domingo, 14 de outubro de 2012

Batismo nas águas: Qual a forma correta de realizar? (Uma resposta a CCB)





   
 E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra.

 Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;

 Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.” (Mateus 28:18-20)

 

 “E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.” (Atos 2:38)

 
 
EM NOME DE QUEM SE DEVE BATIZAR?

 

A maioria das igrejas que crê na Trindade batiza conforme a ordem do Senhor Jesus, “em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo”. Já, os unicistas batizam somente em nome do Senhor Jesus, pois eles acreditam que o Pai, Filho e Espírito Santo são uma só pessoa, Jesus Cristo. Já a CCB (Congregação Cristã no Brasil) acredita na Trindade, porém usam uma nova fórmula: “Em nome do Senhor Jesus Cristo te batizo em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo”.

A teoria de que não existe Trindade, não se sustenta com uma análise detalhada nas Sagradas Escrituras, mas vamos usar, no presente artigo, apenas uma passagem, a do batismo de Jesus por João Batista:

 
“E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sobre ele.

E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.” (Mateus 3:16,17)

 
Ora, se Deus é uma só pessoa, porque aparecem três aqui? Jesus saiu da água (na terra), o Espírito de Deus descendo sobre ele (nos ares) e, uma voz dos céus chamando Jesus de Filho (nos céus). Só esta passagem, já joga a teoria dos Unicistas por terra.


A CCB não aceita o nosso batismo, alegando que o fato de falarmos “eu te batizo” está errado, pois que autoridade tem o homem para batizar em nome dele??? Para começar, nós não batizamos em nosso nome, mas sim em nome da Trindade, “em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo”, apenas o executamos. A autoridade quem nos deu foi o próprio Cristo: “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo”, veja que Jesus não disse: “Eu vou descer e realizar o batismo”, mas Ele falou: “... ide, fazei... batizando-os...”, ou seja, Ele nos deu uma ordem para nós executarmos o batismo.

 
Agora vamos analisar a fórmula da CCB: “Em nome do Senhor Jesus Cristo te batizo em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo”. Ora, parece que a CCB desconhece a língua portuguesa!!! Primeiro, que diferença há em “eu te batizo” para “te batizo”? NENHUMA! No segundo caso, o “eu” é sujeito oculto, mas NÃO deixou de existir! Observe os dois verbos na primeira pessoa!


Agora me respondam uma coisa, que diferença há em “Senhor Jesus Cristo” e “o Filho”? Os dois não são a mesma pessoa? Ou “O Jesus CRISTO” é uma quarta pessoa? A argumentação da CCB é que o batismo tem que ser em nome da natureza humana do Filho, depois em nome da natureza divina do Pai, Filho e do Espírito Santo, afirmando que “Em nome do Senhor Jesus Cristo” representa a natureza humana de Jesus e, o Filho representa a natureza divina. Mas essa tese não tem base bíblica, pelos seguintes motivos:

 

 1º) a ordem não é para batizar em nome da natureza de Cristo, mas sim em nome da pessoa;


2º) o Filho quando se fez carne e habitou entre nós (Jo 1.14) não deixou de ser o Filho de Deus e o Senhor Jesus Cristo ao subir ao céu não deixou de ser o Senhor Jesus Cristo, isto é, o Filho agregou a si, na encarnação a natureza humana. Portanto, os dois são a mesma Pessoa com duas naturezas (divina e humana), ou seja, o Filho é Jesus e, Jesus é o Filho! Pois assim testificou João Batista: “E eu vi, e tenho testificado que este é o Filho de Deus.” (João 1:34). Assim sendo, a fórmula: “Em nome do Senhor Jesus Cristo te batizo em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” é REDUNDANTE e, por que não, ANTIBÍBLICA!!!

 
Há também uma polêmica quanto a isso, porque Jesus mandou batizar em nome da Trindade (Mt 28.19), mas encontramos Pedro fazendo a seguinte declaração: “E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo”. (Atos 2:38). Parece existir uma contradição aí! Jesus manda de uma forma e Pedro declara que tem que ser de outra? Na verdade não existe contradição nenhuma, se observarmos o texto com detalhe, percebemos que Pedro está pregando e não batizando. Portanto, ele não está se referindo à fórmula do batismo, mas à autoridade do batismo. Confundiu sua cabeça? Calma, eu vou explicar melhor. Naquela época em Israel existiam outros batismos, ou seja, o batismo de João, o batismo dos prosélitos, o batismo dos essênios, etc... no entanto, Pedro cita o nome de Jesus para fazer distinção dos outros batismos. Desta forma, ele estava dizendo que o batismo deveria ser na autoridade do Senhor Jesus (Mt 28.18), envolvendo, portanto, toda a Trindade (Mt 28.19). Observe que a Bíblia não narra o momento do batismo e nem tão pouco a fórmula que Pedro usou neste momento, mas apenas fala que foram batizados os que de bom grado receberam a sua palavra (Atos 2.41). Daí em diante, passou a valer somente um batismo, o qual é  na autoridade do Senhor Jesus, ou seja, “um só SENHOR, uma só fé, um só batismo” (Efésios 4:5).

