‘absurdo’ para esses pastores da Assembléia de Deus. A apresentação de crianças no templo está ligada à “circuncisão” e “holocausto” (Levítico 12. 2,3,8 ) segundo a “lei de Moisés” (Lucas 2. 22, 23, 24), e se refere à “consagração dos primogênitos” tanto de HOMENS quanto de ANIMAIS (Êxodo 13. 2)! Quem anda apresentando crianças nos templos de tijolos deveriam cumprir todos os requisitos ordenados pela Lei no ato da apresentação descritos pela Torah. Serão esses assembleianos uns judaizantes? Aliás, Não estamos debaixo da lei para nos sujeitarmos a algo que foi abolido na cruz. Não há nenhum mandamento CRISTÃO dizendo que devemos obedecer tal prática, afinal, pertenceu ao Israel carnal e não espiritual. Quando nasce uma criança entre os membros da CCB, o mesmo já é abençoado em Cristo, nós mesmos que somos pais e “sacerdotes” (Ap. 1.6) de um melhor Concerto, o apresentamos ao Senhor em oração nos nossos lares, pois o nosso corpo é o verdadeiro templo vivo (2Cor 6.16) pertencente ao Deus Vivo! Eles se fundamentam na lei para sustentar tal dogma de ‘apresentação’, do mesmo modo como os Adventistas fazem para amparar a guarda do sábado. Jesus nasceu debaixo da Lei para nos livrar da maldição reinante na não observância da mesma. Os que foram libertados do julgo da lei estão livres para servir a Deus em novidade de vida e não na caducidade da lei, da letra que mata. Não se pode dogmatizar algo que não possui respaldo na Doutrina dos apóstolos, nos ensinos do cristianismo Bíblico:

“A oferta de dois pombinhos também era obrigatória no ato da circuncisão dos meninos, ao serem apresentados ao Senhor, completando-se oito dias de nascidos.” (Conde, Emílio. Tesouro de Conhecimentos Bíblicos – História, Geografia e Usos e Costumes do Povo de Israel, pág. 524, 10ª Impressão 2011. CPAD, Rio de Janeiro, RJ, Brasil).

Romário disse...

Página 66: ‘Infelizmente eu tenho que dizer a verdade para estes irmãos: A Bíblia Sagrada chama de ladrão aquele que não entregam o dízimo do Senhor, e que o dízimo foi dado anterior a Lei, e que Jesus não aboliu o dízimo.’
Comentário: Esses pastores deixaram registrado um absurdo ao atacar os que estão debaixo da graça com citação que diz respeito unicamente aos judeus que viviam debaixo da Lei. É um ultraje a todos os cristãos que não possuem esse dogma da Lei de Moisés não tendo nada a ver conosco, isto é, com os cristãos que foram lavados no Sangue do Concerto Eterno. A passagem citada se refere à Malaquias 3.8, pelo contexto, se refere ao povo judeu, a quem a Lei fora dada por herança. Aliás, o dízimo fora dado por herança aos “levitas” (Números 13.24). Sabemos que Cristo veio de Judá, por isso Ele não recebeu dízimo de ninguém, não era levita. Nenhum pastor deve torcer a Lei de Deus para tomar dízimos do povo, eles não são descendentes de Leví e estão violando a ordem de Deus, pelo fato de o dízimo pertencer aos descendentes de Leví e não a pastores de igrejas.
Veja as contradições desses pastores (pág. 73): ‘A Congregação Cristã no Brasil condena a doutrina do Dízimo e ofertas, explicitada tanto no Velho quanto no Novo Testamento’.
Esses mesmos pastores sabem que o dogma do dízimo não tem nada com a graça, nada de ensinos cristãos, está no mesmo nível que as festas judaicas e a guarda do sábado, confira isso na página 76:
‘Como se vê, o cristão não está sujeito às leis do dízimo, como não está obrigado a guardar e observar as festas judaicas, nem tão pouco o sábado’.

Comentário: Ora, não haviam dito que o dízimo era doutrina ‘explicitada’(?) no Novo Testamento? Se Jesus ‘não aboliu o dízimo’, então também não aboliu as ‘doutrinas’ das “festas judaicas, nem tampouco o sábado”! Não é absurdo e hilário tudo isso? Será que eles utilizam esse “manual de instrução, referendo bibliográfico” nas escolinhas dominicais? Em outras palavras, nós na CCB estamos corretos em não nos submetermos a práticas judaizantes, a práticas pseudo-cristãs! Deveriam pregar as suas membresias que “sábado e festas judaicas” também poderiam ser observadas como prática em suas igrejas, como é o caso do dízimo. Quanta confusão teológica na dita ‘análise’.

