sábado, 1 de novembro de 2014

Jesus é O ÚNICO CAMINHO para o céu? (Got Questions)




“Sou basicamente uma boa pessoa, então vou para o Céu.” “OK, então eu faço algumas coisas ruins, mas faço mais coisas boas, então vou para o Céu.” “Deus não vai me enviar para o inferno só porque não vivo de acordo com a Bíblia. Os tempos mudaram!” “Apenas pessoas realmente más como molestadores de crianças e assassinos vão para o inferno.” “Acredito em Deus, apenas o sigo do meu próprio jeito. Todos os caminhos levam a Deus.”

Todas estas são conclusões comuns entre a maioria das pessoas, mas a verdade é que são todas mentiras. Satanás, o qual tem poder sobre o mundo, planta estes pensamentos nas nossas mentes. Ele, e qualquer um que siga os seus caminhos, é um inimigo de Deus (1 Pedro 5:8). Satanás sempre se disfarça como bom (2 Coríntios 11:14), mas tem controle sobre todas as mentes que não pertencem a Deus. “...[Satanás, ] o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus” (2 Coríntios 4:4).

É uma mentira acreditar que Deus não se importa com pecados menores e que o inferno é destinado às “pessoas más”. Todo pecado nos separa de Deus, mesmo uma “pequena mentirinha”. Todos pecaram e ninguém é bom o suficiente para ir ao Céu por sua própria conta (Romanos 3:23). Entrar no Céu não se baseia no nosso bem superar o nosso mal; todos perderíamos se este fosse o caso. “E, se é pela graça, já não é pelas obras; do contrário, a graça já não é graça” (Romanos 11:6). Não há nada bom que possamos fazer para ganhar a nossa entrada no Céu (Tito 3:5).

“Entrai pela porta estreita: porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela” (Mateus 7:13). Mesmo que todo mundo esteja vivendo uma vida de pecado, e crer em Deus não seja popular, Deus não vai perdoar isto. “nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar, o espírito que agora atua nos filhos da desobediência” (Efésios 2:2).

Quando Deus criou o mundo, este era perfeito. Tudo era bom. Então ele fez Adão e Eva, e deu-lhes o seu próprio livre-arbítrio, de forma que teriam a escolha de seguir e obedecer a Deus ou não. No entanto, Adão e Eva, as primeiras pessoas que Deus fez, foram tentados por Satanás a desobedecer a Deus, e eles pecaram. Isto os impediu (e a todos os que vieram depois deles, incluindo a nós) de ter uma relação íntima com Deus. Ele é perfeito e não pode estar no meio do pecado. Como pecadores, nós não poderíamos chegar lá pela nossa própria vontade. Então, Deus criou uma forma pela qual poderíamos estar unidos com Ele no Céu. “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito, para que todo que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16). “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 6:23). Jesus nasceu para que pudesse nos ensinar o caminho e morreu por nossos pecados para que não o tivéssemos de fazer. Três dias após a Sua morte, Ele ressuscitou do sepulcro (Romanos 4:25), provando ser vitorioso sobre a morte. Ele completou o caminho entre Deus e o homem para que este pudesse ter uma relação pessoal com Ele, precisando apenas acreditar.

“E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste” (João 17:3). A maioria das pessoas acredita em Deus, até Satanás acredita. Entretanto, para receber a salvação, é preciso se voltar para Deus, formar uma relação pessoal com Ele, voltar-se contra os nossos pecados e seguir a Ele. Devemos acreditar em Jesus com tudo o que temos e em tudo o que fazemos. “Justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo, para todos os que creem; porque não há distinção” (Romanos 3:22). A Bíblia nos ensina que não há outro caminho para salvação a não ser através de Cristo. Jesus diz em João 14:6: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim.”

Jesus é o único caminho para a salvação porque Ele é o Único que pode pagar o preço pelos nossos pecados (Romanos 6:23). Nenhuma outra religião ensina a profundidade ou seriedade do pecado e das suas consequências. Nenhuma outra religião oferece o pagamento infinito que só Jesus poderia dar pelo pecado. Nenhum outro “fundador religioso” foi Deus vindo como homem (João 1:1,14) – a única forma pela qual um débito infinito poderia ser pago. Jesus tinha que ser Deus para que pudesse pagar nosso débito. Jesus tinha que ser homem para que pudesse morrer. A salvação está disponível apenas pela fé em Jesus Cristo! “E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos” (Atos 4:12).

4 comentários:

djalma barbosa do valle disse...