 

“E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo (Mateus 28:18-19). Podemos desobedecer a ORDEM de quem tem TODO PODER? É claro que não! A Igreja está sujeita a Cristo (Efésios 5:24)! Quem desobedece a ordem de Jesus é denominado na Bíblia de “filho da desobediência” e “filho da ira” (Efésios 2:2,3)



Erinho Ferreira é superintendente adjunto e diácono da Assembléia de Deus. Estuda e milita na área de apologética. 

 

 

 









3 comentários:

Fruto do Espírito disse...

Que belo trabalho, o amor está presente na totalidade de suas postagens, trazendo edificação ao Corpo de Cristo.
Retornarei em breve...

Parabéns!!!

Caso ainda não esteja seguindo o meu blog, deixo aqui o convite:
http://frutodoespirito9.blogspot.com/

Afetuosamente,

***Lucy***

P.S. Visite também;
http://discipulodecristo7.blogspot.com/
Temas Bíblicos e mensagens abençoadoras.

JEAN disse...

COMO DIZ O DITADO O QUE NÃO ABUNDA NÃO PREJUDICA, O BATISTO DA CCB ESTA DE ACORDO COM AS ESCREITURAS ASSIM COMO OS DE OUTRAS RELIGIÕES/SEITAS, O FATO DE EXAGERAR EM VERBOS OU SERMOS IGNORANTE NA LINGUA PORTUGUESA, NÃO MUDARÁ O QUE SENTIMOS POR NOSSO SENHOR JESUS, É BEM VERDADE QUE ALGUMAS PESSOAS DA CCB PASSAM UMA IMAGEM RUIM DA NOSSA "SEITA" OU SEJA LÁ COMO PREFEREM A CHAMAR, MAS NADA DISSO IMPORTA, O QUE IMPORTA É SENTIR A PRESENÇA DE DEUS DENTRO DE NÓS, SEJA NA IGREJA, SEJA NO TRABALHO, SEJA COM PESSOAS DA CCB OU NÃO. A COMUNHÃO COM DEUS QUE NOS DIZ SE ESTAMOS NO CAMINHO CERTO OU NÃO. TEMOS SIM QUE CRER QUE A FORMA QUE ESTAMOS FAZENDO É O CAMINHO CERTO, SE TIVERMOS DUVIDAS DISSO, TEMOS QUE MUDAR, MUDAR DE COMPORTAMENTO, DE ATITUDE, E SE FOR O CASO DE IGREJA. DESCULPEM A FALTA DE INTIMIDADE COM A GRAMÁTICA E A TEOLOGIA. PAZ E BEM A TODOS!!!

Erinho Ferreira disse...

Olá Jean,
O objetivo do artigo não é invalidar o batismo da CCB, mas provar que não existe diferença do nosso! pois eu tenho vários amigos que são da CCB e, eles argumentam que o ÚNICO batismo válido é o da CCB, pois, segundo eles, foi "relevado" pelo o Espírito Santo. Mas, pense consigo mesmo, o Espírito Santo não conhece a lingua portuguesa? porque Ele cometeria este deslize tão absurdo?
Me desculpe a franqueza, mas se realmente houve essa tal "revelação", não foi o Espírito Santo quem a revelou, mas foi mais uma das mentiras de Satanás! e a CCB, por ser uma menina inconstante levada em roda por todo o vento de doutrina (Ef 4:14), caiu nessa armadilha de Satanás. Por isso que João advertiu os crentes para não crêem em toda manifestação espiritual, mas provar se realmente é Deus que está falando (I Jo 4:1). E esta prova fazemos pela as Sagradas Escrituras (II Tm 3:16).
Vc diz: "A COMUNHÃO COM DEUS QUE NOS DIZ SE ESTAMOS NO CAMINHO CERTO OU NÃO". Mas a Bíblia diz que o coração é enganoso e pervesso (Jr 17:9)! muitas vezes vc acha que Deus está falando com vc, mas não passa de emocionalismo ou engano do coração. Portando, o que vc sente não serve de tutor para o caminho certo. Só as Sagradas Escrituras pode nos dizer se estamos certos ou não! (Sm 119:11; II Tm 3:16)
E eu te sugiro que vc realmente mude de comportamento, atitude e de igreja! pois uma igreja que incentiva a ingnorância bíblica, não está interessada na sua santificação, mas certamente pretende te manter longe da VERDADE! pois a oração de Jesus era para que nós fôssemos santificados através das Escrituras. Veja o que Ele disse: "Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade." (João 17:17). E sem santificação não existe salvação, pois assim está escrito: "Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor;" (Hebreus 12:14).

Related Posts with Thumbnails