Romário disse...

Página 66: ‘Infelizmente eu tenho que dizer a verdade para estes irmãos: A Bíblia Sagrada chama de ladrão aquele que não entregam o dízimo do Senhor, e que o dízimo foi dado anterior a Lei, e que Jesus não aboliu o dízimo.’
Comentário: Esses pastores deixaram registrado um absurdo ao atacar os que estão debaixo da graça com citação que diz respeito unicamente aos judeus que viviam debaixo da Lei. É um ultraje a todos os cristãos que não possuem esse dogma da Lei de Moisés não tendo nada a ver conosco, isto é, com os cristãos que foram lavados no Sangue do Concerto Eterno. A passagem citada se refere à Malaquias 3.8, pelo contexto, se refere ao povo judeu, a quem a Lei fora dada por herança. Aliás, o dízimo fora dado por herança aos “levitas” (Números 13.24). Sabemos que Cristo veio de Judá, por isso Ele não recebeu dízimo de ninguém, não era levita. Nenhum pastor deve torcer a Lei de Deus para tomar dízimos do povo, eles não são descendentes de Leví e estão violando a ordem de Deus, pelo fato de o dízimo pertencer aos descendentes de Leví e não a pastores de igrejas.
Veja as contradições desses pastores (pág. 73): ‘A Congregação Cristã no Brasil condena a doutrina do Dízimo e ofertas, explicitada tanto no Velho quanto no Novo Testamento’.
Esses mesmos pastores sabem que o dogma do dízimo não tem nada com a graça, nada de ensinos cristãos, está no mesmo nível que as festas judaicas e a guarda do sábado, confira isso na página 76:
‘Como se vê, o cristão não está sujeito às leis do dízimo, como não está obrigado a guardar e observar as festas judaicas, nem tão pouco o sábado’.

Comentário: Ora, não haviam dito que o dízimo era doutrina ‘explicitada’(?) no Novo Testamento? Se Jesus ‘não aboliu o dízimo’, então também não aboliu as ‘doutrinas’ das “festas judaicas, nem tampouco o sábado”! Não é absurdo e hilário tudo isso? Será que eles utilizam esse “manual de instrução, referendo bibliográfico” nas escolinhas dominicais? Em outras palavras, nós na CCB estamos corretos em não nos submetermos a práticas judaizantes, a práticas pseudo-cristãs! Deveriam pregar as suas membresias que “sábado e festas judaicas” também poderiam ser observadas como prática em suas igrejas, como é o caso do dízimo. Quanta confusão teológica na dita ‘análise’.

Romário disse...