Com ref. ao tópico "Jesus é O ÚNICO CAMINHO para o céu?" quero dizer que foste bem naquilo que postou, e os escritos da Bíblia são verdadeiros e contra a verdade não há refutação.
Gostaria de só acrescentar duas coisas importantes no tema:
01 - Jesus é caminho, pois é o Deus invisível manifesto, e só por Ele para que houvesse a reconciliação do homem caído, para que o Éden fosse restaurado, digo; o homem voltar a ser imortal, participante da eternidade de Jesus Cristo.
02 - Não existe inferno na forma que se menciona em certas doutrinas, pois o inferno é a morte; e os que não foram escolhidos para serem participantes do Reino, morrerão e como não haverá mais ressurreição após o julgamento, então terão a segunda morte.

Apologeta disse...

Caro Djalma:

Vejo que você é adepto do aniquilacionismo, heresia que ensina que não há imortalidade da alma. Como o próprio nome já diz, heresia é a distorção dos textos bíblicos visando o benefício do humanidade que é ególatra por natureza e está cega espiritualmente por satanás (2 Coríntios 4:4)

Os dois pontos colocados por você se resumem em um: O homem não é imortal e é uma alma ao invés de ter uma alma que é o que as Escrituras declaram enfaticamente.

Recomendo a leitura do artigo:

Evidência bíblica do inferno do dia 16 de setembro para esclarecimento da visão bíblica de onde o homem passará a eternidade.

Grato,

Apologeta

Rogério Evaristo disse...

Olá amado irmão,
gostei do artigo, e li alguns comentarios.
Infelizmente quando nos espomos estamos sujeitos tambem a ataques, mas deixe isso afligi-lo.
Parabens pelo incentivo de criar uma ferramenta de discussão bibliaca, isso só fará crescer a fé de todos no unico que pode garantir nossa salvação.
Quanto a religião que pode salvar não existe nenhuma, ela só pode vir de Jesus.
Como deus seu Pai tem poder para fazer qualquer coisa que quiser, te deixo mais uma janela aberta para pensar.
E se Deus no grande julgamento quiser salvar a todos? Independente do que fizemos. Como lidará com isso. Lmbre-se somos a maior criação de Deus já feita, e Jesus resgatou isso quando veio aqui. Independente de sabermos que precisamos aceitar a Cristo para ter direito a vida eterna. Como lidaria com isso?
Deus o abençoe, e continue publicando materias.

Apologeta disse...

Ao Rogério Evaristo:

Primeiramente, a Bíblia explicita que Jesus é o fundador não de uma religião, mas DA religião que é o Cristianismo (Mateus 16:18). Existem pelo menos 4 pontos básicos que constituem uma religião: 1. O Ser adorado ou objeto de culto, 2. O cultuador ou adorador que segue esse ser e/ou objeto, 3. A revelação escrita ou dita aos que cultuam esse ser e/ou objeto e 4. Os dogmas e preceitos dessa religião aplicados à vida prática.

Dessa forma, sim, Jesus é O Fundador DA religião. Ademais, a palavra "religião" vem de "religare" que significa religar o homem com Deus, o que Jesus, o Deus Encarnado prometeu fazer aos que se rendem á Ele (João 14:6; Atos 4:12; 1 Timóteo 2:5)

Quanto a questão da liberdade divina de fazer o que quiser, isso é fato, mas Deus não pode fazer NADA QUE SEJA CONTRÁRIO À SUA NATUREZA, do contrário Ele seria contraditório. Ele não pode fazer círculos quadrados ou triângulos redondos, isso é contra a lógica.
Se Deus quiser salvar à todos, estará se contrapondo, porque à visto do que declarou na Bíblia (que afirma ser a Sua Palavra), só os que crêem em Seu Filho serão salvos (Romanos 10:9,10). Imaginar tal possibilidade é admitir que Deus é indigno de confiança por não cumprir o que promete e injusto, por igualar crentes e descrentes no mesmo lugar, não fornecendo opção de escolha entre rejeitá-LO ou obedecê-LO, tornando, assim, o homem escravo do bem, o que não condiz com a Palavra de Deus.

Esse deus de amor (que parece que você adota) só possui um atributo: Amor. Esse deus é pura benevolência, pois aceita e concorda com todos os genocidas da humanidade tornando-se co-autor do mal ou autor do mal porque criou essas pessoas e as deixou sem punição. Tal deus é desprezado pelas Escrituras como um falso deus, constituindo-se nos que o adoram, como idólatras, servindo à um deus que não existe de fato.

Meu conselho: Conheça a Bíblia e submeta-se à mesma em tudo que declarar, pois ela é A Inerrante, Infalível, Inspirada, e Suficiente Palavra de Deus (2 Timóteo 3:15-17)

Até,

Apologeta

Related Posts with Thumbnails