sábado, 7 de dezembro de 2013

Clichês, bordões ou jargões pseudointelectuais no meio cristão (parte III) [Tudo é Fé]




"Teologia faz a pessoa virar atéia/ateu''.

A pessoa que pensa isso talvez pense que teologia é um assunto, curso, tipo de conhecimento, no qual tem mais questões contra a fé cristã do que a favor do conhecimento de Deus, da religião.
Em um curso de teologia tem ateus, sim.
Mas ele não persuade uma pessoa a se tornar ateísta, afinal é um curso onde se obtêm conhecimento.
E onde a pessoa se tornará teólogo, e não ''ateístólogo''.
Também vale lembrar que teologia não se refere somente a um curso que se faz numa igreja, ou numa universidade.
Teologia cristã  tem mais relação com conhecimento acerca de quem é Deus, acerca das Escrituras, acerca da fé cristã, do que relação com a transformação de um indivíduo cristão em ateísta.


"Não precisamos de teologia"

 Simples! Jogue a bíblia pela janela então.
Muitos tem distorcido o que é teologia, e condenando-a como se fosse algo vindo diretamente de Satanás.

Teologia, como alguns pensam, não se refere somente a um curso acadêmico.
Oras, teologia é "a ciência que trata de Deus em Si mesmo e em relação com a Sua obra." (B.B. Warfield).
Como alguém pode ser cristão, sem conhecer à Deus?
Deus se revela tanto pela Sua criação, quando pelas Escrituras. E a teologia não é um meio de inventar teorias sobre Deus, mas se detém a compreender Sua revelação sobre Si mesmo, através de Suas obras e das Escrituras.
Todo cristão que se preze é um teólogo.



"Sou perseguido porque sigo a Cristo" (e as vezes nem é por isso)
"Se sou perseguido, é porque estou certo" (Edir Macedo que o diga né?)

 Ok! Então todas as religiões estão certas, já que todas, de alguma forma são perseguidas.
Muçulmanos são logo taxados de terroristas, mesmo isso não sendo um ensino do Alcorão, mas apenas grupos específicos de pessoas que são muçulmanas que fazem isso. Testemunhas de Jeová estão certíssimos então, já que são muito ridicularizados, ainda mais por terem o costume de ir na casa das pessoas de manhã, geralmente em duplas.
A perseguição pelo que você fala (mesmo que sejam coisas religiosas, que não são necessariamente coisas cristãs) ou faz, não está vinculada a você ser cristão (de fato).
Já ouvi de um Testemunha de Jeová que a ridicularização que muitos fazem contra este grupo é a prova de que eles são o grupo eleito de Deus.
Quando Cristo disse aos discípulos (fazendo também alusão a perseguição aos cristãos futuramente) que eles seriam  perseguidos por conta de Seu nome (Mateus 10.15-31) referia-se àqueles que verdadeiramente pregam o Evangelho e não a qualquer um que se sentisse perseguido por conta da doutrina que segue, afinal, o Evangelho não tem variações pra tal instrução.

2 comentários:

António Jesus Batalha disse...

Amigo irmão eu considero que a teologia quando usada por alguém sincero e temente a Deus pode ser e é muito boa e pode resolver alguma duvidas, mas também acredito que muito teólogos estão usando seus conhecimentos para torcer a Verdade,um teólogo com sabedoria de Deus pode e é usado na verdade.Mas tenho encontrado teólogos que se dizem crentes e acerca das verdades eles estão bem longe. Gostei da sua exposição, e acredito na sua sinceridade em servir o Mestre.
Abraço.

Apologeta disse...

Paz de Cristo amado irmão Batalha! Ao mencionar esses "teólogos" a quem o irmão se refere, recordo-me do versículo em que Paulo claramente revela, usado pelo Santo Espírito, quem são os tais: "Confessam que conhecem a Deus, mas negam-no com as obras, sendo abomináveis, e desobedientes, e reprovados para toda a boa obra." (Tito 1:16). Isso tanto é verdade que os tais não deveriam ser chamados de teólogos, mas de hereges. Esses se infiltram nas igrejas tais quais ministros de justiça, mas sendo, de fato, agentes de satanás para perverter o santo mandamento que nos foi dado (II Pedro 2:19-22). São como porcas lavadas que retrocedem ao espojadouro da lama e cães que regurgitam os próprios vômitos. O destino desses não é outro senão a completa ausência da misericórdia divina e o jorrar da santa e justa ira do Senhor, na condenação eterna (Mateus 7:21-23). Urge termos discernimento para não só os identificarmos, mas taparmos suas bocas (Tito 1:11), demascararmos suas heresias perniciosas e expulsamos os tais como fez "nosso amado irmão Paulo" (II Pedro 3:15), entregando-os a satanás para que aprendam a não blasfemar (I Timóteo 1:20).

Glória a Deus por sua vida, amado irmão. Permaneça empunhando a Espada do Espírito, batalhando por nossa santíssima fé.

Apologeta

Related Posts with Thumbnails