Página 104: ‘No Novo Testamento e em histórias apostólicas não se tem conhecimento de anciãos como ministros’.
Comentário: Essa falta de ‘conhecimento’ entre vocês, se dá pelo simples motivo de incredulidade para com o que está registrado ali. No entanto, sendo vocês assembleianos, eu vou provar o contrário dentro de suas próprias publicações oficiais, de que os anciãos cristãos eram os dirigentes das igrejas, confira:
“A influência e o prestígio dos anciãos também penetraram na igreja primitiva, pois eles ocupavam os cargos mais destacados, isto é, a posição de dirigentes. O apóstolo Paulo, conforme se lê em Atos, estando na cidade de Mileto “mandou a Éfeso, a chamar os anciãos da igreja” (Atos 20.17).” (Conde, Emílio. Tesouro de Conhecimentos Bíblicos – História, Geografia e Usos e Costumes do Povo de Israel, pág. 52, 10ª Impressão 2011. CPAD, Rio de Janeiro, RJ, Brasil).
Portanto, os cargos mais destacados eram o de anciãos, eram eles quem governavam as igrejas pela autoridade com que foram investidos (1Pe 5.1; 2Jo 1; 3Jo 1). Paulo era um embaixador/ancião/presbeuõ (Efésio 6.20), o ministério dos apóstolos era composto por anciãos, eles eram anciãos da igreja de Cristo. Em Atos, lemos a afirmativa de Pedro:
“Porque ele era contado entre nós e teve parte neste ministério.” (Atos 1.17).
Ora, a que “ministério” o apóstolo Pedro se referia? Isto é declarado no verso 20:
“Porque está escrito no livro de Salmos: Fique deserta a sua morada; e não haja quem nela habite; e: Tome outro o seu encargo.”
Pedro mostrou duas profecias bíblicas: 1. Judas seria substituído e, 2. O ministério de bispo/ancião já havia sido profetizado em Salmos 69.25 (LXX). No original grego, a palavra para “encargo” é “episkopê”, substantivo deverbativo de “episkopeõ”, remissivo para “episkopos” (inspetor, supervisor, bispo). Todos estes termos são indicadores de que o ministério apostólico era composto por “bispos”, este era o encargo que ficou vago com a morte de Judas e que foi substituído por Matias, tomando assim o encargo de bispo/ancião/presbítero junto aos demais apóstolos, são termos sinônimos. A falta de conhecimento desses pastores se dá pela presença de INCREDULIDADE. Para ser um ministro da igreja, um ancião, ser “velho” não é requisito:
“No Antigo Testamento, por exemplo, ancião não significava apenas uma pessoa idosa, de cabelos brancos, no caso da vida. [...] Mesmo que a maioria dos conselheiros fosse de idade avançada, essa não era uma norma ou uma condição para fazer parte do grupo de anciãos”. (Conde, Emílio. Tesouro de Conhecimentos Bíblicos – História, Geografia e Usos e Costumes do Povo de Israel, pág. 49, 10ª Impressão 2011. CPAD, Rio de Janeiro, RJ, Brasil).
De fato, o que fariam os pastores das suas igrejas com respeito aos anciãos/presbíteros? A maioria são pessoas novas. Até mesmo nas igrejas Assembleias de Deus há o cargo de ancião! Será que desconhecem o significado de presbítero?
Prezado ‘apologeta’ assembleiano, veja o que afirmaram na página a seguir.

Romário disse...

Página 117: ‘Após um ano e meio de pesquisa, estudos, discussões, debates, chegamos ao término deste livro. ’
Comentário: Puxa vida! Um ano e meio de pesquisa, etc., etc., e ainda produziram tantas contradições e erros? Para ser sincero, eu apenas fiz uns apanhados no livro não me aprofundando e ainda saltando muitas páginas. Com apenas um dia analisando o livro, superficialmente, encontrei tanta coisa inócua, e se eu me detivesse a apontar página por página, uma por uma?
Vejam mais uma mentira no que escreveram, confira isso na mesma página 117:
‘Não foi fácil tratar de um assunto doutrinário de uma igreja que não se diz evangélica.’
Pergunto: Onde está a afirmação da CCB de que não somos evangélicos? Eles levantam um argumento criado por eles próprios e depois jogam sobre nós, como se acreditássemos em todas essas baboseiras! É a técnica da erística, argumento falacioso!
A sua nobre pessoa, caro apologeta, assim como os pastores que elaboraram o devido ‘estudo’, nos acusa de ‘heresias’ e, outros mais, de ‘movimento contraditório’. Pela minha refutação, creio que ficou demonstrado de onde está partindo “heresias” e “movimento contraditório”. E por falar em heresias, veja o que consta no Dicionário Teológico:
“Heresia
[Do gr. hairesis, propensão; do lat. hairesis] Rejeição voluntária de um ou mais artigos de fé. A heresia tanto pode contrariar os ensinos quanto os costumes embasados pela Palavra de Deus. Inicialmente, o termo significa escolha ou facção. Mas, com o passar dos tempos, adquiriu o sentido pelo qual é hoje conhecido: ponto de vista contrário à sã doutrina.” (Corrêa de Andrade, Claudionor. Dicionário Teológico – Nova Edição Revista e Ampliada - Um Suplemento Bibliográfico dos Grandes Teólogos e Pensadores, pág. 210. 19ª Impressão, 2010. Rio de Janeiro, Brasil. CPAD).
Portanto, nos meios evangélicos há heresias que contrariam não só os “ensinos” quanto os “costumes” devidamente embasados na Palavra de Deus.
“Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.” (1Cor 15.33).
Essas más conversações que vem a corromper os bons “costumes” cristãos, são taxadas pela CPAD de... Heresia! É o que se pode comprovar em alguns ‘estudos’ contra a CCB – em particular - elaborados por assembleianos, pura HERESIA!
Depois de tantas contradições presentes, ainda afirmaram que foram ajudados pelo “Senhor”, confira isso na mesma página 117:
‘O que dependeu de uma boa pesquisa e de muita seriedade e da ajuda do Senhor’.
O Senhor Jesus não presta ajuda para levar os homens às contradições e erros doutrinários, isso é confusão, confira:
“Porque Deus não é de confusão, e sim de paz. Como em todas as igrejas dos santos.” (1Coríntios 14.33).

Romário disse...

Para finalizar, caro ‘apologeta’, veja esse estudo realizado por sociólogo, que pesquisando várias igrejas em que esteve, deixou alguns registros sobre as Assembleias de Deus, confira:
“No Brasil, recente publicação da Assembléia de Deus divide o pentecostalismo em quatro ramos principais e atribui a cada um a seguinte participação percentual no grupo religioso: Assembléia de Deus – 62%; Congregação Cristã no Brasil – 22,3%; igrejas pentecostais independentes – 12,8%; igrejas pentecostais ligadas a missões – 2,3. A família pentecostal do país seria formada por cerca de 40 grupos diferentes. É interessante observar a precisão de dados da composição percentual que caracteriza o quadro pentecostal do Brasil apresentado pela Assembléia de Deus, tendo em vista a precariedade de indicadores nesse campo, constantemente reclamada, aliás, pelos estudiosos da matéria. A própria fonte, ou seja, a Assembléia de Deus, não dispõe de dados confiáveis sobre a sua constituição, sendo certo, ainda, que é a igreja pentecostal que menos conhece a si mesma, sobretudo os termos reais de sua expansão. A estranheza, por idêntica razão, estende-se à afirmação, feita em dezembro de 1986, de que ela, a Assembléia de Deus, contaria com 13 milhões de adeptos e 52 mil casas de oração, assistidos por 10 mil e 500 pastores e assemelhados. Isto em números redondos. Ora, não há como negar a vigorosa disseminação da Assembléia de Deus no país nos últimos 30 anos. Ela agigantou-se entre nós a altas taxas de crescimento, como, de resto, todo o pentecostalismo na América Latina. Mas vai uma distância enorme entre a aceitação dessa verdade e os números temerariamente aleatórios e duvidosos atribuídos ao seu contingente de crentes e à quantidade de suas casas de oração, ainda que estas, em grande parte, não sejam mais do que prédios acanhados, modestamente adaptados a fins religiosos. Pelo visto, é um pouco cedo para pretensões tão ambiciosas.” (Monteiro de Lima, Délcio. Os Demônios Descem do Norte, págs. 74,75. 5ª Edição 1991. Livraria Francisco Alves Editora S.A. Rio de Janeiro – RJ).
O sociólogo está muito bem embasado em suas informações que contrariam os dados apresentados em 1986, segundo ele, pela Assembleia de Deus. Em uma pesquisa divulgada por estudiosos da matéria, pela Fundação Getúlio Vargas, em 2007 o número de assembleianos em todo o Brasil seria em torno de 9 milhões. Fonte: http://iadcg.org/portal/noticias/comunidade/161-ibge-mostra-crescimento-de-mais-de-2500-no-numero-de-evangelicos-em-60-anos
Portanto, o contingente de assembleianos em todo o Brasil está em torno de 9 milhões de membros, e isto em 2007. Observa-se uma diferença de 4 milhões a menos apresentados em 1986, desta data a 2007 há uma diferença de 21 anos! É uma diferença para lá de gritante!

Romário disse...

No entanto, falando dos dados apresentados pela CCB em seu livro, o mesmo sociólogo, na página 86, comenta:
“A Congregação Cristã no Brasil é das igrejas pentecostais a que experimenta a mais dinâmica expansão, com os dados de crescimento absolutamente confiáveis. A partir de 1966, com efeito, organiza um relatório anual de atividades contendo os registros de batismos, o que a capacita a conhecer o número exato de pessoas que ingressam formalmente nos seus quadros.”
Lembrando que, ao introduzir seus comentários sobre a CCB, ele iniciou (pág. 83) com o seguinte título: “OBRA DE RESPEITO”.
Não estou aqui engrandecendo e/ou exaltando o grupo de cristãos a qual faço parte, não estou levantando ‘bandeira denominacional’, mas erguendo a bandeira da verdade colocada para “trás” em vários ‘estudos,’ principalmente quando o tema é... CCB.
Concordo com Charles Spurgeon: “Os homens, para serem verdadeiramente ganhos, precisam ser ganhos pela verdade.”
Creio que é o suficiente, prezado seminarista da Assembleia de Deus, isto serve para você mesmo analisar seus escritos e de outros mais que escrevem contra nós. Antes de atirar pedras sobre o telhado alheio, procure se preocupar com o vosso. Termino aqui meu debate em seu blog.
“Porventura, o ouvido não submete à prova as palavras, como o paladar prova as comidas?” (Jó 12.11).
No amor do Senhor Jesus...
Romário N. Cardoso (MÚSICO DA CCB).
Fonte principal de debate, o livro: ‘ Pr. José Amaral. A IGREJA DO VÉU – Igreja ou Heresia? – Toda a verdade sobre a Congregação Cristã no Brasil, 4ª Edição, Goiânia, 2001).

Apologeta disse...

Caro Romário. Peço-te um pouco de paciência, pois devido ao meu acesso muito limitado à internet, não posso responder aos seus comentários como gostaria. Aguarde-me e responderei.

Com admiração pelo seu esforço,

Apologeta

Romário disse...

Foi dito pelo ilustre ‘apologeta’: ‘Caro Romário. Peço-te um pouco de paciência, pois devido ao meu acesso muito limitado à internet, não posso responder aos seus comentários como gostaria. Aguarde-me e responderei.

Com admiração pelo seu esforço.
Apologeta’

Minha singela resposta:

Quando se abre um blog atacando a fé alheia, cujo tema é “Teologia e Apologia,” deveria saber que ocorreria debates sobre os respectivos assuntos apontados. Nessa direção, é contraditório sobrar tempo para jogar pedras no telhado alheio e alegar ‘acesso muito limitado à internet’ para não responder as devidas refutações ‘como gostaria’. Ora, se ‘não pode responder aos comentários como gostaria’, não se dê ao trabalho de respondê-los. Libere ao público todos os meus textos que lhe foram enviados. Isso é agir com imparcialidade, é agir de modo “honesto” (correto) para com seu interlocutor, somente depois de postados então cuidará em respondê-los, assim aceitarei essa sua amolação como resposta. Tenha a HOMBRIDADE de liberar TODOS os meus escritos para o público, inclusive este. Quando lhe sobrar tempo, responde-as. Digo mais, se a sua nobre pessoa – em vez de assembleiano - fosse um Batista tradicional tendo recebido instrução segundo tal teologia, iria taxar de SEITA as igrejas “Assembléias de Deus,” veja o que escreveu o Dr. Aníbal, um Batista:

“Anos passados certa Assembléia de Deus do Rio de Janeiro condicionava a perseverança da salvação dos homens ao uso do chapéu. Depois de tantas brigas modificou seu estatuto e agora o próprio pastor sai à rua de cabeça descoberta. [...] Disseram-me vezes inumeráveis que os da Assembléias de Deus são pentecostalistas mais sensatos. Que não são fanáticos como os dos demais grupos da seita. A página trasladada demonstra a saciedade que todos, sem a exclusão dos das Assembléias de Deus, todos se enquadram na mesma bitola da heresia. Todos, também os das Assembléias de Deus, ensinam os mais graves absurdos e em igual ímpeto embusteiro iludem e exploram o povo ignaro sempre disposto a ser enganado.” (Pereira Reis, Aníbal. Católicos Carismáticos e Pentecostais Católicos, págs. 43, 50. Edições Caminho de Damasco Ltda, 1982. São Paulo - SP).

Se esforce para obter tal exemplar, e veja a “página trasladada” em ele que faz referência acima, nada mais é do que uma suposta “carta” publicada na revista “A SEARA, nº 172 de Julho de 1979, ano XXIII, páginas 10 e 11,” que, segundo ele, foi publicado pela CPAD.

Contra a suposta ‘carta’ (publicação da CPAD), o Dr. Aníbal aponta e dispara seus “canhões” da seguinte forma:

“O fato em si é pura ficção. E descamba para as regiões espiritistas. Aquela estória de o espírito ficar por aí a rodear e rondar o corpo inerte... A patacoada se restringiria ao gênero do conto e da anedota se não afetasse diretamente ensinos evidentes da Palavra de Deus. [...] E onde já se viu uma revista dita evangélica supor a possibilidade da conversão no inferno? A saída de alguém de lá? [...] E vá alguém atrás dessa gente a procurar a “segunda bênção” ou o “batismo no Espírito Santo”. (Pereira Reis, Aníbal. Católicos Carismáticos e Pentecostais Católicos, pág. 56. Edições Caminho de Damasco Ltda, 1982. São Paulo - SP).

Destarte, dou por finalizado meu debate em seu blog.
Shalom.
Romário N. Cardoso

Apologeta disse...

3) Você expõe-se como defensor da verdade, mas, na verdade não pratica a mesma. Desde quanto em toda a Escritura alguém ficou privado da liberdade de membro ou algum tipo de "reclusão vitalícia" na igreja? Onde encontramos base para tal disciplina por toda vida? O texto em que você se baseia revela realmente a punição contra os adúlteros e o adultério, mas em nada abona a visão míope da CCB que condena e reprime seus membros que assim caem nesse pecado como excluídos terminantemente do culto. Isso sim é opressão e tirania típica das seitas.

Usar exemplos soltos de pessoas em nada contribui para o nosso debate. Existem membros dentro de igrejas históricas que pensam assim, infelizmente. Mas esse pensamento não é parte do Credo de tais igrejas. Nenhuma denominação que se preze e tenha compromisso com a Bíblia cairá nesse erro crasso, e, se o fizer, estará procedendo de modo contrário ao Espírito de Cristo (I Coríntios 1:10). Não são pessoas, mas sim a Palavra de Deus a juíza e soberana sobre todas as coisas. É a visão de Deus e não do homem que prevalece na vida da igreja.

4) Mais uma vez você "dá um tiro no seu próprio pé". Como pode me condenar e levar-me a retirar o artigo sendo que não enxerga que refutei suas afirmações? Ao afirmar que estou me exaltando, apenas enxerga maldade em minhas afirmações. Eu apenas afirmei que você está por fora do assunto que se dispõe a defender. Não me exaltei nem me exalto. Se entendeu dessa forma, me perdoe, não tive o intuito de ser interpretado dessa forma. Ao contrário de apedrejar sua pessoa, mostro à luz da Bíblia os erros expostos em seus argumentos para defender a CCB. É tentar "tapar o sol com a peneira".

Apologeta!

Evangelista Eduardo França é autor do DVD: Milagres: De onde eles procedem? (Categoria: APOLOGÉTICA. (À venda nos sites: CACP, MCK e MERCADO LIVRE). Co-Fundador e articulista do blog Guardian Faith: www.guardianfaith.blogspot.com

Romário disse...

Prezado ‘seminarista assembleiano’, seu comentário não gira em torno da crença de sua igreja, é sua própria opinião eixegética, por outro lado, tenho em mãos a explicação oficial das Assembleias de Deus quanto a 1Coríntios 5. 1-13. Confira a exegese publicada pelas Assembleias de Deus:

“Naqueles primitivos tempos, o transgressor, excomungado da igreja local, não achava outro abrigo, e estava “entregue a Satanás”, que é o príncipe deste mundo. Hoje, às vezes, acontece que o transgressor, excomungado de uma igreja, é recebido por outra, e não se sente abandonado ao mundo onde Satanás reina. Aprendemos deste versículo 5 que pode haver pecados tão ruins, pecados para morte, que acarretam “a destruição da carne” – isto é, a morte – mas que, ainda assim, o espírito será salvo no dia do Senhor Jesus.” (S. E. McNair. A Bíblia Explicada, pág. 418, 8ª Edição 1992. CPAD – Rio de Janeiro, RJ – Brasil).

Caro ‘apologeta’, falar coisas sem nexo não é refutar meus argumentos com bla-bla-blás. Estou refutando suas verborragias usando as próprias publicações da sua igreja, o seu credo o orgão divulgador da sua “fé, doutrina, ideário, dogmas, normas e princípios.”

Eu poderia tecer comentários pelo exposto acima, há muita coisa presente nessa publicação da CPAD que faz seus argumentos virarem pó! Mas não quero me alongar em discursos, afinal você prefere ocultar do público todo o material que lhe tenho enviado. Não compensa debater contigo, a síndrome de (‘são’) Jorge é patente em seus escritos.

Ora, o orgão da sua igreja NÃO está sugerindo que após “a destruição da carne” (a morte) haja possibilidade de um DEFUNTO - “carne destruída” é estado de decomposição - possa retornar ao seio da igreja e cantar, orar e dar glórias a Deus! Dentro da visão “míope” se enquadra o nobre ‘apologeta’ por não andar lendo o que o órgão oficial da sua igreja anda publicando.

Também, o texto Bíblico indica que quem cometeu tal transgressão seja entregue a Satanás para “destruição da carne” (morte). Como você não sabe o que é “destruição da carne,” cabe a mim te explicar com alguns apontamentos acadêmicos. Destruição é sinônimo de “desaparecimento, eliminação, exterminação, extermínio, extinção, fim, morte, niilismo, obliteração, queda, ruína.” (Dicionário Sinônimos e Antônimos Houais – Versão ampliada/Nova Ortografia, 2ª Edição. PubliFolha – São Paulo).

Destruição no original Grego é “”, destruição, ruína, morte. (Wilbur Gingrich, F.; Danker, Frederich W., Léxico do Novo Testamento Grego / Português, pág. 145. Vida Nova, São Paulo, SP).

Certo livro, sobre “os ministérios” assembleianos, faz citação de alguns escritores com seus respectivos apontamentos sobre a AD, entre eles citarei um:

“... As lideranças ministeriais da AD são formadas de “bispos e pequenos papas” (Willems (1967:119).” (Alencar, Gedeon. Assembleias de Deus – Origem, implantação e Militância (1911-1946), pág. 127, Arte Editorial, 1ª Edição 2010, São Paulo, SP).

Não estou mais interessado em suas respostas inócuas, afinal para quê eu ficar dialogando com pessoas que não tornam público tudo o que escrevo?

No mais, finalizo.

Romário N. Cardoso

Erica Pires disse...

Olá, boa noite. Meu nome é Erica Pires, sou Espírita Kardecista e passei por aqui para registrar que utilizo-me do seu blog para estudos.
Obrigada, muitos posts e principalmente os comentários são subsídios interessantes para reflexão. Grata, sempre!

Apologeta disse...

Cara Erica! Como vai? Muito grato fico por esse blog servir de estudo para pessoas interessadas como você. Espero que continue seu estudo desejando conhecer de fato o Senhor Jesus e o obedecer em sujeição à Palavra de Deus.

Apologeta disse...

Em resposta às acusações perpetradas por perseguidores, quero deixar muito bem claro que eu não proíbo nenhum comentário (mesmo tendo sido feito por pessoas que não partilhem da minha crença). Vou responder a TODOS os comentários não só neste artigo bem como em todos os outros. Meu problema é a dificuldade de acesso à internet, pois lan-house próxima eu não tenho e meu notebook deu defeito.

Sem mais agradeço a todos que colaboram para expansão desse blog que, para glória de Deus tem sindo excelente ferramente de evangelização.

Apologeta disse...

Caro Alexandre Dias, você destrói o argumento que procura tão veementemente defender. Se tudo se resume ao amor relativista e conveniente dos pecados, responda-me como você encaraa atitude de Cristo em Mateus 23 contra os fariseus, depois conversaremos.

Apologeta disse...

Caroi Romário de 12/05:

5) Seu argumento sim é falacioso. Não atirei balas de festim, você que o fez. Realmente é proibida veementemente e tratada como HIPOCRISIA, QUALQUER FORMA de proselitismo e/ou evangelização fora das quatro paredes da CCB. E ainda afirmam categoricamente que os que passam a enumerar as fileiras da CCB passaram para A GRAÇA e a OBEDIÊNCIA. Uma ponderação: Só há graça e obediência na CCB? Sinto cheiro de heresia. Continua....

Prof Jota disse...

Não sou membro da CCB. No entanto, como milhares de cristãos pelo mundo, acreditamos que o uso do véu não se trata de costume de uma época, mas ainda é valido pra os dias de hoje. Acreditamos que entre os cristãos não devia haver a divisão entre clero e leigos. Que o governo da igreja na perspectiva bíblica é presbiteriano, ou seja, por anciãos ou presbíteros. êpa, sou "seita" também, ainda que tenha sido salvo por Jesus através da Sua obra na Cruz do Calvário? Ainda que minha alma esteja descansando na Sua imensa graça?

sukinha... disse...

Para começar, eu fiz parte da CCB desde que nasci, saí na adolescência e hoje não sigo nenhuma igreja. Mas isso não quer dizer que não temo a Deus. Eu não concordava com muita coisa mas também não discordo de tudo. A CCB não é tudo isso que dizem, mas se vcs pensarem bem, nenhuma igreja segue totalmente a bíblia. O dia que existir uma igreja que seja "perfeita" e que segue a risca tudo que está escrito na bíblia provavelmente Jesus dará por completa sua tarefa e virá arrebatar-vos. Concerteza nenhuma igreja irá se entender quanto a sua profecia e seus ensinamentos, mas ficar rotulando não irá tornar nenhuma igreja séria. Essa briga de vcs não irá resultar em nada, onde está a fé e o amor no coração de vcs? Se eu quiser seguir uma igreja só por que dizem que é a correta ou isso ou aquilo e eu pesquisar sobre ela, provavelmente vai ter alguém pra dizer com todos os argumentos que é a igreja de Deus e terá muitos para dizer que não é; e provavelmente eu irei ficar mais confusa, desconfiada e provavelmente desistirei de frequentar, e isso só ira me afastar ainda mais das igrejas, mas Deus etá em meu coração, e minha fé nele não morrerá, e pela fé o temo e acho lindo tudo que ele fez e se sujeitou por amor a nós para nos salvar. Por isso irmãos, de todas as igrejas, não sinto vontade de frenquentar nenhuma pois essa briga de vcs só afastam ainda mais os fiéis. Deus não está só na igreja, Deus está em todas as coisas que seus olhos são capaz de ver. No céu, na terra, no mar, no rio, nas árvores, nas flores, nas pedras; enfim, em tudo. Se eu fosse para uma ilha onde não hovesse nenhum ser humano e nenhuma igreja, mas eu adorasse a Deus, provavelmente eu seria salva, e com certeza, muitos que vão à igreja não irão...
De que adianta ir a igreja se seus atos são contrários as leis de Deus, muitos cristão dão péssimos exemplos e seus atos são duvidosos. Por isso não concordo com a difamação de qualquer tipo de igreja pois não é a igreja que irá definir sua salvação e sim quem vc é, no que vc crê e nos seus atos.
AMÈM.

Apologeta disse...

Bem, tal crítica vindo de alguém que não congrega em nenhuma igreja é, geralmente, tendenciosa. Sua avaliação é incorreta, pois o que vale não é se uma igreja é perfeita, mas sim se ela tem a Bíblia como autoridade suprema, regra de fé e prática, revelação divina para determinar a conduta humana. Isso sim é o que conta.

Seu comentário revela total desconhecimento do Jesus da Bíblia, pois ele rotulou os fariseus de falsos profetas, filhos do inferno e sepulcros caiados (Mateus 23), então, pelo visto, seu problema não é comigo, e sim, com o Deus encarnado revelado em Sua Bendita Palavra.

Se você acredita que o debate e a discussão para se determinar quem está correto é infrutífera, deverá mais uma vez discordar totalmente da Bíblia e da história de toda a igreja que, baseada na Palavra de Deus teve que confrontar os hereges com a Verdade.

Você afirma que Deus está em todas as coisas e tal visão é oposta à Verdade e denominada de panteísmo que é a heresia de perdição que declara de que Deus é tudo e tudo é Deus e a Bíblia não ensina isso...

Se você estivesse em uma ilha sem igreja, sem ser humano nenhum além de você, com que base poderia garantir de que seria salva? Salva por quem? De que?

O fato de existirem falsos crentes nas igrejas não torna a igreja um falso local de reunião dos crentes. Lembre-se que de foi Jesus quem disse: "Edificarei A MINHA IGREJA"... (Mateus 16:18)

Concluindo: Você precisa desesperadamente é de arrepender-se de seus pecados, confessar a Cristo Jesus como seu Senhor e Salvador e obedecer a Sua Palavra. Consequentemente congregando em uma igreja como todo ser humano que crê na autoridade infalível da inalterável Palavra de Deus.

Reginaldo Gomes disse...

Paz do Senhor a todos, Será que a ccb proibiu os membros de terem tv (caixa preta) em 1982, por causa do filme poltergeist???

Antonieta disse...

Os comentários dos irmãos da CCB supradescritos, me parecem surto psicótico. Fogem da logica, da realidade, esquecem que a Bíblia é um livro complexo cujo entendimento raso necessita de amplo estudo histórico, coisa que não fazem na CCB. Recomendo menos preconceito, menos rancor, menos homofobia e mais amor no coração. Recomendo tratamento psiquiátrico e psicológico para essa gente desinteligente e completamente desprovida de equilibrio e de felicidade!!! SEjjam felizes para desejarem felicidade a qualquer ser vivente, sem qualquer preconceito ou mágoa. Se não for possível assim, um bom psiquiatra pode ajudar.

Related Posts with Thumbnails